Operação da PF investiga supostas fraudes em licitações da Infraero

Aeroporto de Congonhas, em imagem de arquivo — Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (21), uma operação que investiga supostas fraudes em licitações da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Os agentes cumprem 19 mandados de busca e apreensão em no Distrito Federal e em cinco estados (veja detalhes abaixo).

Segundo as investigações, as fraudes causaram um prejuízo de R$ 10 milhões na empresa. O G1 tenta contato com a Infraero.

A operação, batizada de Índia, investiga condutas suspeitas praticada por empregados da Infraero e por empresários dos ramos de turismo e alimentação, entre 2016 e 2018.

Ao todo, 90 policiais federais participam da operação, que ocorre em:

  • Brasília
  • São Paulo
  • Rio de Janeiro
  • Bahia
  • Paranoá
  • Rio Grande do Norte

Os suspeitos teriam fraudado licitações das áreas “lounge” e dos quiosques de alimentação dos aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro. A investigação aponta que o esquema estaria subavaliando essas áreas e desqualificando os certames das empresas que não estivessem associadas ao grupo.

A partir do esquema, a Infraero fazia contratações de propostas menos vantajosas em fraudes estimadas em cerca de R$ 10 milhões. A operação teve início após a comunicação dos fatos pelo Ministério da Infraestrutura, após procedimento de apuração interno da própria empresa.

G1RN

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: