Operação do MP do Rio prende líderes do Escritório do Crime

Caso Marielle: Operação atinge em cheio o Escritório do Crime ...

O Ministério Público do Rio deflagrou hoje operação contra denunciados por integrar a milícia conhecida como Escritório do Crime. Foram presos hoje Leonardo Gouvêa da Silva (vulgo ‘MAD’) e de Leandro Gouvêa da Silva (vulgo ‘Tonhão’). Também foram denunciados, da mesma organização, João Luiz da Silva (‘Gago’) e Anderson de Souza Oliveira (‘Mugão’).

A organização está envolvida com o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL).

De acordo com o MP-RJ, os dois ex-PMs hoje têm ligação com o miliciano Adriano da Nóbrega, morto em fevereiro na Bahia.

Já Nóbrega é ligado a Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, acusado de ser operador do esquema de rachadinha do antigo gabinete de Flávio na Alerj.

Segundo o MP do Rio, a mãe de Adriano da Nóbrega, também ex-assessora de Flávio, repassou R$ 400 mil a Queiroz. De acordo com as investigações, o dinheiro é devolução de parte do salário que a ex-assessora recebia da Alerj.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: