Para estancar hemorragia do caos no governo do prefeito do Assú, deputado culpa procuradores

Para querer estancar a hemorragia do caos instalado no governo do prefeito Gustavo Soares, o seu irmão e deputado estadual do PR, George Soares, apontou o pagamento de R$ 50 mil dos salários de quatro procuradores do município pelo travamento da gestão do Doutor, que na campanha eleitoral fez promessas mirabolantes para ganhar votos do povo, mas que depois de quase 10 meses de assumir, anda patinando sem saber o quer fazer por pura incompetência e desleixo administrativo.

O prefeito Gustavo Soares, que embolsa mensalmente por mês, a bagatela de R$ 18 mil mas que não exerce dedicação exclusiva ao governo e passa dois dias em Natal durante a semana dando expediente como médico de plantão no hospital Walfredo Gurgel para engordar a sua conta bancária, tem demonstrado total desinteresse e a cidade do Assú, esta entregue ás baratas.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: