Pavão, um réu querendo ser imaculado e santo, na companhia de vereador ‘gafanhoto’

O vereador ‘gafanhoto’ João Paulo responde a processo por corrupção na Prefeitura do Assú

O vereador João Paulo, apontado pelo Ministério Público do Assú, como um dos integrantes da quadrilha dos gafanhotos que com outros comparsas do esquema criminoso desviou dinheiro da folha de pagamento da Prefeitura do Assú, no valor superior a R$ 1 milhão, agora com o outro suspeito de corrupção e peculato, o atual secretário Nuilson Pinto, vulgo Pavão, que é réu e responde a diversos processos na Justiça, querem dar uma de santos e imaculados.

Jacaré controla vereador gafanhoto e o presidente da Câmara Tê

A perigosa turma de suspeitos de corrupção e roubalheira em Assú, está querendo botar defeito no canal do Piató, apenas para agradar o chefe da oligarquia Ronaldo Soares, o Jacaré, condenado pelo TCE a devolver mais R$ 7 milhões aos cofres do município, por suas falcatruas e corrupção no passado.

Na companhia de outro acusado e secretário de serviços público Samuel Fonseca,como fazer um site réu e suspeito de roubalheira na Prefeitura do Assu, segundo o Ministério Público, a turma da patota do Jacaré, que desafia a lei e a Justiça do Assú, se recusando a realizar licitação para a coleta do lixo urbano e privilegiando sem amparo legal uma empresa do cunhado do presidente do diretório do PT do Assú Vouclene Bezerra.

Com medo de perder a boquinha no governo do Doutor e prefeito Gustavo Soares que vai acabar indo preso por desobedecer impunemente a lei, o vereador João Paulo, faz de tudo para agradar a turma da patota de Ronaldo. Ele é outro que tem a empresa de um irmão prestando serviço a Prefeitura do Assu e faturando mais de R$ 2 milhões até hoje, numa incestuosa relação com o prefeito e o deputado George Soares.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: