PF conclui perícia de áudio de Joesley e inquérito sobre obstrução

Temer

A Polícia Federal vai encaminhar nesta sexta-feira (23) ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), a conclusão do inquérito que tem Michel Temer como investigado. Conforme antecipou a “Coluna do Estadão” nessa quinta, os peritos finalizaram nesta sexta o laudo da análise das gravações feitas pelo empresário Joesley Batista de conversa com o presidente no Palácio do Jaburu.

O diálogo gravado foi entregue pelo empresário como prova do que ele disse em delação premiada. No depoimento, Joesley acusa Temer de receber propina da JBS.

Na semana passada, os delegados apontaram indícios de corrupção envolvendo o presidente. No inquérito concluído, a Coluna do Estadão diz que os peritos vão dizer que há apenas indício de crime de obstrução de Justiça. 

A partir da conclusão do inquérito, a Procuradoria Geral tem prazo de cinco dias para apresentar denúncia contra o presidente Michel Temer ou pedir o arquivamento. Se a denúncia for apresentada, 2/3 dos deputados têm que autorizar a abertura de processo pelo STF contra o presidente.

Antes de seguir para o plenário, o caso é analisado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. O relatório nessa etapa precisa ser aprovado por maioria simples, mas mesmo que a abertura de processo for rejeitada ele segue para o plenário.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: