PF pede gravador usado por Joesley para fazer perícia

A Polícia Federal solicitou à Procuradoria-Geral da República (PGR) o aparelho usado pelo dono da JBS, Joesley Batista, para gravar a conversa com o presidente Michel Temer. Em análise técnica preliminar, o Instituto Nacional de Criminalística apontou que é fundamental ter acesso ao equipamento que realizou as gravações originais, segundo informações da PF divulgadas na noite deste domingo, segundo O Globo.

A Polícia Federal confirmou que recebeu os áudios da conversa para realizar a perícia solicitada pelo presidente Michel Temer. Em pronunciamento na tarde de sábado, Temer afirmou que o áudio gravado pelo dono da JBS foi adulterado, solicitou uma perícia na gravação e pediu para que o inquérito contra ele no STF seja suspenso até o resultado da análise.

A PF também já recebeu os quesitos apresentados pela PGR e pela defesa do presidente Temer para a realização da perícia. Segundo a polícia, não há prazo inicial estipulado para conclusão dos trabalhos periciais. Isso porque, além de analisar os arquivos, a Polícia Federal vai precisar periciar o equipamento usado pelo delator.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: