fbpx

Piores rodovias do país ficam em áreas agrícolas

rodovia, buraco

No ranking das dez piores ligações rodoviárias do país, boa parte das estradas está situada em regiões agrícolas, dificultando o escoamento das safras e o trânsito da produção. O levantamento consta na 21ª Pesquisa CNT de Rodovias, feito pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) em parceria com o Sest/Senat. Os dados foram divulgados nessa sexta-feira (26), no site da CNT.

Para esta edição, referente ao ano de 2017, foram percorridos 105.814 km de estradas, representando um aumento de 2,5% em relação à extensão pesquisada no ano anterior, sendo que o país tem 212.866 km de rodovias pavimentadas, contrapondo-se a 1,365 milhão de km de rodovias não pavimentadas.

Três variáveis foram levadas em conta: pavimento, sinalização e geometria da via. “Enquanto as 10 melhores ligações rodoviárias estão localizadas no Estado de São Paulo e são concessionárias, as dez piores estão sob gestão pública e localizam-se, na sua maioria, no Norte e no Nordeste”, diz a nota da CNT. Clique Leia Mais e veja as piores rodovias.

As piores rodovias

1. Trecho entre Natividade (TO) e Barreiras (BA): BA-460, BA-460/BR-242, TO-040 e TO-280;

2. Trecho entre Marabá (PA) e Dom Eliseu (PA): BR-2223;

3. Trecho entre Jataí (GO) e Piranhas (GO): BR-158

4. Trecho entre Marabá (PA) e Wanderlândia (TO): BR-153, BR-230 e PA-153 /BR-153

5. Trecho entre Rio Verde (GO) e Iporá (GO): GO-174

6. Trecho entre Belém (PA) e Guaraí (TO): BR-222, PA-150, PA-151, PA-252, PA-287,PA-447, PA-475, PA-483 E TO-336

7. Trecho entre Teresina (PI) e Barreiras (BA): BR-020, BR-135, BR-235, BR-343, PI-140, PI-141/BR-324 e PI-361

8. Trecho entre Barracão (PR) e Cascavel (PR): BR-163, PR-163.

9. Trecho entre Brasília (DF) e Palmas (TO): BR-010

10. Entre Florianópolis (SC) e Lages (SC): BR-282, com classificação regular.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: