fbpx

PM acata proposta do governo do RN e greve está no fim

PM acata proposta e deve retornar ao trabalho

Os policiais e bombeiros militares do Rio Grande do Norte estão próximos de retornar às ruas. No início da tarde desta terça-feira (9), os militares acataram a proposta do Governo do Estado sobre condições de trabalho e pagamento dos salários. Um novo encontro entre Executivo e policiais ocorre nesta tarde e o retorno deverá ser confirmado em nova assembleia, ainda nesta terça-feira.

Os policiais acataram a proposta do Governo do Estado de retomar as atividades com a promessa do pagamento dos salários de dezembro até o sábado (12), além de investimentos nas melhorias das condições de trabalho, principalmente com relação à recuperação das viaturas utilizadas no patrulhamento. Segundo o Governo, há a expectativa de que o Governo Federal disponibilize entre R$ 70 milhões e R$ 100 milhões para investimentos na polícia potiguar nos próximos dias e, com esses recursos, haveria a compra de equipamentos e recuperação estrutural das viaturas.

Na assembleia da categoria, a maior parte dos policiais militares decidiu acatar a proposta do Governo. Porém, na reunião da tarde desta terça-feira, as associações que representam os militares levariam ao Executivo a informação de que retomariam as atividades, desde que também ocorresse a garantia de que não haveria punição a policiais e representantes do movimento – que foi considerado ilegal pela Justiça e houve decisões para a prisão de envolvidos.

Além dessa garantia, os policiais também argumentaram que, caso o Governo não proceda os investimentos prometidos na melhoria das estruturas de trabalho e não tome medidas para evitar novos atrasos nos salários e pagamento do 13º, os policiais poderão suspender o policiamento nas ruas durante o Carnaval.<br><br>Para que os policiais militares retornem às ruas, resta que o Governo acate os pedidos dos policiais e assinem um termo com as garantias aos profissionais.

Fonte: Tribunado Norte – Foto: Magnus Nascimento.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: