fbpx

PM se nega a subir favela para recuperar carga da Samsung

h

Uma carga de celulares da Samsung avaliada em US$ 1 milhão – cerca de R$ 3,4 milhões- foi roubada no último domingo do terminal de cargas da Gol do Aeroporto Internacional do Galeão, na Ilha do Governador, na zona Norte do Rio.

Os aparelhos modelo S9, que custam quase R$ 4.000 cada um, ainda nem estão disponíveis nas lojas do Estado. Segundo o diretor de Segurança do Sindicato de Empresas de Transporte Rodoviário e Logística do Rio de Janeiro (Sindicarga), Venâncio Moura, o caso ocorreu às 21h de domingo.

Três criminosos armados entraram no local em um caminhão usando uniformes parecidos com os dos funcionários. Uma vez no galpão, renderam trabalhadores e recolheram a carga de celulares.

“Eles entraram lá já sabendo o que tinham que procurar. Os rastreadores dos aparelhos mostram que a carga foi levada para a favela Nova Holanda (no Complexo da Maré, na zona Norte da cidade)”, disse o diretor.

Moura afirmou ainda que, a partir da localização da carga roubada, a PM foi acionada. No entanto, os policiais teriam alegado falta de recursos para entrar na favela. “A gente tinha o local aproximado da carga, mas fomos informados que, para recuperar as mercadorias, seriam necessários três blindados mais um efetivo extra de policiais, e que a PM não tem essas condições. A informação que tínhamos é que o caminhão, inclusive, estava localizado próximo ao Batalhão da PM da Maré”, afirmou.

Procuradas, nem a PM nem a Polícia Civil se pronunciaram sobre o caso até o fechamento desta edição. Ainda de acordo com o Sindicarga, esse foi o segundo roubo ocorrido no Rio em menos de uma semana. Na semana passada, o alvo foi uma carga da Apple avaliada em R$ 2 milhões. As mercadorias foram roubadas do mesmo terminal de carga no Galeão.

“Foram R$ 5 milhões de prejuízo em menos de uma semana”, afirmou Moura.

O RIOGaleão, responsável pela gestão do aeroporto, disse apenas que “está à disposição para apoiar as investigações dos órgãos responsáveis sobre o assalto”. Em nota, a Gol confirmou o roubo e disse que colabora com as investigações. A Samsung ainda não se pronunciou.

Aparelhos são oferecidos em rede social

A Polícia Civil do Rio está monitorando as atividades de suspeitos no Facebook de revenderem pela internet celulares roubados no último domingo no Aeroporto do Galeão. Agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Carga (DRFC) analisam perfis no Facebook de moradores da Baixada Fluminense e em Nova Holanda, no Complexo da Maré, na zona Norte, para onde os produtos foram levados após o crime.

Caso sejam identificados, e a procedência dos telefones fique confirmada, eles podem ser indiciados pelo crime de receptação. Entre os aparelhos ofertados está o Galaxy S9, eleito pela entidade sem fins lucrativos Consumer Reports como o melhor smartphone do mundo. Com previsão de lançamento oficial só amanhã, ele ainda não é vendido no Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: