Por iniciativa de Nelter Queiroz, a Cavalgada é declarada como patrimônio cultural e imaterial no Rio Grande do Norte

Atendendo anseio dos norte-rio-grandenses simpatizantes e praticantes das cavalgadas, o deputado estadual Nelter Queiroz (PSDB) foi autor de projeto que viabilizou a Lei nº 11.579, de 07 de novembro de 2023, que declara a Cavalgada como Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado.

“A Cavalgada é uma manifestação cultural ocorrida em nosso Estado, que pode ter sua iniciativa por diversos motivos, seja religioso, cívico, entretenimento e ou esporte, realizada em forma de passeio por grupos de cavaleiros e amazonas, incluindo, inclusive idosos ou crianças”, pontuou o parlamentar.

Ainda segundo Nelter Queiroz, esta prática sertaneja se tornou integrante da cultura popular nordestina e potiguar tendo papel de extrema importância para o comércio nas localidades onde são realizadas.

CURIOSIDADES

As cavalgadas no Brasil surgiram durante o processo de ocupação de territórios, entre os séculos 17 e 18, onde os tropeiros conduziam o rebanho de uma fazenda para outra. Hoje, os adeptos desta prática se orgulham em mantê-la viva. Atualmente, ela não é apenas composta por pessoas montadas a cavalo, burros e ou jumentos, mas também é acompanhada por pessoas conduzindo veículos motorizados e carros de boi, dentre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.