fbpx

Prefeito do Assú vai torrar R$ 280 mil com vale alimentação de vereadores

Em meio a falta de merenda nas escolas da rede municipal de ensino e o desemprego que afeta a juventude, o prefeito do Assú Gustavo Soares, vai torrar com seu pacote de bondade para os vereadores da cidade, um total de R$ 70 mil/mês para pagar o vale alimentação para os edis que já ganham um salário de R$ 8 mil mensal e mais R$ 2 mil de auxílio, perfazendo um montante de R$ 10 mil/mês.

Até o final de dezembro, a Prefeitura do Assu vai gastar com pagamento do vale de alimentação dos vereadores, a quantia de R$ 280 mil nos próximos quatros meses.

Depois que a Câmara Municipal do Assú aprovou projeto de lei de autoria do chefe do executivo assuense, o prefeito Gustavo Soares, praticamente oficializou a ‘compra de votos’ dos vereadores na eleição da Mesa Diretora que vai governar durante o biênio 2019/2020, para que todos votem pela reeleição do aliado e cão fiel da sua tropa de choque, o presidente da CMA, João Wálace, do PR.

Em troca dessa negociata, o vereador João Wálace se comprometeu também a votar pela reeleição do irmão do prefeito e deputado estadual George Soares nas eleições do próximo ano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: