Prefeito Gustavo Soares ‘ajuda’ Assu perder R$ 4 milhões em obras e diz  que “fazer o que é certo, não é fácil”

“Fazer o que é certo, não é fácil”, diz prefeito do Assú que montou equipe de secretários réus na Justiça

Depois de administrar virtualmente o município do Assú durante quase dois anos, o prefeito Gustavo Soares, do PR, finalmente apareceu na cidade para participar da festa do São João, mas após o término dos festejos religiosos e mundanos, deverá voltar a sua rotina de aparecer no seu gabinete na Prefeitura de 15 a 20 dias, para assinar um monte de documentos atrasados.

Com essa sua conduta irresponsável, o prefeito Gustavo Soares, vem causando enormes prejuízos financeiros ao município que contribui para o atraso no desenvolvimento social e econômico. Até agora, o prefeito contribuiu para o Assu perder mais de R$ 4 milhões para a construção de obras importantes, como a pavimentação de diversas ruas na periferia, abatedouro público e o santuário de Irmã Lindalva.

“Fazer o que é certo, não é fácil”, justifica o prefeito Gustavo Soares que ganha R$ 18 mil por mês, montou uma equipe de secretários de réus e acusados de crime contra a administração pública para cuidar da Prefeitura do Assú e se tornou sócio de uma clínica médica na cidade de Mossoró, enquanto deixa faltar ate dipirona nos postos de saúde de Assú.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: