fbpx

Prefeitura de Ipanguaçu pretende gastar mais dinheiro com locação de transporte do que alimentos para merenda escolar

O prefeito Valderedo Bertoldo parece que segue o caminho inverso do crescimento, ao invés de se esforçar para “subir a ladeira” ele faz o caminho de descida.

Segundo o portal licitaFácil do Tribunal de Contas do Estado, o prefeito vai fazer dois pregões de licitação, sendo um no valor de R$ 199.152,00 para registro de preço para futura e eventual aquisição de gêneros alimentícios para merenda escolar das escolas da rede pública de ensino de Ipanguaçu/RN e o outro pregão no valor de R$ 332.799,36, para locação de caminhão baú para realização de transporte de merenda escolar, bem como para atendimento das necessidades da Secretaria Municipal de Educação e Cultura e locação de micro-ônibus para atendimento, por diárias, das diversas secretarias municipais, conforme especificações deste termo de referência.

A questão é que nenhum dos dois atos são ilegais, mas aparentemente, parecem ser imorais, pois a prefeitura sabe a realidade das famílias que precisam colocar seus filhos nas escolas e ainda assim prefere gastar mais dinheiro com locação do que com merenda escolar.

Se um gestor decide torrar mais com o transporte do que com o alimento, qual o respeito que ele tem pelas famílias e pelos filhos delas? Gerenciar os recursos públicos para o povo é o grande desafio dos prefeitos, e no caso de Valderedo, ele faz questão de deixar o povo passando necessidade ao invés de melhorar a qualidade da merenda, para que os alunos possam se alimentar bem para aprender e se desenvolver cada dia mais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: