Professores invadem Secretaria de Educação de Natal e perseguem secretária: “Não adianta se esconder”

A manhã foi turbulenta na sede Secretaria de Educação de Natal (SME), nesta quarta-feira (15). Professores realizaram protestos por aumentos e chegaram a forçar a entrada no local. Gritos contra a titular da pasta, Cristina Diniz, foram proferidos pelos manifestantes.

A Guarda Municipal precisou ser acionada para conter os atos. Mesmo com a chegada do reforço de segurança, os professores se mantiveram dentro da sede com gritos e protestos direcionados à secretária.

“Cristina, cadê você? Não adianta se esconder!”, entoavam.

Professores e educadores infantis de Natal iniciaram uma paralisação de 72 horas na última segunda-feira (13). Conforme o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte/RN), o ato é um protesto pela falta de reajustes salariais.

A categoria reclama de aumentos de 12%, 33% e 14%, não dados respectivamente em 2020, 2022 e 2023 pela gestão municipal.

A Secretaria Municipal de Educação de Natal soltou uma nota sobre o ocorrido; Leia a ìntegra

“A Secretaria Municipal de Educação de Natal lamenta a postura do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte-RN), que na manhã desta quarta-feira (15), adentrou às instalações da SME-Natal em movimento de protesto e com palavras de ordem, dificultando o exercício das atividades nos diversos setores e departamentos.

A titular da SME-Natal, professora Cristina Diniz ressalta que se dispõe receber uma representação do Sinte-RN em data devidamente agendada, e sem característica de protesto ou alarde que interrompa as atividades laborais no âmbito da sede da SME-Natal, conforme garantiu em contato com a dirigente sindical, professora Fátima Cardoso.

Com relação a reivindicação do reajuste da categoria, a SME-Natal está analisando permanentemente o comportamento da receita para que se possa, de forma prudente e responsável, estudar e apresentar uma proposta de reajuste.

Secretaria Municipal de Educação de Natal

Assessoria de Comunicação”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.