PT pretende revogar teto de gastos caso vença eleição, diz Haddad

Fernando Haddad ao lado da senadora Fátima Bezerra (PT-RN) em entrevista à imprensa em Mossoró (RN) (Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca)
Fernando Haddad ao lado da senadora Fátima Bezerra (PT-RN) em entrevista à imprensa em Mossoró (RN) (Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca)

O candidato a vice na chapa do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, disse nesta sexta-feira (24) em Mossoró, no Rio Grande do Norte, que um eventual governo do partido vai revogar o teto de gastos públicos estabelecido pelo presidente Michel Temer como uma das medidas para conter o déficit público.

Em agenda de campanha, ele participou de entrevista coletiva ao lado da senadora Fátima Bezerra (PT-RN). Haddad também participou de carreata, a partir do mercado central, para inauguração de comitê do partido na cidade.

“Pretendemos revogar o teto de gastos. Ele inviabiliza a gestão pública ao manter gastos congelados por 20 anos”, disse Haddad. “O Estado não precisa crescer desmedidamente, mas precisa cumprir o que está na Constituição. Saúde e educação são direitos; segurança pública é direto social. Não podemos deixar”, completou.

O teto de gastos foi aprovado pelo governo Michel Temer (MDB), em 2016. A medida prevê que os gastos da União, durante período de 20 anos, só poderão aumentar de acordo com a inflação do ano anterior. O objetivo alegado pelo governo é reequilibrar as contas públicas e impulsionar o crescimento econômico. G1 Brasília

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: