RN chega a 19 casos confirmados e 1.126 suspeitos do novo coronavírus

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) confirmou, na manhã desta quinta-feira, 26, mais cinco casos do novo coronavírus no Rio Grande do Norte. Com a adição, o estado chega, agora,19 casos confirmados da doença. Atualmente, o RN possui 1.126 casos suspeitos. Os números constam no Boletim Epidemiológico da pasta.

Das cinco confirmações, uma é de Mossoró e quatro de Natal. No município do Oeste, a confirmação é de uma paciente de 25 anos. Já na capital, foram registradas confirmações do novo coronavírus em duas mulheres (42 e 32 anos) e dois homens (72 e 36 anos).

Com os cinco novos casos, as confirmações do novo coronavírus (COVID-19) no Estado estão distribuídas nas cidades de Natal (13), Parnamirim (4) e Mossoró (2).

Das cinco novas confirmações, três possuem entre 20 e 39 anos. É justamente essa faixa etária que aglomera a maioria dos casos suspeitos no RN (58%), de acordo com dados mais atualizados da Sesap e registrados em reportagem da edição impressa desta quinta-feira na TRIBUNA DO NORTE.

Suspeitos
Segundo a Sesap/RN, o número subiu para 1.126 casos suspeitos, 287 casos a mais que a atualização da quarta-feira, quando o estado registrou 839 suspeitos da doença, o que representa um crescimento de 34,2%.

um dos 1.126 suspeitos é classificado pela secretaria como provável, que é quando o caso suspeito manteve contato domiciliar com um caso confirmado pelo novo coronavírus nos últimos 14 dias e que apresenta febre ou pelo menos um sinal ou sintoma respiratório, que pode incluir tosse, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para deglutir, dor de garganta, coriza, entre outros sintomas.

Em meio ao contingente total dos suspeito, 26 deles são pessoas que residem em outros estados, mas acabaram sendo notificados no RN. Além disso, 125 exames foram descartados para o Covid-19.

“Ressaltamos que diante da modificação dos critérios para notificação, é possível afirmar que as notificações tendem a aumentar significativamente, seguindo a tendência nacional”, afirmou, em nota, a Sesap.

*Por Anthony Medeiros – Tribuna do Norte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: