fbpx

Rogério Marinho precisa de 13 votos para superar Rodrigo Pacheco em disputa pela presidência do Senado, diz colunista

O senador eleito Rogério Marinho (PL-RN) já teria 28 votos considerados certos na disputa pela presidência do Senado, de acordo com líderes bolsonaristas que defendem o nome dele para comandar a Casa a partir de 2023. A informação é do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Nesta terça-feira (29), durante jantar do PL em Brasília, o nome do senador eleito pelo Rio Grande do Norte foi defendido por lideranças do partido, como o governador eleito de Santa Catarina, Jorginho Mello, atual senador, e o senador eleito Marcos Pontes, de São Paulo.

Caso seja candidato à presidência do Senado, Rogério Marinho terá como adversário o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), atual presidente e que disputa a reeleição. O senador mineiro é favorito para permanecer no cargo e hoje teria mais votos.

Segundo Lauro Jardim, com 28 votos já certos, faltariam 13 votos para Marinho superar Pacheco.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: