Sangria de Oiticica leva recarga para maior reservatório de água do RN

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), realiza o monitoramento dos principais reservatórios responsáveis pelo abastecimento e atendimento às diversas necessidades de uso dos municípios potiguares. O Relatório dos Volumes dos Principais Reservatórios do RN, divulgado nesta semana, indica que a barragem de Oiticica, ainda em obras, mas que já retém 78 milhões de m³, completou 100% da sua capacidade atual. As águas da sangria de Oiticica seguem para a barragem Armando Ribeiro Gonçalves.

Vale ressaltar que o volume acumulado atualmente, representa apenas 13% da capacidade total do reservatório, quando estiver com a sua estrutura completa, que será de 598 milhões de metros cúbicos.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.288.400.000 m³, percentualmente, 53,68% da sua capacidade total, que é de 2.373,07 bilhões de m³. No relatório divulgado no dia 15 de fevereiro, o manancial estava com 1.230,56 bilhão de m³, equivalentes a 51,86% da sua capacidade total.

Já a barragem Santa Cruz do Apodi acumula 347.362.825 m³, correspondentes a 57,82% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. Em meados de fevereiro, o reservatório acumulava 344.622.360 m³, equivalentes a 57,46% da sua capacidade total.

A barragem Umari. localizada em Upanema, acumula 221.688.621 m³, percentualmente, 75,71% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No relatório do dia 15 de fevereiro, o reservatório estava com 219.149.906 m³, correspondentes a 74,84% da sua capacidade total.

Na região Seridó, o açude Dourado, em Currais Novos, continua recebendo recarga e acumula 5.334.632 m³, percentualmente, 51,68% da sua capacidade total, que é de 10.321.600 m³. Em meados de fevereiro, o manancial estava com 278.918 m³, correspondentes a 2,71% da sua capacidade total.

Localizado em Acari, o açude Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, também vem recebendo recarga e acumula 2.966.519 m³, equivalentes a 6,67% da sua capacidade total, que é de 44.421.480,38 m³. No comparativo, o manancial estava com 626.813 m³, no dia 15 de fevereiro.

O açude público de Riacho da Cruz acumula 7.476.432 m³, correspondentes a 77,84% da sua capacidade total, que é de 9.604.200,00 m³. No relatório de 15 de fevereiro, 6.319.524 m³, equivalentes a 65,83% da sua capacidade total.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.