SEM CRITÉRIOS RÍGIDOS: Prefeitura do Assú autoriza montagem de palco e causa morte de motoqueiro

Na madrugada deste sábado, um jovem morreu vítima de acidente de trânsito na Avenida Senador João Câmara, Antônio Alfredo de Oliveira, de 29 anos, natural de Upanema, estava numa moto Honda Fan 125 de cor preta, e teria batido numa estrutura, ou numa barra de ferro, no local, nas proximidades da Churrascaria Taillone´s.

Um evento teria acontecido na Avenida Senador João Câmara, em frente a Churrascaria, onde foi montado uma estrutura de palco.

Segundo relatos da irmã da vitima divulgado em um site, diz que: “Ele bateu em um palco que tinha próximo brutinhos… Me parece que teve uma festa e não desmontaram.”

Antônio, trabalhava numa empresa de água mineral, e residia na comunidade de Panon I, com sua mãe.

Caso seja confirmado que a causa do acidente foi negligência da Prefeitura, deverá ser instaurado um processo com a finalidade de apurar os fatos, porque uma coisa é certa, sempre que se monta uma estrutura que foge a habitualidade, a autorização da Prefeitura deveria seguir critérios rigidos, para que a montagem não cause acidentes, e nem gere transtornos a população.

O que causa admiração é o fato que a Prefeitura do Assú paga rios de dinheiro a rádios e blogs locais, mas pelo visto só serve para propagar as inverdades da atual administração, escondendo os reais problemas da cidade.

A responsabilidade da Prefeitura é garantir a segurança dos que transitam pelo local onde eles autorizaram montagem de palco.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: