Técnicos de TI da ALRN apresentam e-Legis para ser implantado na ALMT

Técnicos da Diretoria de Gestão Tecnológica da Assembleia Legislativa do RN (ALRN) reuniram-se, na manhã desta terça-feira (27), com servidores e parlamentares da Assembleia Legislativa do Mato Grosso (ALMT), a fim de apresentar os detalhes de funcionamento do Sistema e-Legis (Processo Legislativo Eletrônico), que deverá ser implantado em breve no Parlamento Mato-grossense. A instalação do software, além de não gerar custos para a ALMT, permitirá a conexão entre todos os sistemas do órgão, proporcionando mais segurança, agilidade e transparência às atividades parlamentares.

A deputada Janaina Riva (MDB), vice-presidente da ALMT, esteve presente à reunião e demonstrou entusiasmo com as informações recebidas.

“Foi de extrema importância que a nossa equipe técnica estivesse reunida para acompanhar a apresentação dos nossos colegas potiguares. Eu acredito que esse novo sistema nos ajudará a cumprir nosso objetivo de dar uma ‘cara nova’ à Casa Mato-grossense, tornando-a mais moderna para atender melhor tanto os servidores quanto os deputados”, relatou a parlamentar.

Já o secretário parlamentar da Mesa Diretora do Legislativo Mato-grossense, José Domingos Fraga Filho, apontou que a parceria com a Assembleia Legislativa do RN “permitirá aperfeiçoar o processo de tramitação das propostas legislativas da ALMT”.

Na ocasião, o diretor de Gestão Tecnológica da ALRN, Mário Sérgio Gurgel, explicou que o novo sistema foi implantado na Casa Potiguar em 2017, quando se iniciou o Processo Legislativo Eletrônico na instituição.

“Desde o início até a finalização do seu processo de desenvolvimento, o projeto contou com uma participação muito forte de toda a comunidade legislativa. Não é à toa que hoje nós somos referência nacional. Graças ao Sistema e-Legis, nós ganhamos um prêmio nacional e então começaram a surgir os interesses de outras Assembleias Legislativas do País para implementá-lo”, disse, acrescentando que o sistema já foi implantado no Legislativo de Santa Catarina.

Ainda na reunião ocorrida nesta manhã, o secretário de Tecnologia de Informação (TI) da Assembleia Legislativa do Mato Grosso, André Luis de Moraes Souza, destacou os benefícios que o e-Legis poderá proporcionar ao Parlamento do MT.

“A ideia é que a gente possa utilizar as técnicas mais avançadas do novo sistema ao nosso favor, implantando o e-Legis ao nosso trabalho de tramitação de matérias. Os nossos colegas potiguares estão há dois anos desenvolvendo esse sistema, que é consolidado e premiado, então a nossa Assembleia só tem a ganhar com esse processo”, afirmou.

Os técnicos de TI da Assembleia Legislativa do RN permanecem na ALMT até a próxima quinta-feira (29), apresentando o e-Legis para os demais setores, comissões e divisões da Casa Legislativa Mato-grossense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.