‘Temer vai cair’, afirma Newton Cardoso

Newton Cardoso

O ex-governador de Minas Newton Cardoso afirmou ontem, durante reunião do PMDB de Minas, que o presidente Michel Temer é “inimigo” do estado. A declaração foi apoiada por alguns membros da Executiva. Mas o vice-presidente da Câmara Federal, Fábio Ramalho, defendeu a manutenção do peemedebista na presidência. Ainda disse que, antes de levar adiante a denúncia contra Temer no Legislativo, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, Rodrigo Pacheco, deveria ter consultado os peemedebistas da bancada mineira.

Essa foi a primeira reunião da Executiva do PMDB de Minas neste ano. Durante a sua fala, Cardoso declarou que Temer tem sido “mais do que ingrato”, mas sim “inimigo” de Minas Gerais. O ex-governador afirmou que o presidente “vai cair’ porque “não tem capacidade de organizar o país”, “desrespeitou Minas” e também por conta das denúncias que recaem sobre ele, como a de corrupção passiva apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR).

“Ele vai cair porque não respeitou Minas Gerais. Eu sou amigo do Temer, há muitos anos, mas ele não vai suportar porque não tem apoio político para permanecer no governo. Ele está vivendo os últimos dias de Pompeia”, disse o ex-governador completando que desde Dom Pedro I, o Estado é ponto de equilíbrio e tem espaço no governo. “Mas Temer desonrou isso. Ele sujou Minas, não deu espaço que merece”, disparou em entrevista.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: