fbpx

TRE define na próxima semana se cassa prefeita de Ielmo Marinho


A Procuradoria Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (PRE-RN) pediu a cassação da prefeita e da vice-prefeita de Ielmo Marinho, Rossane Patriota e Francisca Soares da Silva, respectivamente. O julgamento está agendado para a pauta da próxima terça-feira 26, no Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-RN).

A ação, de investigação judicial eleitoral, foi proposta com base em abuso de poder, pelo uso de recursos financeiros para cooptar apoio político para a chapa da candidata nas eleições de 2020.

A ação foi movida pelo candidato Fernando Batista Damasceno e pela Coligação “Mãos Limpas”, composta pelo PL, Pros e Republicanos. Conhecido como Fernando de Canto de Moça (PL), ele perdeu a eleição por apenas 49 votos de diferença.

O Ministério Público aponta o uso de recursos financeiros com finalidade de comprar apoio político do candidato a vereador Alex Júlio, que teria desistido do pleito municipal para apoiar a candidata adversária, atual prefeita Rossane Patriota.

Para o Ministério Público, é grave a troca financeira por apoio político, apreciando de forma notória a acusação contra a então candidata, baseada na operação de permuta de valores. Com isso, cabe ao TRE/RN a análise sobre a condenação da chapa, marcando assim novas eleições do município.

Fonte: Agora rn

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: