TSE vai decidir nesta quarta-feira se delação vale como prova

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) retoma nesta quarta-feira o julgamento que pode cassar a chapa vencedora das eleições presidenciais de 2014, formada por Dilma Rousseff e Michel Temer. A sessão está marcada para as 9h. Serão discutidas seis preliminares apresentadas pelas defesas de Dilma e Temer. Uma delas diz respeito à possibilidade de serem consideradas informações fornecidas por delatores da Operação Lava-Jato no decorrer do processo.

Ontem, o tribunal suspendeu a análise das ações contra a chapa às 22h10m, depois de três horas de sessão. Quatro preliminares foram rejeitadas pelos ministros — a impossibilidade de o TSE cassar diploma de presidente; a extinção de duas ações pedidas pela defesa da ex-presidente Dilma Rousseff; a perda do objeto em virtude da cassação de mandato pelo impeachment e a inversão da ordem de testemunhas.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: