UFRN e Governo do Estado assinam acordo em benefício da produção leiteira

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Governo do Estado do Rio Grande do Norte assinaram, na tarde desta quinta-feira, 17, acordo de cooperação para análise físico-químico do leite, no Parque Aristófanes Fernandes. O documento assinado pelo reitor José Daniel Diniz Melo e pela governadoria Fátima Bezerra visa assegurar o certificado para comércio de produtos de leite para outros estados do país.

Com a cooperação, o RN avança nos critérios para conseguir o certificado do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA), que padroniza procedimentos de fiscalização da segurança alimentar. Para o secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Pesca, Guilherme Saldanha, o laboratório da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ-UFRN) será um espaço de referência para análise da qualidade do leite produzido no estado. “A UFRN disponibilizou um laboratório de alto nível, que poderá avaliar a qualidade dos produtos laticínios do estado e garantir a certificação para comércio”, explicou.

Para o reitor Daniel Diniz a cooperação é um exemplo do que a UFRN vem fazendo em benefício da sociedade potiguar, visto que a instituição vai além da formação de profissionais, pois fomenta ainda a economia de estado por meio do seu conhecimento técnico. Segundo a governadora, esse tipo de parceria reforça a importância da universidade para o crescimento do estado. “Esse convênio traz cidadania e dignidade e, dessa forma, a universidade deve ser vista”, considera.

Na opinião do diretor da EAJ-UFRN, Ivan Max Freire de Lacerda, esse é o primeiro passo para que a cooperação entre o estado, a universidade e o setor produtivo seja ampliado, visto que a instituição tem muito a contribuir em benefício da agroindústria, com a capacitação dos produtores, por exemplo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: