Vaccarezza fez campanha milionária em 2010 ao som de ‘Macarena’

Preso pela Polícia Federal (PF) na manhã desta sexta-feira em nova fase da Lava-Jato, o ex-deputado federal Cândido Vaccarezza fez campanha à Câmara, em 2010, ao som de “Macarena”, hit dos anos 90. Naquele ano, Vaccarezza era então um dos coordenadores da campanha presidencial de Dilma e, além dessa atribuição, dedicava-se também à sua reeleição como deputado federal.

No vídeo de 2010, o então candidato, que já não está mais no PT há um ano, aparece ao lado dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, além de Marta Suplicy, ex-ministra petista e atual senadora pelo PMDB. Todos dançam o jingle.

“Mais desenvolvimento no trabalho que beleza, cidadania, honestidade, chega de tristeza, treze doze (número do candidato) é meu candidato com certeza. Êêê, Vaccarezza”, diz um trecho. As informações são de O Globo.

“Em outubro, meu amigo, não esqueça: deputado federal é Vaccarreza. Treze doze (número do candidato), guarde isso na cabeça. Êee Vaccarezza”, é a letra em outra parte da música.

Em 2015, Vaccarezza foi indiciado em meio às investigações da Lava-Jato, por suposto recebimento de propina derivada de contratos da Petrobras. O inquérito apontava indícios de corrupção passiva de três políticos.

Segundo o documento, Vaccarezza teria recebido em seu apartamento, em São Paulo, valores do doleiro Alberto Youssef, personagem central do esquema de corrupção, a mando do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, para a sua campanha à Câmara de 2010 — justamente a campanha do jingle.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: