Vereadores provocam rombo de mais de R$ 780 mil nas contas da Câmara do Assú

O vereador e presidente da Câmara Municipal do Assú, João Wálace, do PR, apontado como principal responsável por desviar dinheiro público dos cofres municipais, levando o Poder Legislativo a atrasar inclusive o recolhimento do INSS, negou a existência de ilícitos na sua gestão que possa quebrar a Câmara, mas responsabilizou os 15 vereadores por esse déficit.

Na entrevista ao Panorama do Vale, da Princesa FM, apresentado por Jarbas Rocha, o presidente Wálace detalhou o crescimento das despesas com o pagamento de férias, décimo terceiro salário e vale alimentação para vereadores e funcionários efetivos.

Ele lembrou que não pode ser responsabilizado sozinho se todos também participaram e receberam os benefícios das mordomias. Escute áudio abaixo: 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: