fbpx

Walter Alves diz que MDB não seguirá unido no apoio a Fátima e Carlos Eduardo

O presidente estadual do MDB, deputado federal Walter Alves, defendeu que o seu partido passe a apoiar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto já no primeiro turno.

Como pré-candidato a vice-governador numa chapa liderada pela governadora, Walter Alves disse que tem conversado com os prefeitos, vice-prefeitos, ex-vice-prefeitos e dirigentes municipais do MDB, individualmente, mas admitiu a impossibilidade de levar todo o partido a apoiar uma chapa majoritária PT/MDB/PDT. “Existe uma sintonia boa com a governadora Fátima Bezerra (PT), acredito, sem soberba, e sem petulância que hoje 80% do partido seguirá conosco”.

Para Walter Alves, “não existe consenso no partido do tamanho do MDB, a gente tem de compreender alguns casos, mas a grande maioria vai seguir com apoio à governadora”. Já para o Senado da República, Walter Alves afirmou que o partido apoiará a pré-candidatura a senador do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT): “Claro que vamos respeitar entendimentos com outros candidatos, com Rogério Marinho e eventualmente Rafael Motta (PSB), mas o nosso candidato será Carlos Eduardo”.

A respeito do fato da chapa majoritária que está sendo formada contar com membros de uma mesma família, o deputado ponderou que “na família ninguém foi nomeado, todos fomos eleitos pelo voto popular, democraticamente”. Certamente, segundo o deputado, a população pode concordar ou discordar, “isso é democracia, por isso o MDB sob a liderança de Garibaldi Filho, decidiu apoiar Fátima Bezerra numa frente ampla”.

As divergências políticas que houve entre o PT e MDB e as críticas que eram feitas à família Alves, segundo o deputado, são questões superadas, como foi o caso do posicionamento a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Ele lembrou que na última eleição para presidente da Câmara dos Deputados, o PT apoiou e votou no presidente nacional do MDB, o deputado federal paulista Baleia Rossi. “O PT apoiou e de ‘lá pra cá’, quebrou a dificuldade que existia politicamente”, disse.

Com informações da Tribuna do Norte

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: