Rogério Marinho é investigado por lavagem de dinheiro, peculato, falsidade ideológica e crimes contra a ordem tributária

Resultado de imagem para rogerinho marinho

O deputado federal do PSDB Rogério Marinho, que relatou a reforma trabalhista na Câmara, é investigado por lavagem de dinheiro, peculato, falsidade ideológica e crimes contra a ordem tributária, segundo reportagem do Congresso Em Foco.

O tucano Rogério Marinho integra um grupo de elite de 13 deputados que acumula 100 inquéritos e ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF).

A última investigação, por crimes contra a administração pública e peculato, foi aberta no dia em que o Plenário aprovou o seu substitutivo que altera radicalmente a legislação trabalhista, em 27 de abril. Marinho não se manifestou sobre as suspeitas.

Padilha diz que governo não está mais disposto a flexibilizar Previdência

Resultado de imagem para temer e padilha reforma

Em meio a negociações para alcançar os votos necessários para aprovar a reforma da Previdência no plenário da Câmara, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse nesta sexta-feira (12) que o governo não está mais disposto a fazer concessões.

Cálculos do próprio governo indicam que a versão atual da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) já significa uma perda de 25% da economia que seria alcançada com o texto enviado pela União ao Legislativo no final do ano passado.

“Já chegamos ao ponto que o governo federal tinha estabelecido como limite, 75% do que foi mandado para o Congresso Nacional. Portanto, de parte do governo não há disposição para fazer mais nenhuma outra concessão”, afirmou Padilha em entrevista após cerimônia no Palácio do Planalto para marcar um ano de governo Michel Temer. As informações são da Folha de São Paulo.

Leia mais

Palocci retoma conversa com advogados sobre delação premiada

Resultado de imagem para palocci

O ex-ministro Antonio Palocci voltou a conversar com advogados sobre delação premiada. Ele retomou o diálogo com o escritório de Adriano Bretas, que tinha dispensado há alguns dias.

Palocci está na mesma cela que Renato Duque, que é cliente de Bretas e já está fazendo delação.

O petista vive um drama com a possibilidade de delatar, dizem interlocutores que o visitam na cadeia. Em alguns momentos, se mostra confiante na possibilidade de passar pouco tempo na prisão e animado com a ascensão de Lula nas pesquisas eleitorais.

Em outros, revela desânimo e convicção de que, sem colaborar e atirar no ex-presidente, poderá amargar décadas no cárcere. As informações são da colunista da Folha de São Paulo Monica Bergamo.

Ausência de Renan marca comemoração de um ano do governo Temer

Michel Temer é empossado presidente da República em cerimônia realizada no Congresso Nacional, em Brasília

Na tentativa de contornar o mal-estar provocado pela cadeira vazia, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, citou duas vezes o peemedebista no discurso e fez um agradecimento a ele pela ‘parceria’

Vera Rosa, O Estado de S. Paulo

A cerimônia realizada nesta sexta-feira para comemorar um ano do governo Michel Temer, no Palácio do Planalto, foi marcada pela ausência do líder da bancada do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL). Na última temporada, Renan se destacou por fazer críticas à gestão Temer e, de aliado, foi batizado ironicamente como líder da oposição.

Na tentativa de contornar o mal-estar provocado pela cadeira vazia de Renan, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), citou duas vezes o peemedebista no discurso e fez um agradecimento a ele pela “parceria”. Embora aborrecido com a ausência, Temer não acusou o golpe.

Focou o pronunciamento no balanço de suas ações e mostrou-se empenhado em apresentar um governo de resultados, apesar da crise política e econômica. Nessa estratégia, até mesmo o mantra usado por ele sobre a necessidade de por o “Brasil nos trilhos” virou marca da propaganda de um ano de governo.

Leia mais

José Adécio: “É uma vergonha a situação enfrentada pelos municípios atacados pelas quadrilhas”

O deputado José Adécio participou, na manhã desta sexta-feira(12), da audiência pública que tratou da situação das agências bancárias destruídas por criminosos no Rio Grande do Norte. A proposição do evento foi do deputado Hermano Morais.

Representantes da segurança pública, Sindicato dos Bancários, Correios, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, entre outros segmentos, prestigiaram a audiência.

José Adécio foi enfático ao dizer que é “uma vergonha” a situação enfrentada pelos municípios do Estado atacados pelas quadrilhas especializadas em explodir caixas eletrônicos e praticar assaltos.

O deputado lembrou que a culpa pelo caos não deve ser atribuída somente ao governador Robinson Faria, pois há vários anos o problema acontece. “Mas não podemos ficar como estamos, sem nenhuma ação mais enérgica. O Governo precisa dar uma resposta à sociedade. Por onde ando, principalmente nos municípios onde tenho uma atuação mais forte, como Pedro Avelino, Lajes, Angicos, Afonso Bezerra, Jandaíra, Fernando Pedroza, escuto o povo reclamando e cobrando providências”, relatou.

Fonte: Assessoria de Comunicação do deputado José Adécio

Wálace persegue, cancela contrato e dá calote na Rádio Princesa do Assú

Pouco tempo depois do falecimento de Dr Milton Marques, superintendente da Rádio Princesa do Vale – o prefeito do Assú Gustavo Soares e o deputado estadual George Soares que se dizia amigo do falecido, ordenou que o presidente da Câmara de Vereadores João Wálace cancelasse o contrato que o poder legislativo firmou com a emissora no valor de R$ 16 mil para para a transmissão via rádio das sessões ordinárias e extraordinárias durante o período de abril a novembro deste ano.

Para poder direcionar recursos financeiros para as rádios 89 FM de propriedade do secretário Arnòbio Júnior assim como para a 104 do Assú, controlada pelo irmão do prefeito e deputado do PR, Walace como bom pau mandado político determinou o cancelamento do contrato como se ele tivesse reconhecido ter cometido uma ilegalidade e que por isso, o Ministério Público poderia abrir uma investigação e determinar quais as penalidades para o infrator que preside o legislativo.

Apesar do cancelamento, a Rádio Princesa do Vale que prestou seus serviços, não recebeu ainda os meses de março e abril.  A manobra de cancelamento cheira mais a calote que o presidente da Câmara Municipal do Assú pretende fazer, já que se esse contrato era ilegal, não haverá pagamento com dinheiro dos cofres públicos.

Em reação a STF, Maia prepara resolução aumentando seu poder sobre acesso à Camara

Rodrigo Maia

Presidente da Casa encontrou-se com a presidente do Corte, ministra Cármen Lúcia, e o ministro Edison Fachin nesta quinta-feira para tratar do o assunto

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e lideranças da base aliada preparam um projeto de Resolução para alterar o regimento interno da Casa, dando mais poderes ao parlamentar fluminense para decidir sobre o acesso às dependências da Câmara.

A proposta é uma reação às decisões liminares (provisórias) concedidas pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que garantiram acesso de determinadas categorias ao Congresso Nacional durante a votação da reforma da Previdência. O despacho do ministro contrariou ordem de Maia, que tinha restringido o acesso à Casa.

Segundo interlocutores de Maia, a resolução foi encomendada a técnicos legislativos, que ainda trabalham na redação. O objetivo, dizem essas fontes, é deixar explícito no regimento que o presidente da Câmara tem “autonomia” para decidir sobre a entrada de pessoas na Casa. Para valer, o projeto precisa ser aprovado no plenário pela maioria dos presentes.

Leia mais

Reajuste da tarifa do transporte intermunicipal será debatido na Assembleia Legislativa

Com o intuito de estreitar o diálogo entre a sociedade, o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER) e as empresas que operam o transporte intermunicipal no Rio Grande do Norte, a Assembleia Legislativa vai promover uma audiência pública na próxima segunda-feira (15), às 14h, no plenário da Casa. A audiência, de iniciativa da deputada Cristiane Dantas (PCdoB), irá discutir o reajuste da tarifa do transporte público intermunicipal.

“O objetivo é promover o diálogo entre as partes, desde o estudante até as empresas, para que o poder público e a iniciativa privada deem mais transparência à metodologia do cálculo que define o percentual de reajuste da tarifa”, justifica a parlamentar.

No último dia 24 de abril, o DER definiu o reajuste na Região Metropolitana de Natal variável entre 10% e 16%. No interior do Estado, o aumento autorizado foi 14,5%, em média.

Leia mais

Temer completa um ano no Planalto e reclama de isolamento no cargo

Presidente Michel Temer em 12.abr.2017

Por Gustavo Uribe e Marina Dias – Folha de São Paulo

Num raro momento em que resolveu abandonar sua formalidade contumaz, Michel Temer rebateu de imediato “”e com certa ironia”” a provocação de um aliado que disse não saber por que brigara tanto para chegar ao comando do Planalto. “Nem eu sei”, respondeu o presidente.

É nos bastidores que Temer tem feito o balanço mais íntimo de seu primeiro ano de governo. No gabinete presidencial desde 12 de maio de 2016, passou a reclamar de isolamento, disse acreditar que seria mais fácil governar e fez uma analogia ao uso de tornozeleiras eletrônicas para falar da falta de liberdade para ir a lugares públicos.

Não que ele quisesse. De personalidade séria e reservada, o presidente tem centralizado cada vez mais o trabalho e, mesmo com os mais próximos, trata de poucos assuntos além da política.

Leia mais

Gigante do setor de alimentos, JBS teve empurrão do BNDES

Banco apoiou aquisições no exterior da JBS, transformando-a na maior processadora de carne do mundo

POR DANIELLE NOGUEIRA E ANA PAULA RIBEIRO – O Globo

Alvo da operação da Polícia Federal (PF) que investiga fraudes em financiamentos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a JBS é uma gigante do setor de alimentos e líder das exportações brasileiras de carne bovina, frango e suínos.

O grupo reúne marcas como Friboi, Seara, Swift, Big Frango e Doriana. Em seu site, se apresenta como a maior empresa de proteína no mundo, com 234 unidades e 230 mil funcionários. As fábricas da JBS exportam para mais de 150 países, como Estados Unidos, Alemanha e Japão.

Com ajuda do BNDES, a empresa cresceu e se internacionalizou numa época em que criar multinacionais de bandeira verde e amarelo fazia parte da estratégia do banco, política que ficou conhecida como a da escolha dos “campeões nacionais”.

Leia mais

Polícia Federal investiga fraude em aportes do BNDES à JBS

Operações após contratação de consultoria ligada a Palocci. Prejuízo aos cofres públicos chega a R$ 1,2 bilhão.

POR JAILTON DE CARVALHO / BÁRBARA NASCIMENTO – O Globo

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta sexta-feira, a Operação Bullish, que investiga fraudes em aportes concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio da subsidiária BNESPar, à JBS.

Os aportes foram realizados após a contratação de empresa de consultoria ligada ao ex-parlamentar Antonio Palocci, e tiveram tramitação recorde, segundo disse ao jornal O GLOBO uma fonte vinculada ao caso. Palocci está preso em Curitiba (PR).

Entre os alvos dos mandados estão Luciano Coutinho, que presidiu o banco de fomento entre 2007 e 2016, e os irmãos Joesley e Wesley Batista, que ficam à frente das empresas do grupo. Joesley Batista, no entanto, está em Nova York, como informa a coluna do Lauro Jardim.

Leia mais

Maia pede a cabeça de ministro do PTB

Zeca Ribeiro/CÂmara dos Deputados

Objetivo é reduzir a influência no governo do líder do PTB Jovair Arantes, seu adversário político

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tenta emplacar o deputado Benito Gama (PTB-BA) como ministro do Trabalho no lugar do atual titular da pasta, o deputado licenciado Ronaldo Nogueira (PTB-RS). Com a substituição, Maia quer reduzir a influência no governo do líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes (GO), que foi responsável pela indicação de Nogueira e é adversário político do presidente da Casa. Maia já levou o nome de Gama ao Palácio do Planalto.

O presidente da Câmara pressiona o governo a trocar o ministro do Trabalho. Ele e alguns líderes governistas se dizem incomodados com a atuação de Nogueira contra algumas matérias de interesse do governo e de parlamentares da base aliada, como o fim do imposto sindical e o projeto que regulamentou a terceirização irrestrita.

Além da atuação do ministro, o presidente da Câmara reclama da falta de controle de Nogueira sobre os votos dos deputados do PTB. Na votação da urgência para tramitação da reforma trabalhista, no dia 19 de abril, dos 17 integrantes da bancada, quatro votaram contra e cinco nem sequer apareceram para votar.

Leia mais

Prefeita do Assú vai gastar quase R$ 200 mil com água mineral e botijão de gás

O calor danado em Assú levou o prefeito Gustavo Soares a fechar contrato com duas empresas para gastar um total de R$ 190.226,75 (cento e noventa mil, duzentos e vinte e seis reais e setenta e cinco centavos).

Com a gastança, o prefeito Gustavo Soares, garante que não vai falta água nas repartições da Prefeitura do Assú, assim como, botijão de gás, apesar de não ter merenda nas escolas da rede pública municipal de ensino.

Palocci é alvo da Operação Bullish da Polícia Federal

O ex-ministro Antonio Palocci é alvo da Operação Bullish deflagrada nesta sexta-feira pela Polícia Federal. Palocci está preso em Curitiba pela Operação Lava Jato. A nova frente de investigação contra o petista não tem relação com a Lava Jato.

Ex-ministro da Fazenda de Lula e da Casa Civil no governo Dilma, Palocci deve fazer delação premiada, como revelou a Coluna. Ele está preso na superintendência da PF em Cuririba.

A Operação Bullish investiga fraudes e irregularidades em aportes concedidos pelo BNDES, por meio da subsidiária BNDESPar, a uma grande empresa do ramo de proteína animal. Os aportes, realizados a partir de junho de 2007, tinham como objetivo a aquisição de empresas também do ramo de frigoríficos no valor total de R$ 8,1 bilhões.

Leia mais

Com popularidade baixa, presidente irá anunciar reajuste do Bolsa Família

Michel Temer – Eraldo Peres/Associated Press

Temer usa área social para combater desgaste com as reformas da Previdência e trabalhista

Por Marina Dias – Folha de São Paulo

Numa tentativa de aumentar sua popularidade em meio às reações contra as reformas da Previdência e da legislação trabalhista, o presidente Michel Temer vai anunciar um novo reajuste do Bolsa Família, que pode chegar a 5%.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, o aumento no valor do benefício, hoje em média de R$ 182 por família, será oficializado em julho e ficará um pouco acima da inflação verificada no período.

Em discurso na reunião ministerial convocada para esta sexta (12) para marcar o primeiro ano de seu governo, Temer apontará o aumento concedido ao Bolsa Família em junho do ano passado, de 12,5% —após dois anos sem reajuste— e o fim da fila dos interessados nos benefícios.

Leia mais