Professores são condenados por receberem salários sem dar aula em Pedro Avelino

O juiz Ítalo Lopes Gondim, da Vara Única da Comarca de Lajes, condenou uma servidora pública da rede municipal de ensino da cidade de Pedro Avelino por ato de improbidade administrativa. Ela foi acusada de receber salário sem trabalhar, uma vez que pagava terceiras pessoas para exercerem sua função pública em seu lugar. Outros dois réus na mesma ação judicial tiveram a prescrição reconhecidas pela justiça em parte da acusação, mas também sofreram condenações em outras.

O Ministério Público afirmou que Francisco Canindé Câmara, Hildete Câmara Costa e Manoel Douglas Rufino praticaram ato de improbidade, pois recebiam seus vencimentos sem trabalhar, pagando para que terceiros desempenhassem suas funções na Escola Estadual Paulo VI. Segundo o Órgão Ministerial, os atos foram praticados nos anos de 2006, 2007 e 2008, mesmo após a assinatura do Termo de Cooperação n° 080/2008, ocorrido em 19 de maio de 2008.

Segundo o MP, no primeiro momento, os réus, na posição de professores concursados, pagavam terceiros para exercerem as suas funções. Posteriormente a assinatura do Termo de Cooperação com o Estado do Rio Grande do Norte e o Município de Pedro Avelino no ano de 2008, o município passou a realizar os pagamentos dos vencimentos dos acusados, sem que os mesmos trabalhassem, além de contratar professores temporários para desempenhar as funções deles.

Leia maisProfessores são condenados por receberem salários sem dar aula em Pedro Avelino

Só 2,4% dos jovens brasileiros querem ser professor

Resultado de imagem para Só 2,4% dos jovens brasileiros querem ser professor

Enquanto a maioria dos colegas de classe do ensino médio estudava para ser médico ou advogado, Henrique de Pinho José se imaginava dentro de uma sala de aula, ensinando Biologia. A vontade era tamanha que surpreendia os amigos e até mesmo os professores. José é uma exceção, já que no Brasil cada vez menos jovens querem seguir a carreira docente. Hoje, apenas 2,4% dos alunos de 15 anos têm interesse na profissão. Há dez anos, o porcentual era de 7,5%.

Os dados são do relatório Políticas Eficientes para Professores, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Na média, os países avaliados também tiveram queda na proporção de alunos de 15 anos interessados pela carreira. O porcentual passou de 6% dos adolescentes para 4,2%. Segundo o estudo, a baixa atratividade da carreira se deve ao pouco reconhecimento social e aos salários.

Filho de pais que não tiveram a oportunidade de fazer faculdade, José conseguiu uma bolsa em uma escola particular no ensino médio e depois cursou Biologia e licenciatura. “Para famílias menos favorecidas, ser professor não é uma péssima ideia. Mas, na escola privada, os alunos são incentivados a irem para carreiras mais prestigiadas”, diz. Hoje, aos 25 anos, ele dá aula para crianças de 6 e 7 anos em uma escola municipal de Praia Grande, no litoral paulista.

Leia maisSó 2,4% dos jovens brasileiros querem ser professor

Empresários tentam aproximação com candidatos às vésperas da eleição

Resultado de imagem para Empresários tentam aproximação com candidatos às vésperas da eleição

Às vésperas do início da corrida eleitoral, grandes empresários têm intensificado a agenda de conversas sobre as opções para o Planalto e buscado se aproximar dos presidenciáveis mais bem cotados na disputa até o momento. Os encontros em torno de pré-candidatos vêm sendo organizados de forma discreta e têm contado com alguns dos principais nomes do empresariado, que externam preocupação com os rumos do País.

É o caso de jantar oferecido há duas semanas por Guilherme Leal, sócio da Natura, para que amigos pudessem ouvir Marina Silva, da Rede. Segundo apurou o jornal “O Estado de S. Paulo”, o empresário reuniu em sua casa, em São Paulo, um grupo pequeno, mas influente: Roberto Setúbal, copresidente do conselho de administração do Itaú Unibanco, Walter Schalka, presidente da Suzano, Álvaro de Souza, presidente do conselho do Santander, Horácio Lafer Piva, presidente do conselho da Klabin, Fábio Barbosa, ex-presidente da Febraban e do Santander, e André Lara Resende, um dos formuladores do Real e assessor econômico de Marina.

Leal chegou a compor a chapa de Marina como seu vice em 2010, mas não participa da campanha desta vez. Seguiu engajado com a política por meio de iniciativas como a Raps, organização que investe na formação de lideranças políticas. Anfitrião e convidados não quiseram falar sobre o encontro. Segundo fontes, porém, a ideia era ter uma conversa “franca” para entender as propostas de Marina e ajudá-los a moldar sua visão sobre o cenário eleitoral. O plano é fazer outras conversas. O próximo a ser ouvido deve ser Álvaro Dias, do Podemos. 

Leia maisEmpresários tentam aproximação com candidatos às vésperas da eleição

Câmara tem mais de mil projetos que tramitam em regime de urgência

Rodrigo Maia (DEM-RJ), durante sabatina do jornal Correio Braziliense, em Brasília

Quando o projeto de lei 1.706/89 começou a tramitar em regime de urgência na Câmara dos Deputados, há 27 anos, Mikhail Gorbatchev presidia a União Soviética, a seleção brasileira era apenas tricampeã mundial e Neymar estava na barriga de sua mãe.

Isso porque nem todas as propostas em urgência na Câmara são tão urgentes assim: até o dia 12 de junho de 2018, constavam como ativas nesse tipo de tramitação 1.087 proposições, de acordo com levantamento do sistema da Casa obtido pela Folha.

Até hoje, o texto de 1989, que dispõe sobre cooperativas e é considerado prioritário desde 1991, não foi votado.

A listagem inclui projetos de lei e de lei complementar, apensados a outros ou não.

O número de urgências aprovadas no período é muito maior, uma vez que não são levados em conta os projetos com tramitação concluída.  Angela Boldrini – Folha de São Paulo

Leia maisCâmara tem mais de mil projetos que tramitam em regime de urgência

João Maia pode perder apoio de pastor em Assú para deputado federal

Após sacrificar a candidatura a reeleição do seu filho e deputado federal Felipe Maia, a desistência de Agripino na disputa pelo Senado, atinge mortalmente o presidente do PR e pré-candidato a deputado federal João Maia, principalmente em Assú e no Vale do Açu, desmanchando uma aliança ja fechada entre o líder do PR e o ex-vice-prefeito de Pau dos Ferros e o atual pastor da Assembléia de Deus em Assú Alfredo Luiz de Melo para federal.

O pastor Alfredo Melo que já tinha sinalizado apoiar o projeto para deputado federal de João Maia, agora deverá voltar atrás para abraçar a pré-candidatura da médica evangélica Carla Dickson (PROS), hoje vereadora em Natal e mulher do deputado estadual Albert Dickson ou do próprio Agripino para federal no lugar de João Maia.  Para o Senado, o pastor apoiará também o seu colega evangélico Antônio Jácome no lugar de José Agripino.

TSE vai julgar candidatura de mulheres ‘laranjas’

O TSE vai julgar casos de “candidaturas femininas fictícias” registradas oficialmente apenas para partidos e coligações tentarem cumprir a cota de exigência legal de reservar 30% das vagas para mulheres.

Um dos casos mais emblemáticos, de relatoria do ministro Jorge Mussi, trata de cinco candidatas à Câmara de Vereadores de Valença do Piauí, que tiveram votação inexpressiva, não praticaram atos de campanha nem tiveram gastos declarados em suas prestações de contas. A 18.ª Zona Eleitoral do Piauí viu fraude à legislação eleitoral no caso.

Para o Ministério Público Eleitoral, “candidaturas fictícias” relegam às mulheres “papel figurativo na disputa político-eleitoral” e refletem a “estrutura patriarcal que ainda rege as relações de gênero na sociedade brasileira”.

Laranjas. Uma das candidatas não obteve nenhum voto, outra obteve um e uma terceira sequer compareceu às urnas para votar. Coluna do Estadão 

Pastor Antônio Jácome deve ser o pré-candidato a senador no lugar de Agripino

Resultado de imagem para pastor antonio jacome

Com a definição do senador José Agripino, de abrir mão da vaga de senador para o pastor Antônio Jacome, a implicação política desse sacrifício atingiria em cheio, o deputado federal e seu filho, Felipe Maia (DEM), que não se candidataria neste ano. A médica Carla Dickson (PROS), hoje vereadora em Natal e mulher do deputado estadual Albert Dickson, seria candidata a deputada federal.

Ela iria em busca de conquistar as bases de Ântonio Jácome na comunidade evangélica. José Agripino concorreria, com isso, pela primeira vez em uma chapa proporcional. Ele está no quarto mandato no Senado. Foi prefeito de Natal e governador em dois mandatos.

Agripino vai anunciar em breve desistência na disputa para senador

O senador José Agripino, presidente estadual do Democratas (DEM), teria desistido de concorrer à reeleição para se candidatar a deputado federal. Em conversas com aliados e correligionários, afirmou que essa decisão deve ser, em breve, anunciada oficialmente.

A possibilidade de José Agripino não concorrer ao Senado estava em cogitação há meses. Mas, nos últimos dias, as conversas sobre a definição da chapa majoritária na aliança entre PDT, MDB e DEM, no Rio Grande do Norte, se tornaram mais objetivas.

Com a decisão de José Agripino, o deputado federal Antônio Jácome (Podemos) seria um dos candidatos dessa coligação ao Senado. A aliança também seria integrada, assim, pelo Podemos. A chapa ficaria com Carlos Eduardo (PDT), para o governo, e Garibaldi Filho (MDB) e Antônio Jácome, para o Senador. As informações são da Tribuna do Norte.

Com suspeita de superfaturamento, Bruno & Marrone vira garoto propaganda de assessor de George Soares

A dupla Bruno & Marrone contratada pelo governo do prefeito Gustavo Soares com suspeita de superfaturamento, acabou fazendo um papelão durante a apresentação do show ontem a noite.

Em São Miguel, a dupla sertaneja recebeu dos cofres do município, a bagatela de R$ 230 mil. Já a Prefeitura do Assú pagou R$ 250 mil para eles animarem a festa por uma hora, quase a metade do tempo fixado de uma hora e meia no contrato. Na brincadeira, a dupla recebeu um total de R$ 20 mil a mais do que pagou a Prefeitura de São Miguel, no Alto Oeste.

Apesar de deixar a população de castigo por mais de uma hora e meia no buraco do prefeito, o cantor Bruno para compensar o atraso com a Prefeitura do Assú e ficar numa boa com o pessoal da PMA, fez um vídeo comercial de uma pousada da cidade de propriedade do empresário Alderlan Berto, que também é assessor do deputado estadual George Soares e ganha mais de R$ 10 mil sem pisar na Assembléia Legislativa.

Proposta de reforma administrativa vai reavaliar 300 carreiras na União

O governo Michel Temer deverá deixar para o próximo presidente da República uma proposta de reforma administrativa, com redução das 300 carreiras existentes.

O plano vai prever maior mobilidade de servidores entre os órgãos, alongamento da ascensão remuneratória, redução de salários iniciais e novos incentivos para o bom funcionário público.

As mudanças poderão ser encaminhadas ainda neste ano ao Congresso Nacional na transição de governo.

Em entrevista à Folha, o ministro do Planejamento, Esteves Colnago, afirmou que a reforma administrativa é tão necessária quanto à da Previdência e a revisão de programas sociais para garantir o cumprimento do teto de gastos.

Segundo ele, a situação da máquina administrativa hoje “não está gerenciável”. “Agora isso é briga de cachorro grande, mais difícil do que a reforma da Previdência.”

Há dois meses no cargo, Colnago disse que o repique na inflação provocado pela paralisação dos caminhoneiros ajudará o próximo governo a cumprir o teto no primeiro ano, abrindo folga fiscal de R$ 12 bilhões a R$ 15 bilhões. 

Leia maisProposta de reforma administrativa vai reavaliar 300 carreiras na União

Desgoverno e abandono, marcam gestão do prefeito do Assú Gustavo Soares

Apesar do esforço de tentar querer demonstrar responsabilidade com coisa pública, o prefeito do Assú, Gustavo Soares, que vem desrespeitando o Plano de Cargos e Salários dos Servidores e não concede aumento ao funcionalismo desde que assumiu o governo, vem utilizando um Termo de Ajustamento de Gestão – TAG pactuado pela administração municipal e o Ministério Público junto ao TCE/RN, para justificar o desgoverno e o abandono da cidade pela gestão virtual, irresponsável e incompetente.

Com quase dois anos, o prefeito Gustavo Soares, vem enchendo a Prefeitura do Assú de cargos comissionados para atender ao seu irmão e deputado George Soares e outros aliados, além de nomear uma equipe na sua maioria réus condenados e réus acusados de roubar os cofres do município no governo do seu pai. Não tem como a população acreditar num governo que faz este tipo de escolha para tomar conta do dinheiro público.

Nesse período, o prefeito Gustavo Soares que brinca de governar o Assú, enquanto aparece uma ou duas vezes por mês para embolsar a bagatela de R$ 18 mil mensais, usa a mídia paga com dinheiro dos cofres da Prefeitura do Assú para olhar pelo retrovisor e apontar a culpa na gestão passada. Até hoje, o prefeito não criou a famosa guarda municipal, mas contratou uma empresa de vigilancia de Natal, por quase 800 mil para cuidar do patrimônio do municipio.

George Soares quer enganar a quem?

Depois de posar para foto e anunciar apoio a pré-candidata a senador pelo PHS Zenaide Maia, o deputado estadual George Soares, do PR, também posou para foto entre os senadores e candidatos a reeleição José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (MDB).

Afinal, o deputado George Soares que ainda não se definiu apoio para o segundo pré-candidato a senador, quer enganar a quem: Garibaldi ou Agripino?.

Ivan Júnior prestigia novena e jantar no São João do Assú

O ex-prefeito do Assú e pré-candidato a deputado estadual pelo PSD Ivan Júnior participou ontem da novena de São João Batista e jantar de São João, na companhia de sua esposa, a médica Vanessa Brasileiro.

O padre Flávio Forte, um dos idealizadores do santuário de Irmã Lindalva como centro de peregrinação e turismo religiosa, cumprimentou o casal Ivan/Vanessa, no meio da multidão que lotou a igreja

Apesar dos esforços do ex-prefeito e do padre, o Assú no governo do prefeito Gustavo Soares, irmão do deputado estadual George Soares, acabou perdendo a verba destinada pelo Ministério do Turismo na época do ex-ministro Henrique Alves.

Bruno & Marrone são vaiados no São João em Assú e recebem R$ 4 mil por minuto no show

Dupla se apresentou neste sábado em Assu (Foto: Bruno Andrade)

Com um atraso de uma hora e 22 minutos, o show da dupla Bruno & Marrone, o mais caro da festa de São João que custou a bagatela de R$ 250 mil aos cofres da Prefeitura do Assú, gerou revolta e indignação na multidão presente ontem a festa junina.

A apresentação de Bruno & Marrone estava prevista para 02hs da madrugada, mas com o atraso, eles iniciaram o show exatamente às 03h22 minutos, quando subiram no palco e se apresentaram por 01h04 minutos de show, deixando muita gente insatisfeita que estava no buraco do prefeito.

Apesar de vaiados por chegarem atrasados, Bruno & Marrone embolsou um cachê de R$ 250 mil, o que significa que eles receberam aproximadamente pela apresentação de duração de 60 minutos, a milionária quantia de R$ 4 mil por minuto no show.

Comenta-se nos bastidores que o Ministério Público deverá abrir inquérito para investigar se aconteceu quebra de claúsula do contrato da dupla sertaneja com a Prefeitura do Assú, e se o prefeito Gustavo Soares pagou o valor total a dupla Bruno & Marrone.

 

Deputado George Soares espera por apoio do MDB do Assú

Apesar da boa relação política e administrativa com o prefeito do Assú Gustavo Soares, a vice-prefeita do MDB Sandra Alves, até agora não declarou apoio a reeleição do deputado estadual do PR, George Soares.

Na campanha eleitoral para prefeito em 2016, o deputado estadual do MDB Nelter Queiroz, deixou de participar do embate eleitoral na cidade a pedido do empresário e marido da vice-prefeita Helder Alves.

O casal Sandra e Helder que seguem orientação política do senador Garibaldi Alves Filho, continuam em cima do muro.

O prefeito do Assu Gustavo Soares e o seu irmão, deputado George Soares, também não declararam apoio a reeleição de Garibaldi, mas já sinalizaram apoio a Zenaide Maia, irmã de João Maia para o Senado.

%d blogueiros gostam disto: