Fortalecido, Alckmin vira opção para presidir PSDB

Geraldo Alckmin

Em meio à guerra fratricida no PSDB pelo comando do partido, as correntes internas convergem na defesa do governador Geraldo Alckmin como candidato à Presidência da República em 2018. O nome do chefe do Executivo paulista também passou a ser cotado como alternativa para chefiar a sigla no próximo ano, o que evitaria um racha na convenção tucana marcada para o dia 9 de dezembro.

Alckmin foi sondado recentemente por deputados sobre a possibilidade de presidir a sigla, mas desconversou. Embora não descarte a ideia, ele quer preservar a boa relação que mantém com os dois nomes que pleiteiam o cargo: o governador de Goiás, Marconi Perillo, e o senador Tasso Jereissati (CE), presidente interino do partido.

Ambos apoiam a pré-candidatura presidencial de Alckmin, bem como a maioria da bancada do PSDB na Câmara. Aliados de Perillo dizem que ele aceitaria abrir mão da disputa caso houvesse uma convergência em torno da tese de eleger o governador paulista para liderar o PSDB. Já Tasso ainda não oficializou sua intenção de tentar a reeleição, o que deve acontecer na semana que vem. As informações são de O Estado de São Paulo.

Leia maisFortalecido, Alckmin vira opção para presidir PSDB

Raquel diz que ‘corruptos são escravos da ganância’

A procuradora-geral Raquel Dodge disse nesta quarta-feira, 1, que ‘os corruptos são escravos da ganância e perpetuadores da desigualdade’. Na abertura do 34.º Encontro Nacional dos procuradores da República em Porto de Galinhas (PE), sob o tema ‘O Ministério Público Federal na defesa da ordem econômica’, Raquel atacou a corrupção e até citou a Lava Jato, maior investigação já desfechada contra os malfeitos na administração pública.

“Escravos e corruptos nos lembram que, em uma sociedade profundamente desigual, e onde o patrimônio público, comum a todos, tem sido corrompido na elevada proporção revelada pela Lava Jato, o Ministério Público deve sempre agir com firmeza e coragem, sob as balizas da lei’.

Raquel abordou e defendeu temas que tanto prezam seus pares – como, por exemplo, a execução de prisão para condenados em segundo grau judicial. As informações sao de O Estado de São Paulo.

Leia maisRaquel diz que ‘corruptos são escravos da ganância’

Geddel quer descobrir quem denunciou à PF o bunker dos R$ 51 milhões

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) pediu ao Supremo Tribunal Federal, nesta quarta-feira, 1, que seja revelado o número de telefone utilizado para fazer a denúncia anônima sobre o bunker dos R$ 51 milhões atribuídos a ele. A montanha de dinheiro vivo foi encontrada em malas e caixas em um apartamento na cidade de Salvador.

O montante – maior volume de dinheiro vivo já apreendido pela PF na história – em que foram encontradas impressões digitais do peemedebista, estava em um apartamento na capital baiana a pouco mais de um quilômetro da residência do peemedebista. A Polícia Federal descobriu o tesouro por meio de uma denúncia anônima. Geddel é investigado por lavagem de dinheiro.

Alvo de inquérito por lavagem de dinheiro, o ex-ministro de Lula e Temer foi preso pela segunda vez no dia 8 de setembro, no âmbito da Operação Tesouro Perdido. Ele já havia sido encarcerado no dia 3 de julho, pela primeira vez, por obstrução de Justiça, crime pelo qual é denunciado pela Procuradoria, e respondia em regime domiciliar quando o apartamento com malas e caixas de dinheiro foi descoberto. As informações são de O Estado de São Paulo.

Leia maisGeddel quer descobrir quem denunciou à PF o bunker dos R$ 51 milhões

Maia e Heráclito querem criar um novo partido com 50 deputados

Resultado de imagem para maia e heraclito fortes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ),  e o seu colega deputado Heráclito Fortes (PSB-PI), costuram a criação de um novo partido que integraria o DEM e dissidentes de outras siglas, principalmente o PSB.

A nova legenda, segundo a previsão de Heráclito, poderá alcançar uma bancada de 50 deputados até o fim do ano. “Ainda estamos discutindo o nome, mas o partido deve ser lançado muito em breve”, disse à Folha.

O deputado piauiense tem vaga cativa nas viagens internacionais da Câmara e integra a caravana que viaja por quatro países nesta semana. Se a previsão se confirmar, a sigla teria mais cadeiras na Câmara que o PSDB atualmente. As informações são da Folha de São Paulo.

Avião da FAB faz trajetos aéreos de Maia e comitiva

Resultado de imagem para Na Itália, comitiva de Maia participa de homenagem a militares mortos

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e a comitiva que o acompanha em viagem internacional participaram hoje de uma cerimônia, em Pistoia (Itália), em homenagem aos militares brasileiros mortos em batalhas da Segunda Guerra Mundial no norte do país europeu.

Essa viagem tem sido duramente criticada por acontecer em um momento crítico da política brasileira e pelo fato de ter sido custeada pelos cofres públicos.

Os trajetos aéreos estão sendo realizados com um avião da FAB. O valor de uma passagem aérea com o trajeto São Paulo – Tel Aviv – Roma – São Paulo (sem incluir Portugal) teria o custo de R$ 28.500 em classe executiva, de acordo com o site da companhia Air France. As informações são da Folha de São Paulo.

Leia maisAvião da FAB faz trajetos aéreos de Maia e comitiva

Cientistas detectam ‘vazio’ do tamanho de um avião na pirâmide de Quéops

ORG XMIT: 044201_0.tif CAIRO, EGITO, DATA DESCONHECIDA: Menino brinca perto de Quéops, a maior das três pirâmides de Gizé, construída para ser a tumba do faraó Quéops (2251 a.C. a 2528 a.C.); ele escolheu um local ao norte de Mênfis, capital do Egito na época, para construir seu complexo funerário. (Foto: Guilherme Tosetto/Folhapress)

A pirâmide de Quéops no Egito, uma das sete maravilhas do mundo antigo, escondia há 4.500 anos uma surpresa. Cientistas anunciaram nesta quinta-feira a descoberta de uma enorme cavidade em seu interior que nenhuma teoria havia antecipado.

A cavidade é “tão grande como um avião de 200 passageiros no coração da pirâmide”, declarou à AFP Mehdi Tayubi, codiretor do projeto ScanPyramids, responsável pela descoberta.

Uma equipe de cientistas egípcios, franceses, canadenses e japoneses trabalha desde o final de 2015 na pirâmide, utilizando tecnologia de ponta não invasiva, que permite observar através dela para descobrir possíveis espaços ou estruturas internas desconhecidas.

O objetivo é aprender um pouco mais sobre a construção das pirâmides, que sempre foi cercada de mistérios.

O monumento, de 139 metros de altura e 230 de largura, fica no complexo de Gizé, próximo do Cairo, perto da Grande Esfinge e das pirâmides de Quéfren e Miquerinos. As informações são da Folha de São Paulo.

Leia maisCientistas detectam ‘vazio’ do tamanho de um avião na pirâmide de Quéops

PT ajudou a alterar relatório de CPI para livrar vice da Caixa

Um dos acusados de envolvimento com a organização criminosa que desviava recursos públicos na liberação de empréstimos do FI-FGTS, segundo a investigação da Polícia Federal, era o vice-presidente de Gestão de Ativos e Terceiros da Caixa, Marcos Roberto Vasconcelos. Ele exercia função essencial para a liberação de dinheiro para a quadrilha comandada pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima e o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Marcos Roberto poderia ter sido expurgado do serviço público ainda no início de 2016, quando o nome dele foi citado no relatório final da CPI dos Fundos de Pensão da Câmara dos Deputados. Mas ele recebeu uma ajuda providencial para permanecer no cargo até setembro.

Mensagens de celular recuperadas pela Polícia Federal mostram que coube ao então presidente do PT no Paraná, o deputado federal Enio Verri, ajudar a retirar o nome de Marcos Roberto do relatório final da CPI. No dia 13 de abril de 2016, Marcos Roberto enviou uma mensagem ao parlamentar perguntando se ainda havia tempo para alterar o relatório da CPI. “Enio diz que sim”, diz um relatório da Delegacia de Inquéritos Especiais da Polícia Federal, ao qual VEJA teve acesso. As informações são de Hugo Marques, revista VEJA.

Leia maisPT ajudou a alterar relatório de CPI para livrar vice da Caixa

Ministro do PSDB, Aloysio admite à PF pedido de doação à Odebrecht

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), admitiu em declarações à Polícia Federal ter pedido doações para a campanha eleitoral de 2010 à Odebrecht e assumiu ainda ter se reunido no Palácio dos Bandeirantes com o delator Carlos Armando Paschoal, o CAP, que o acusa de receber R$ 500 mil em caixa 2, por meio de dois repasses.

O depoimento, no dia 3 de maio, se deu no âmbito do inquérito 4428/DF, que o investiga por suposto favorecimento da empreiteira em obras do Rodoanel, em São Paulo. O tucano nega que nos encontros tenham sido tratadas irregularidades. O relator do caso no Supremo Tribunal Federal é o ministro Gilmar Mendes.

No último dia 24, a procuradora-geral da República Raquel Dodge pediu que Aloysio seja reinquirido no inquérito 4428/DF, inclusive sobre quem o tucano apresentou ao executivo Carlos Armando Paschoal, o ‘CAP’, delator ligado à Odebrecht e apontado como pagador de propinas da empreiteira. As informações são de O Estado de São Paulo.

Leia maisMinistro do PSDB, Aloysio admite à PF pedido de doação à Odebrecht

‘Sim, sou presidenciável’, diz Meirelles em entrevista a revista VEJA

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, admitiu pela primeira vez publicamente que pode concorrer ao cargo de presidente em 2018. Em entrevista à revista Veja divulgada nesta quinta-feira, Meirelles assumiu que é presidenciável e disse que o cenário é favorável a um candidato reformista. O ministro, no entanto, ressaltou que as “condições políticas e eleitorais” precisam ser analisadas e que uma eleição majoritária no Brasil “não é uma questão tão simples”.

“Sim, sou presidenciável. As pessoas falam comigo, me procuram, mas ninguém me cobra uma definição. No mundo político, por exemplo, dizem o seguinte: o senhor tem o meu apoio, estou torcendo para isso. Tenho por característica pessoal ser bem pé no chão. Dificilmente vou fazer alguma coisa baseado no entusiasmo. Tenho consciência de que o importante agora é fazer meu trabalho aqui no Ministério da Fazenda. Fazer um trabalho sério e entregar resultados. O futuro é outra coisa. Vamos aguardar”, declarou o ministro. As informações são de O Globo.

Leia mais‘Sim, sou presidenciável’, diz Meirelles em entrevista a revista VEJA

Raquel e os procuradores debatem a defesa da ordem econômica na paradisíaca Porto de Galinhas,

Na paradisíaca Porto de Galinhas, como palco o Enotel Resorts Convention, teve início neste dia 1.ºde novembro, e segue até o dia 5, domingo, o 34.º Encontro Nacional dos Procuradores da República. Raquel Dodge, a procuradora-geral, e seus pares debatem ‘o Ministério Público Federal e a defesa da ordem econômica’.

A programação conta com nomes do meio jurídico e jornalistas, informa o site da Associação Nacional dos Procuradores (ANPR). O encontro foi aberto por Raquel e pelo ministro Luís Barroso, do Supremo Tribunal Federal. Nesta quinta, 2, a programação inclui o professor e jornalista Clóvis de Barros em palestra sobre ética relacional. E os jornalistas André Guilherme Vieira (Valor Econômico) e Leonardo Cavalcanti (Correio Braziliense) em mesa redonda para tratar do ‘Impacto da atividade do MPF na conjuntura econômica e política’.

Acordos de leniência é o tema do painel que será realizado na sexta, 3. Participarão do debate a coordenadora da 5.ª Câmara do Ministério Público Federal, subprocuradora-geral da República Mônica Nicida, o integrante da força-tarefa da Greenfield, procurador Paulo Gomes Ferreira Filho, o integrante da força-tarefa da Lava Jato, procurador Paulo Roberto Galvão de Carvalho, e a coordenadora do grupo de trabalho da 5.ª Câmara de Coordenação e Revisão, procuradora regional Samantha Chantal Dobrowolski. As informações são de O Estado de São Paulo.

Raquel defende manter prisão após 2ª instância

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu nesta quarta-feira, 1, que o Supremo Tribunal Federal (STF) mantenha a decisão de prisão após segunda instância. Caso a Corte decida rever o tema, segundo Dodge, a pena será a perda de credibilidade nas instituições.

“Nossa agenda mais recente deve incluir a luta pelo fim da impunidade. Para isto, é necessário defender no Supremo Tribunal Federal o início da execução da pena quando esgotado o duplo grau de jurisdição, com a condenação do réu pelo Tribunal intermediário”, disse a procuradora-geral.

Dodge participou da abertura do 34º Encontro Nacional de Procuradores da República, promovido pela ANPR, em Porto de Galinhas (PE), que acontecerá até domingo, 5. As informações são de O Estado de São Paulo.

Leia maisRaquel defende manter prisão após 2ª instância

Ministério Público da Espanha pede prisão de líder catalão

Puigdemont faz pronunciamento na sede do governo catalão.  Foto: Garcia/Generalitat de Catalunya/Handout via Reuters

O Ministério Público da Espanha pediu nessa quinta-feira, 2, a prisão do governador deposto da Catalunha, Carles Puigdemont, e de oito membros do seu extinto gabinete por crimes de rebelião e por desvio de verbas públicas. Todos são considerados membros ativos do movimento independentista, que realizou o plebiscito não-autorizado de 1º de outubro e participou da declaração de independência unilateral na última sexta-feira. Se forem condenados, os membros serão passíveis de até 30 anos de prisão.

A decisão da procuradoria foi informada na tarde de hoje, horário local, após uma sequência de interrogatórios realizados com ex-membros do governo. Puigdemont continua refugiado em Bruxelas, onde está desde o final de semana, não compareceu à audiência do MP e não prestará depoimento à Alta Corte de Justiça da Espanha, em Madri, onde 14 membros de seu governo não esperados até amanhã. Além do líder independentista, quatro outros já anunciaram que não comparecerão. As informações são de O Estado de São Paulo.

Leia maisMinistério Público da Espanha pede prisão de líder catalão

Janot estreia no Twitter e avisa que vai acompanhar a luta contra a corrupção

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot criou um perfil no Twitter nesta quinta-feira. Em uma das suas primeiras publicações, Janot garante que não pretende disputar cargo eletivo e afirma que usará a rede social para acompanhar a luta contra a corrupção no Brasil e na América Latina

“Este é o meu perfil oficial. Antes que perguntem, já respondo: não sou candidato a nenhum cargo eletivo. Sigo com a agenda anticorrupção”, escreveu Janot e completou: “Saúdo todas as tribos do Twitter. Acompanharei aqui a luta de todos nós contra a corrupção no Brasil e em nossos vizinhos da América Latina”.As informações são de O Globo.

Ex-prefeito Germano Patriota é condenado a 8 anos e dois meses de prisão

Resultado de imagem para Ex-prefeito germano patriota

O ex-prefeito de Ielmo Marinho, Germano Patriota, foi condenado por matar por atropelamento a assistente social Regina Coelli de Albuquerque em 2004, segundo decisão de prisão decretada pela juíza Eliana Alves Marinho.

A sentença confirma o trânsito em julgado do processo que condenou Germano Patriota a 8 anos e dois meses de prisão.

A defesa do ex-prefeito, afirmou que o início de cumprimento deve ser em semiaberto com uso de tornozeleira eletrônica.

‘Guerra nunca mais!’, fala o papa Francisco no Dia de Finados

O papa Francisco lançou nesta quinta-feira, 2, um “guerra nunca mais!” ao visitar na Itália dois lugares emblemáticos dos horrores da Segunda Guerra Mundial, por ocasião do Dia de Finados.

“Guerra nunca mais, essa tragédia inútil nunca mais!”, lançou o pontífice ao recordar que com a guerra “se perde tudo”.

Em uma homilia improvisada diante de milhares de túmulos do cemitério americano de Nettuno, o papa argentino rezou por “esses jovens, justamente agora que o mundo está novamente em guerra”.

Neste cemitério, 60 quilômetros ao sul de Roma, estão enterrados 7.860 soldados e enfermeiras americanos que perderam a vida nas batalhas que começaram em janeiro de 1944, após o desembarque das tropas aliadas no porto de Anzio.

“Os homens fazem todo o possível para declarar e fazer guerra e, no final, destroem a si mesmos”, comentou, citando as palavras de uma idosa japonesa em frente às ruínas de Hiroshima, devastada pela bomba nuclear.
“Isso é a guerra: a destruição de nós mesmos”, insistiu. As informações são de O Globo.

Leia mais‘Guerra nunca mais!’, fala o papa Francisco no Dia de Finados

%d blogueiros gostam disto: