Encontro do PSD no Vale do Açu é sucesso de público e de entusiasmo popular

Com a presença do governador Robinson Faria e do seu filho, deputado federal Fábio Faria, o Encontro do PSD do Vale do Açu, realizado ontem a noite para anunciar a pré-candidatura a deputado estadual do ex-prefeito Ivan Júnior e da sua esposa, a médica Vanessa Brasileiro, para deputado federal, foi um sucesso de público e de muito entusiasmo da população presente ao evento.

Numa demonstração de força popular, união e fortalecimento da região, os pré-candidatos Ivan Júnior e Vanessa Brasileiro reuniram uma multidão no Dida.Tom, além de lideranças políticas e comunitárias que estão engajadas nesse projeto de crescimento e de desenvolvimento político de Assú e dos demais municípios do Vale do Açu. 

Preso em Curitiba, Lula é lançado candidato do PT ao Planalto

Mesmo preso, Lula é oficializado como candidato à Presidência

No início da tarde deste sábado (4), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi aprovado por militantes e dirigentes do PT como o candidato do partido ao Planalto.

Há quatro meses, Lula está preso em Curitiba, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, mas tem coordenado as principais movimentações da pré-campanha para abrir espaço a uma candidatura competitiva de seu partido na disputa de outubro.

Durante a convenção nacional do PT, em São Paulo, a presidente da sigla, Gleisi Hoffmann (PR), fez um discurso inflamado, em que repetiu que vai registrar o petista no dia 15 de agosto como uma afronta ao que chamou d e “sistema podre”. Segundo Gleisi, não existe política no país hoje sem Lula ou sem o PT.

“É um momento histórico. Esta é a ação mais confrontadora contra esse sistema podre”, disse Gleisi. “Eles não vão conseguir tirar Lula desse jogo. Não existe política nesse país sem falar de Lula e sem falar de PT”, completou.

Dirigentes do PT tentaram fazer do evento deste sábado (4) uma aclamação a Lula, sem discutir, no primeiro momento, divergências que rondam o partido desde sexta-feira (3), principalmente quanto à definição de um nome para vice na chapa petista e à candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco. Catia Seabra e Marina Dias – Folha de São Paulo

Leia maisPreso em Curitiba, Lula é lançado candidato do PT ao Planalto

PSB inicia homologação de candidaturas proporcionais

O PSB do Rio Grande do Norte iniciou o registro de candidaturas proporcionais do partido para as eleições deste ano. A abertura da convenção partidária, que acontece em Natal, neste sábado (4), foi feita pelo deputado federal Rafael Motta, que preside o partido no Estado, e contou com a presença do vice-governador Fábio Dantas (PSB) e do deputado estadual Ricardo Motta (PSB).

Já foram homologadas as candidaturas à reeleição de Rafael Motta e de Ricardo Motta. O vereador de Natal Franklin Capistrano e a ex-prefeita de Mossoró Fafá Rosado também vão para estadual. Além deles, Arthur Maynard, Sérgio Henrique, Peba, Figueiredo Rodoviário, Marcio Kemps, Professor Chico Macaíba, Débora Vitória e Felipe França já tiveram suas candidaturas homologadas.

“Seguiremos unidos com o propósito de honrar a bandeira do PSB no RN e os potiguares na Câmara dos Deputados, viabilizando obras e ações e votando de acordo com os interesses sociais”, disse Rafael Motta na abertura, que contou com a participação de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e outras lideranças do interior do Estado.  

Com relação ao apoio majoritário do partido, Rafael declarou que essa decisão será tomada após convenção do Diretório Nacional, que acontece neste domingo (5), em Brasília. A convenção estadual do PSB segue durante todo o dia.

Festival de inverno na busca da interiorização do turismo no RN

A artesã Josefa Modesto, que há dois anos participa da feira trazendo seus crochês diz que eventos como esse é a grande saída para empreendedores como ela.

Com o objetivo de fortalecer o Turismo, o Estado do RN está promovendo a 8ª edição Festival de Inverno de Serra de São Bento, que acontece até este domingo (5). O investimento é através de recursos do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial que visa fomentar o turismo do interior.

“Estamos promovendo o turismo do polo Agreste/Trairi, no estande da secretaria de turismo, o turista tem informações de todos os atrativos da região” declarou o secretário de Turismo do RN, Manoel Gaspar.

Segundo a organização, o público que vem à procura da culinária da região, do artesanato, e das apresentações culturais, na Arena da Serra, é estimado em 50 mil pessoas, durante os três dias do evento.

Leia maisFestival de inverno na busca da interiorização do turismo no RN

Guarda municipal condenado por tortura e homicídio é capturado em Vera Cruz

Crime aconteceu em 2013 e já havia decisão confirmada em segunda instância para cumprimento de pena de 11 anos e 8 meses de prisão

Com apoio da Polícia Militar, policiais do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – órgão do Ministério Público do Rio Grande do Norte – prenderam na tarde desta sexta-feira (3) o guarda municipal Jairo Jefferson de Andrade, de 36 anos, na cidade de Vera Cruz, após denúncia anônima dando conta de seu paradeiro.  

Jefferson, que atua na Guarda Municipal em Monte Alegre, foi condenado a 11 anos e 8 meses de prisão em regime fechado por crime de tortura contra adolescente seguida de morte. O fato aconteceu no ano de 2013, durante um evento festivo realizado no município. 

Após a decisão confirmada em segunda instância, ele passou a se esquivar do cumprimento da sentença, mudando constantemente de endereço. Jefferson foi preso em sua atual residência na cidade de Vera Cruz, distante 50 quilômetros da capital. 

Leia maisGuarda municipal condenado por tortura e homicídio é capturado em Vera Cruz

MPF ingressa com ação contra ex-prefeito de Arez por não prestar contas

Dr. Erço não justificou os gastos com dinheiro que deveria ser investido na erradicação do trabalho infantil

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou uma ação civil de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Arez, Erço de Oliveira Paiva. Também conhecido como Dr. Erço, o réu ocupou o cargo por dois mandatos seguidos (entre 2009 e 2016) e não prestou contas de um repasse do Fundo Nacional de Assistência Social, no ano de 2010. 

Até agosto de 2016, o valor atualizado era de R$ 441.361,06 e deveria ter sido investido no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti). Na época da omissão, o prejuízo correspondia a R$ 244.538,51. A ação do MPF é de autoria do procurador da República Fernando Rocha e revela que Erço Paiva nunca informou o destino da verba, repassada pelo Ministério do Desenvolvimento Social (na época Ministério de Desenvolvimento Agrário).

De acordo com a ação do MPF, o fundo nacional enviou vários ofícios para alertar o ex-prefeito quanto às suas responsabilidades. “Apesar das tentativas de comunicação feitas administrativamente com o ex-gestor, o FNAS não obteve resposta.”

A ação foi protocolada na Justiça Federal sob o número 0807771-10.2018.4.05.8400 e Erço de Oliveira Paiva deve responder por improbidade administrativa, podendo ser condenado à perda da função pública; dos direitos políticos; ao pagamento de multa; e a ser proibido de contratar com o serviço público pelo prazo de três anos.

Márcio Lacerda recorre ao TSE contra executiva nacional do PSB

O ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda (PSB) recorreu nessa sexta-feira ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a executiva nacional de seu partido. Ele quer derrubar decisão que alterou a composição do diretório de Minas Gerais com a intenção de barrar sua candidatura ao governo mineiro.

A retirada da candidatura faz parte de um acordo do PSB com o PT, que tirou a vereadora Marília Arraes da disputa contra o governador pernambucano Paulo Câmara, que busca a reeleição.

Lacerda argumenta que não foi dado direito ao contraditório e à ampla defesa aos dirigentes mineiros retirados do cargo. O ex-prefeito destaca que a convenção do partido em Minas Gerais está marcada para este sábado e, por isso, pede a concessão de medida liminar para que os cargos sejam devolvidos a seus aliados.

“Não houve sequer a comunicação formal da destituição, desprovida, insista-se, de qualquer contraditório, ainda que mínimo, sem embargo da vigência da Comissão Provisória se encerrar somente em 21.11.2018”, afirma o ex-prefeito, na petição.

O caso será analisado pelo ministro Napoleão Nunes Maia. O Globo

Lula desafia orientação do TSE e segura definição de vice

Presidenciáveis 2018

A dois dias do prazo final da oficialização das chapas presidenciais, o PT chegará à sua convenção nacional, neste sábado (4), sem a presença de seu candidato nem de um vice na disputa pelo Planalto.

Detido em Curitiba, Luiz Inácio Lula da Silva decidiu desafiar a lei eleitoral e uma recomendação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e não indicar um vice até o dia 6 (segunda-feira).

O ex-presidente optou por seguir seu plano inicial e prolongar a indefinição sobre o candidato que o acompanhará em sua chapa para a sucessão de Michel Temer. O plano é esticar a indefinição até dia 15, prazo final do registro de candidaturas. 

Embora tenha sido aconselhado por sua assessoria jurídica a formalizar os nomes já na convenção, em São Paulo, Lula brecou as negociações imediatas entre PT e Manuela D’Ávila (PC do B) e pediu que a presidente petista, Gleisi Hoffmann (PR), afirmasse publicamente que a sigla não anunciaria o vice neste momento.

A lei eleitoral, no entanto, diz que o prazo final é 24 horas após o período de convenções —ou seja, dia 6. “A escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações deverão ser feitas no período de 20 de julho a 5 de agosto do ano em que se realizarem as eleições, lavrando-se a respectiva ata em livro aberto, rubricado pela Justiça Eleitoral, publicada em vinte e quatro horas em qualquer meio de comunicação”, diz o artigo 8º da lei 9504/97. Marina Dias e Catia Seabra – Folha de São Paulo

Leia maisLula desafia orientação do TSE e segura definição de vice

Bolsonaro admite possibilidade de privatizar a Petrobras, apesar de se dizer ‘pessoalmente contra’

Jair Bolsonaro, pré-candidato à Presidência do PSL, durante entrevista à GloboNews
Jair Bolsonaro, pré-candidato à Presidência do PSL, durante entrevista à GloboNews – Reprodução GloboNews

O pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, afirmou que existe a possibilidade de privatizar a Petrobras, se eleito em outubro, apesar de ser “pessoalmente contra” a ideia.

“Se não tiver uma solução, eu sugiro a privatização da Petrobras. Acaba com esse monopólio estatal. Se não tiver solução, tem que privatizar”, disse em entrevista ao Central das Eleições, programa da GloboNews, nesta sexta (3). “Eu entendo que a Petrobras é estratégica. Por isso eu não gostaria de privatizá-la, esse é o sentimento meu. Então é o recado que eu dou para o pessoal da Petrobras: vamos ajudar a buscar uma solução.”

Bolsonaro também afirmou que acha estratégico manter o Banco do Brasil e a Caixa como estatais, sinalizando que não pretende privatizá-los. Sobre os Correios, o presidenciável afirmou que a estatal “lamentavelmente não tem jeito”. Folha de São Paulo

Leia maisBolsonaro admite possibilidade de privatizar a Petrobras, apesar de se dizer ‘pessoalmente contra’

Presidente do TST proíbe transparências e decotes no tribunal

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, João Batista Brito Pereira, baixou portaria com regras de vestimenta para frequentar a Corte. Está vedado trajar calças colantes, minissaias, transparências e decotes, calças jeans rasgadas, shorts, bermudas, sandálias rasteirinhas…

As novas regras surpreenderam servidores e até mesmo ministros, que demonstraram-se incomodados. O 1º artigo do ato 353 define que só terá acesso ao Tribunal pessoas que se apresentarem com “decoro e asseio”. Vale para funcionários, estagiários, aprendizes, visitantes e até advogados que frequentam o tribunal.

O texto discrimina por sexo o tipo de roupa que fica vedado. O uso de chinelos e sandálias rasteirinhas também ficam proibidos “exceto sob recomendações médicas”.

A assessoria de imprensa do TST alega que o ato foi editado “devido à ausência de normativo interno em vigor” e que “segue o protocolo adotado em outros tribunais superiores para orientar servidores, colaboradores e visitantes quanto à utilização de vestimenta.” 

Rafael Moraes Moura e Naira Trindade – O Estado de São Paulo

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: