Presidente do PSL diz que Bolsonaro não participará de nenhum debate

Resultado de imagem para Presidente do PSL diz que Bolsonaro não participará de nenhum debate

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, disse nesta quinta-feira, 18, que Jair Bolsonaro não participará de nenhum debate do 2º turno. Ele disse em coletiva de imprensa que o estado de saúde do candidato é de “absoluto desconforto” e que não deve ser submetido a “uma situação de alto estresse, sem nenhum motivo”.

“Como não há controle, aquela bolsinha (colostomia) pode encher, estourar”, afirmou Bebianno. “O seu estado de saúde é ainda de absoluto desconforto. (Não vamos) submetê-lo a uma situação de alto estresse, sem nenhum motivo.”

Mais cedo, médicos divulgaram um boletim em que destavam a “melhora da composição corpórea, mas ainda exigindo suporte nutricional e fisioterapia”. O Estado apurou que a decisão de participar ou não dos debates já estaria nas maõs do próprio candidato.

Bebianno chamou o petista Fernando Haddad (PT) de “poste” e disse que a ausência de Bolsonaro nos debates não deve prejudicá-lo. “Seria discutir com um poste, como já disse o candidato, quem discute com um poste é bêbado. A decisão (de não participar) não é ruim porque o eleitor já conhece Bolsonaro. O contato que ele estabelece é diretamente com o eleitor. Os eleitores já sabem em quem vão votar.” Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

Leia maisPresidente do PSL diz que Bolsonaro não participará de nenhum debate

‘PT é prejudicado pela verdade, não por fake news’, diz Bolsonaro

Bolsonaro diz que PT não é prejudicado por ‘fake news’, mas pela ‘verdade’

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, rebateu com críticas ao PT a reportagem do jornal Folha de S. Paulo, que revelou que empresas favoráveis à sua candidatura bancaram a disseminação de mensagens contra o PT no WhatsApp.  

“PT não está sendo prejudicado por ‘fake news’, mas pela VERDADE”, escreveu Bolsonaro. “Roubaram o dinheiro da população, foram presos, afrontaram a justiça, desrespeitaram as famílias e mergulharam o país na violência e no caos. Os brasileiros sentiram tudo isso na pele, não tem mais como enganá-los!”, escreveu.

Minutos depois, o candidato do PSL fez outra publicação, na qual questiona: “Quem é o ‘Avião’ na lista da Odebrecht?”. Trata-se, aparentemente, de uma referência à vice de Haddad, Manuela D’Ávila (PCdoB), que teria esse apelido na lista de pessoas que receberam doações do setor de propina da Odebrecht, segundo delatores da empresa. Márcio Rodrigues, O Estado de S.Paulo

Leia mais‘PT é prejudicado pela verdade, não por fake news’, diz Bolsonaro

Vereador réu e acusado de peculato deve ser o vice de Tê na Câmara do Assu

Da esquerda para direita: Stelio, Paulinho, Paulo Brito, Matheus, Xavier, Waldson, João Paulo e Tê / Foto: Samuel Junior

O vereador do Solidariedade João Paulo Primeiro Fernandes de Castro, réu acusado pelo Ministério Público da prática de peculato e mais 19 pessoas suspeitas de integrarem a famosa quadrilha dos gafanhotos que desviou mais de R$ 1 milhão dos cofres da Prefeitura do Assú na gestão do ex-prefeito Ronaldo Soares, pai do deputado estadual reeleito George Soares e do prefeito Gustavo Soares, ambos do PR, quer disputar a vaga de vice-presidente da Mesa Diretora da Câmara do Assú para o biênio 2019/2020

Enquanto aguarda julgamento da Justiça sobre a denúncia do MP que já completou 18 anos atingindo a sua maioridade, o vereador João Paulo, na companhia do seu colega de partido, Francisco de Assis Souto, o Tê, que desponta como candidato a futuro presidente do legislativo para substituir o atual presidente João Wálace, do PR, estiveram hoje reunidos no Novo Barandão com outros vereadores para um farto banquete com feijão verde, arroz de leite, churrasco e muita conversa política sobre sucessão.

Eis a relação de outros réus e acusados de roubarem os cofres públicos, segundo denúncia do Ministério Público:

Réu:Nelson Garcia de Medeiros 
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira  
Advogado: Reno Marinho de Macedo Souza  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Réu:Clenilson Laurentino da Cunha 
Advogado: Petronio Jose Nobrega Damasceno  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira  
Advogado: Reno Marinho de Macedo Souza  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Réu:Antonio Andrielio Leandro de Lima 
Advogado: José Carlos de Santana Câmara  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira  
Advogado: Reno Marinho de Macedo Souza  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Réu: Claudio Moisés C. Pontes 
Def. Púb.: IGOR MELO ARAÚJO  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira  
Advogado: Reno Marinho de Macedo Souza  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Réu: Francisca Xavier Santos 
Advogado: Jonaelson de Medeiros Galvão  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira  
Advogado: Reno Marinho de Macedo Souza  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Réu:Marcos Antonio Montenegro de Medeiros 
Advogado: João Cabral da Silva  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogado: Frederico Rodrigues da Silva  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira  
Advogado: Reno Marinho de Macedo Souza  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Ré:Maria Vilma de Souza 
Advogado: Francisco Wiliton Apolinário  
Advogado: Francisco Wiliton Apolinário Júnior  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira  
Advogado: Reno Marinho de Macedo Souza  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Ré:Maria da Conceição de Macêdo 
Advogado: Francisco Wiliton Apolinário  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Ré:Luciene Silveira da Cunha 
Advogado: Renato Augusto Soares de Souza Lopes  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira 
Réu:Valter Delfino Souto 
Advogado: Hemerson Kelly Silva de Medeiros  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Ré:Anilza Fernandes de Souza 
Advogado: José de Deus Alves dos Santos  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogada: Ana Paula da Costa Pereira  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Réu:Oberdan Solidonio da Silva 
Advogado: Francisco Wiliton Apolinário  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Réu:Edilson Bezerra de Macedo 
Advogado: Francisco Wiliton Apolinário  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira 
Réu:Aldemir Ferreira da Cunha 
Advogado: Luiz de França Fonseca dos Santos  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogado: Reno Marinho de Macedo Souza  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira
Réu:Robson José da Costa Ferreira Nascimento 
Advogado: Hemerson Kelly Silva de Medeiros  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira
Réu:José Maria da Silva 
Advogado: Francisco Wiliton Apolinário  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira
Réu:Ismar da Silva Araújo 
Advogado: José de Deus Alves dos Santos  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo  
Advogado: Thiago Oliveira Moreira
Réu:Damião Conceição de Morais 
Advogado: Hemerson Kelly Silva de Medeiros  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo
Réu:Francisco Elias Filho (motorista da UERN) 
Advogado: Francisco Wiliton Apolinário  
Advogado: Francisco Wiliton Apolinário Júnior  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo
Réu:João Paulo Primeiro Fernandes de Castro 
Advogado: Dário Estevam Barbosa  
Advogado: Sanderson Rodrigues de Macêdo

Secretaria da Segurança adia para esta sexta-feira (19) resultado do concurso da PM

Resultado de imagem para concurso pm rn

A Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social do Rio Grande do Norte informou que o resultado do concurso público para soldado da Polícia Militar, realizado pelo Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (IBADE), será divulgado nesta sexta-feira (19) no Diário Oficial do Estado. A divulgação deveria ter sido feita nesta quarta (17), mas não foi informado o motivo para o adiamento.

Ainda de acordo com a Sesed, serão divulgadas as seguintes questões:

  • Respostas aos recursos contra o gabarito preliminar oficial da prova objetiva;
  • Gabarito preliminar oficial da prova objetiva;
  • Resultado preliminar da prova objetiva;
  • Abertura de pedido de revisão do resultado preliminar da prova objetiva.

Ao todo, o concurso teve 12.841 candidatos inscritos para 1.000 vagas. Porém, de acordo com a banca organizadora do concurso, 60% dos concorrentes não compareceram à prova.

A desculpa do PT agora é o WhatsApp

Resultado de imagem para Haddad promete ir à Justiça por suposta disseminação paga de mensagens contra o PT

A usina de produção de narrativas do PT parece não ter limite. A narrativa da hora é de que o partido está sendo vítima de uma “guerra suja” travada no WhatsApp e que Bolsonaro só superará Haddad nas urnas por causa da divulgação de fake news.

De repente, como se não fosse Ph.D. na propagação de notícias falsas, o PT agora quer posar de Madre Teresa de Calcutá e mostrar seu adversário como o belzebu da campanha.

Com Lula, guia supremo da seita, orientando a campanha petista da prisão, em Curitiba; com a rejeição ao PT e a Haddad batendo recordes e contagiando o País; e com o partido e seu candidato tendo de promover uma repaginação total para poder se apresentar ao público, dizer que o problema todo são as fakenews que circulam pelo WhatsApp só pode ser reflexo do desespero diante da derrota humilhante e iminente.

Ou, então, uma forma de preparar o terreno para depois tentar “melar” a eleição. Até agora, a Justiça Eleitoral e o WhatsApp não caíram nessa lorota. Tomara que continue assim. José Fucs – BR 18 – O Estado de São Paulo

Justiça determina que Município de Natal conceda passe livre no transporte público a portadores de HIV

Resultado de imagem para transporte coletivo de Natal

O juiz Bruno Montenegro, da 5ª vara da Fazenda Pública da comarca de Natal, determinou que o Município de Natal a conceda passagem gratuita no transporte público aos portadores de HIV. A condenação se baseia no cumprimento da Lei Municipal nº 185/2001, que estabelece a gratuidade para as pessoas com deficiência e doenças crônicas.

O Ministério Público constatou que a Secretaria de Mobilidade Urbana do Município de Natal (Semob), estava se recusando a conceder o benefício aos portadores de HIV. A Semob justificou que a doença era “crônica, porém controlável”, por isso não caberia a aplicação da lei neste caso.

O MP afirmou que os portadores deste vírus necessitam do benefício uma vez que o tratamento é continuado, sendo necessário a realização de muitas consultas com médicos especialistas, realização de exames e terapia retroviral, para a manutenção da qualidade de vida dessas pessoas.

Leia maisJustiça determina que Município de Natal conceda passe livre no transporte público a portadores de HIV

Tribunal de Justiça suspende lei municipal de João Câmara que permitia contratação sem concurso público

Acórdão do TJRN entendeu como evidentes as inconstitucionalidades apontadas pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e o perigo de demora na possibilidade de majoração do desequilíbrio orçamentário/financeiro nas contas municipais  

Em razão de pedido formulado pelo procurador geral de Justiça (PGJ) em uma Ação Direta de Inconstitucionalidade com pedido de liminar, o Pleno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) suspendeu à unanimidade a eficácia da Lei nº 589/2018 do Município de João Câmara/RN, que trata da criação de Programa Emergencial de Auxílio Desemprego “Frente de Trabalho”. A Corte de Justiça estipulou o prazo de 30 dias para que as autoridades responsáveis pelo ato apresentem as informações necessárias. 

Segundo o Tribunal, a lei violou o “texto constitucional no momento em que se permitiu a participação de pessoas no programa de prestação de serviço, ainda que temporário, junto aos órgãos da administração direta ou indireta daquele município, mediante carga horária de 12 (doze) horas semanais, a serem remuneradas com uma bolsa de R$ 400,00 (quatrocentos reais), ao arrepio do princípio do concurso público.” 

Ainda no acórdão, o Pleno do TJRN entendeu como evidentes as inconstitucionalidades apontadas pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e o perigo de demora na possibilidade de majoração do desequilíbrio orçamentário/financeiro nas contas do Município de João Câmara, “que terá que arcar com o pagamento ilegal da remuneração, travestida de benefício de auxílio desemprego, de 300 funcionários contratados temporariamente”. 

Na ação, o MPRN alegou que a lei em questão permite “a contratação direta de verdadeiros servidores públicos, na forma travestida de auxílio-desemprego, sem qualquer lastro jurídico, posto que não tratam de necessidade temporária, em que o interesse público seja excepcional e em que a necessidade de contratação seja indispensável”. Confira aqui a íntegra do acórdão.

Polícia Federa procura presidente do PROS

Polícia Federal procura o presidente nacional do PROS, Eurípedes Júnior, alvo da Operação Partialis, deflagrada nesta quinta, 18. A investigação mira suposto esquema de desvios de mais de R$ 2 milhões em contratos da prefeitura de Marabá para compra de gases medicinais no interior do Pará. A Partialis é desdobramento da Operação Asfixia.

A prisão temporária de Eurípedes, por cinco dias, foi decretada pela Justiça Federal. A PF cumpre 17 mandados judiciais, dos quais 4 de prisão preventiva e 4 de temporária. Os agentes federais fizeram buscas na sede do PROS.

A PF não divulgou detalhes dos motivos que a levaram a pedir a prisão do presidente do PROS. Fausto Macedo e Julia Affonso – O Estado de São Paulo

Leia maisPolícia Federa procura presidente do PROS

Moro diz que não ‘inventou’ depoimento de Palocci e avisa que delação é ‘mais contundente’

Em resposta ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – que pediu explicações suas a partir de representação do PT -, o juiz federal Sérgio Moro afirmou que não ‘inventou’ o depoimento do ex-ministro Antonio Palocci (Fazenda/Casa Civil-Governo Lula e Dilma) e que não houve de sua parte ‘qualquer intenção de influenciar as eleições gerais de 2018’.

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, havia pedido informações ao juiz da Operação Lava Jato, em 4 de outubro, pela retirada do sigilo de trecho da delação premiada de Palocci.

Parte da delação de Palocci foi tornada pública por Moro no dia 1.º de outubro nos autos do processo sobre supostas propinas da Odebrecht ao ex-presidente – um terreno que abrigaria o Instituto Lula e um apartamento vizinho ao do petista em São Bernardo do Campo. Quando deu publicidade ao Anexo 1 da delação de Palocci, Moro anotou que não via ‘riscos às investigações’.

Palocci incriminou Lula e sua sucessora, Dilma Rousseff, revelou suposto esquema de arrecadação de ‘propinas explícitas’ pelo ex-presidente na construção de navios-sonda do pré-sal e ainda detalhou ‘negócios ilícitos’ na África.

O ex-ministro está preso desde setembro de 2016, quando foi pego na Operação Omertà, desdobramento da Lava Jato. Moro o condenou em uma primeira ação penal a 12 anos e dois meses de reclusão.

O PT e três deputados da sigla representaram contra Moro no CNJ por causa da liberação do Anexo 1.

Leia maisMoro diz que não ‘inventou’ depoimento de Palocci e avisa que delação é ‘mais contundente’

Senado cria 164 cargos para Ministério da Segurança Pública

Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa extraordinária. Ordem do dia.  À mesa, presidente do Senado, senador Eunício Oliveira (MDB-CE) conduz sessão.  Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O Senado Federal aprovou, em votação simbólica, a Medida Provisória 840/2018, que criou 164 cargos comissionados para o Ministério da Segurança Pública. A matéria segue agora para promulgação. A medida perderia a validade nesta quarta-feira (17), caso não fosse votada.

Os cargos são do grupo de Direção e Assessoramento Superiores (DAS): 17 DAS-5, 58 DAS-4, 37 DAS-3, 24 DAS-2 e 28 DAS-1. Cada DAS possui um nível salarial diferente.

A criação dos cargos vem complementar a criação do próprio ministério, que ocorreu pela MP 821/2018 no começo do ano. A criação das funções tem a finalidade de contribuir com estruturação da área administrativa do ministério, visto que a MP que instituiu a pasta apenas realocou cargos nas áreas fins.

Os novos cargos são de livre nomeação e destinam-se tanto a servidores públicos de carreira (ativos e inativos) quanto a pessoas sem vínculo com a administração pública federal.

De acordo com o governo, o provimento dos cargos acarretará impacto orçamentário de R$ 14 milhões em 2018, R$ 19,4 milhões em 2019 e R$ 19,5 milhões em 2020. A medida provisória determina que o provimento estará condicionado à expressa autorização na Lei Orçamentária Anual (LOA) e à permissão na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Com informações da Agência Câmara Notícias

Disputa pela Câmara causa atrito entre Centrão e partido de Bolsonaro

A disputa pelo comando da Câmara em 2019 já está causando atritos entre o PSL do deputado Jair Bolsonaro (RJ), líder nas pesquisas de intenção de voto para a Presidência, e o bloco conhecido como Centrão, fiel da balança nas votações da Casa.

Dirigentes do grupo formado por DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade dizem que, se Bolsonaro for eleito e quiser “atropelar” o bloco, enfrentará forte oposição desde o início do mandato.

O PSL elegeu a segunda maior bancada da Câmara, com 52 deputados (atrás do PT, com 56). Os partidos do Centrão fizeram 142 parlamentares.

Na tentativa de amenizar o mal-estar, o senador eleito Major Olímpio, presidente do PSL paulista, afirmou que o assunto não está sendo objeto de discussão. “O importante é ter um alinhamento que dê solidez ao futuro governo”, afirmou. Estadão Conteúdo

Leia maisDisputa pela Câmara causa atrito entre Centrão e partido de Bolsonaro

Sancionada lei de Nelter Queiroz que isenta doadores de medula e potiguares de baixa renda do pagamento da taxa de inscrição em concursos

A edição do Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte (DOE/RN) desta quarta-feira (17) trouxe a sanção da Lei 10.440/2018, que permite a beneficiários de programas sociais do Governo Federal e doadores de medula óssea o direito à isenção do pagamento da taxa de inscrição em concursos públicos para provimento de cargo efetivo ou emprego permanente em órgãos ou entidades da administração pública direta ou indireta de qualquer dos Poderes do Estado do RN.

De acordo com a Lei Nº 10.440/2018, o benefício é destinado a integrantes de famílias de baixa renda – registrados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal(CadÚnico), cuja renda familiar mensal per capita seja inferior ou igual a meio salário-mínimo nacional – e a doadores de medula óssea, cadastrados em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

Com a Lei, os órgãos públicos do Rio Grande do Norte que realizarem concursos ficam obrigados a inserir nos editais uma cláusula que assegure o benefício da isenção para os candidatos nessas condições. A isenção de que trata esta Lei não se aplica aos concursos públicos cujos editais tenham sido publicados anteriormente à sua vigência.

Por Assessoria 

Paraná Pesquisas: Bolsonaro tem 60,9% dos válidos; Haddad, 39,1%

O candidato ao Planalto pelo PSL, Jair Bolsonaro, lidera a corrida presidencial do 2º turno. É o que mostra levantamento feito Paraná Pesquisas e pela Revista Crusoé e divulgado nesta 4ª feira (17.out.2018). A pesquisa foi contratada empresa de consultoria financeira Empiricus Research Publicações Ltda.

Bolsonaro tem 60,9% das intenções de voto, enquanto seu adversário, Fernando Haddad (PT), aparece com 39,1%. Os números se referem a votos válidos, sem considerar brancos, nulos e indecisos.

Eis os resultados:

No cenário em que são computados as intenções de voto totais, Bolsonaro tem 52,9% e Haddad tem 33,9%. Os indecisos correspondem a 3,8% dos entrevistados, já aqueles que irão votar em branco ou não escolheram nenhum dos candidatos equivalem 9,4%. 

A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 17 de outubro de 2018, em 162 municípios brasileiros. O estudo ouviu 2080 eleitores. A margem de erro é de 2 p.p e a confiança é de 95%. O registro no TSE é n.o BR-04446/2018.

POTENCIAL DE VOTO

A pesquisa também perguntou quem votaria com certeza em seu candidato. Os eleitores de Bolsonaro estão mais consolidados do que os de Haddad. Dentre os entrevistados, 44,8% estão decididos a votar em Bolsonaro e 26,5% tem certeza que irão escolher Haddad no 2º turno.

De acordo com o levantamento, 55,2% dos eleitores não votaria de jeito nenhum em Haddad ao mesmo tempo que Bolsonaro tem 38% de rejeição. 
Poder360

Banco do Nordeste executa dívida de R$ 550 mil contra a Cerâmica Casa Forte em Assú

O Banco do Nordeste do Brasil ingressou no ano passado com ação de  Execução de Título Extrajudicial contra a empresária Cleide Maria da Silva Araújo ME, proprietária da Cerâmica Casa Forte, situada na Fazenda Casa Forte, Lagoa do Ferreiro, em Assú, para cobra uma dívida milionária no valor de R$ 550.605,84.

A Cerâmica Casa Forte que corre o risco de ter seus bens penhorados, tem como seu advogado de defesa e procurador, João da Cruz Fonseca Santos, foi notificado pela Justiça em fevereiro deste ano, para devolver os autos do processo supra identificado, no prazo de 03 (três) dias, tendo em vista o prazo já expirado, sob pena de aplicação do art. 234, §2º, do CPC. 

Numa rápida pesquisa do Blog do VT, no Portal da Transparência da Câmara Municipal do Assú, o advogado de defesa e procurador da Cerâmica Casa Forte, João da Cruz Fonseca Santos, exerce atualmente o cargo comissionado do Poder Legislativo Municipal comandado pelo presidente e vereador João Wálace, com salário mensal de R$ 3 mil.

Numa pesquisa no YouTube, o Blog do VT, encontrou um vídeo publicado
em 20 de dez de 2014 pelo blogueiro Emanuel Luis, ex-assessor de comunicação da Câmara de Vereadores do Assu e atual assessor do deputado estadual reeleito George Soares, que destaca a abertura do primeiro forno metálico móvel do RN na cerâmica Casa Forte. VEJA VÍDEO ABAIXO

%d blogueiros gostam disto: