Brasil registra nove casos de suspeita de coronavírus; três são em São Paulo

Resultado de imagem para corona virus

O Brasil tem ao menos nove casos de suspeita de coronavírus chinês. Os pacientes são de São Paulo (3), Santa Catarina (2), Rio de Janeiro (1), Minas Gerais (1), Paraná (1) e Ceará (1).

Todos eles aguardam resultado de exames, de acordo com o Ministério da Saúde.

“Não temos neste momento nenhum caso confirmado de coronavírus no Brasil”, disse o secretário de vigilância em saúde, Wanderson Oliveira, nesta quarta (29).

O número de mortos na China pelo surto de coronavírus chegou a 162 na noite de quarta (29) e o número de casos confirmados já passa de 7.000 em todo o mundo.

Segundo Oliveira, ao menos outros quatro casos chegaram a ser contabilizados como suspeitos, mas foram descartados após exames confirmarem o diagnóstico para outras doenças. Entre eles, estão três casos notificados no Rio de Grande do Sul e um no Paraná.

O primeiro caso de suspeita de coronavírus foi divulgado pelo Ministério da Saúde na terça-feira (28). Uma estudante de 22 anos atendida em Belo Horizonte viajou para a cidade de Wuhan, na China, epicentro da doença. Ela diz que não foi ao mercado de peixes da cidade (possível origem da epidemia) nem teve contato com pessoas doentes.

Seu estado de saúde é estável. Após ser atendida, ela foi encaminhada a um hospital de referência e ficará em isolamento até que os resultados dos exames saiam. Cerca de 14 pessoas que tiveram contato com a paciente no Brasil também são monitoradas.

A previsão é que os resultados dos exames fiquem prontos até sexta-feira (31).

Leia maisBrasil registra nove casos de suspeita de coronavírus; três são em São Paulo

Regina Duarte diz sim a Bolsonaro e aceita chefiar Secretaria da Cultura

Resultado de imagem para regina duarte bolsonaro

Depois de uma terceira reunião com o presidente Jair Bolsonaro, a atriz Regina Duarte, 72, aceitou o convite para ser secretária especial da Cultura.

“Sim, só que agora vão correr os proclamas antes do casamento”, disse ela ao deixar o Palácio do Planalto no início da noite nesta quarta-feira (29).

Na sequência, o Ministério do Turismo, pasta à qual Cultura é subordinada, divulgou uma nota confirmando a atriz no cargo.

“Regina Duarte é a nova secretária Especial da Cultura. O convite feito pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, foi aceito nesta quarta-feira (29). Desta forma, a atriz passa a responder pela secretaria responsável pelo desenvolvimento das políticas culturais do país.”

Em comunicado, o Palácio do Planalto usou uma analogia a casamento para tratar do tema, mas disse apenas que havia um avanço em nova fase de noivado entre a artista e o presidente.

“O presidente Jair Bolsonaro esteve na tarde desta quarta-feira, 29, com a atriz Regina Duarte, no Palácio do Planalto. Ambos consideram, neste momento, o avanço de uma nova fase do noivado, com trâmites preparatórios oficiais para o casamento”, diz nota oficial da Presidência da República.

Ao chegar ao Palácio da Alvorada na noite desta quarta, Bolsonaro também fez suspense. “Estamos na fase dos proclamas”, disse, brincando com jornalistas se eles conheciam a terminologia, usada para a fase de entrada de documentos em um cartório para o casamento no civil.

“Está tudo certo, está caminhando, ela está acertando as questões pessoais dela”, afirmou, completando que ainda não há prazo para que Regina assuma o cargo.

Leia maisRegina Duarte diz sim a Bolsonaro e aceita chefiar Secretaria da Cultura

Sistema Legis RH da ALRN será implantado pela Assembleia de São Paulo

O Sistema Legis RH da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) será implantado pela Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP). A transferência de tecnologia será acompanhada pelos servidores da Diretoria de Gestão Tecnológica e pelo setor de Gestão de Pessoas da ALRN entre os dias 10 e 13 de fevereiro.

O Legis RH foi desenvolvido pela Diretoria de Gestão Tecnológica da ALRN e será implantado na ALESP com detalhamento técnico sob o ponto de vista de banco de dados, linguagem de desenvolvimento, arquitetura de software de integração entre aplicações e demais aspectos pertinentes ao entendimento e funcionamento de como o sistema foi construído.

O projeto utilizado no setor de Recursos Humanos e Folha de Pagamento foi vencedor do Prêmio Assembleia Cidadã da UNALE (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais) na categoria “Gestão”. Na ALRN, o projeto gerou uma economia de mais de 75% com sistemas utilizados possibilitando economia para investimentos em insumos e infraestrutura.

Com UTI Neonatal superlotada, Januário Cicco suspende novas internações

A Maternidade Escola Januário Cicco, localizada no bairro de Petrópolis, e uma das unidades públicas de obstetrícia remanescentes da capital potiguar, interrompeu, na tarde desta terça-feira (28) a internação de novas pacientes em virtude da superlotação em sua UTI Neonatal. De acordo com a instituição, os 23 leitos da unidade de terapia intensiva (que correspondem a 30% de todos os leitos dessa especificidade do RN) estão ocupados e outros sete bebês prematuros ocupavam, ontem, salas de parto e o centro cirúrgico obstétrico, de forma paliativa, aguardando vaga na UTI Neo da instituição. Não existe um prazo para que a situação seja normalizada.

Em nota, a superintendência da maternidade afirmou que a UTI Neonatal da unidade está trabalhando 30% acima de sua capacidade máxima, o que fez com que novos internamentos fossem suspensos até as condições serem restabelecidas. Além das novas admissões de pacientes, também não estão sendo executados os atendimentos de qualquer natureza, inclusive de avaliação, feitos na emergência. De acordo com a maternidade, essa é uma medida que visa “concentrar forças” para que pacientes que já estão internadas enquanto aguardam o parto possam ser melhor atendidas: até o final da tarde desta terça-feira, a unidade tinha 11 gestantes (seis para cesáreas e cinco para partos normais). Nesses casos, há cautela pois, há possibilidade de que os recém-nascidos possam precisar, após o parto, de cuidados que só poderiam ser dados na UTI Neo, que está lotada.

A Januário Cicco é uma das poucas maternidades públicas disponíveis na capital potiguar. Atualmente, Natal conta com três outras unidades públicas de obstetrícia. Na rede municipal, são duas unidades médicas: a Maternidade Dr. Araken Irerê Pinto, no bairro do Tirol e a Maternidade Leide Morais, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação. Já na rede estadual, a opção é o Hospital Santa Catarina, no bairro Potengi. No entanto, os encaminhamentos de hospitais municipais do interior costumam ser direcionados, principalmente, para a Maternidade Januário Cicco.

Ligada à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a unidade é a única da esfera federal a prestar serviço público gratuito na capital potiguar. Os pacientes são encaminhados de hospitais da capital e do interior do Estado. Em nota, a maternidade afirma que “enquanto hospital universitário, com a finalidade de ensino, referência no atendimento da mulher e do recém-nascido em nosso Estado, não mede esforços para atender o máximo de mulheres e bebês, nunca, entretanto, em detrimento da segurança do paciente” e acrescenta que “tão logo a situação seja normalizada, voltaremos a informar”, se referindo a mudanças acerca da suspensão dos atendimentos.

Leia maisCom UTI Neonatal superlotada, Januário Cicco suspende novas internações

Adriano vence batalha jurídica no TRE e continua prefeito de Guamaré

O Plenário do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte – TRE/RN apreciou nesta terça-feira (28), o Recurso Eleitoral Nº 0000110-15.2018.6.20.0030, que pedia a cassação do mandato do prefeito de Guamaré, Adriano Diógenes.

Relatado pelo Juiz Federal Carlos Wagner Dias Ferreira. Adriano venceu batalha jurídica, desta vez julgado por sete desembargadores, e com essa decisão favorável por 5×2 o prefeito eleito pelo o povo se mantém no cargo.

*Guamaré em Dia

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: