Governo anuncia acordo para produção e acesso à vacina contra covid-19

Covid-19: OMS espera produção de milhões de doses de vacina neste ...

O governo federal anunciou neste sábado, 27, acordo de cooperação para desenvolvimento e acesso do Brasil à vacina para covid-19. O acordo, fechado com a Universidade de Oxford e a AstraZeneca, prevê a compra de lotes da vacina e transferência de tecnologia. “Se demonstrada eficácia, serão 100 milhões de doses à disposição da população brasileira”, afirma o Ministério da Saúde em comunicado sobre a parceria.

A vacina é desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, sendo uma das mais promissoras no mundo. No Brasil, a tecnologia será desenvolvida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A implementação do acordo ocorrerá em duas etapas. Na primeira, haverá uma encomenda em que o Brasil assume também os riscos da pesquisa. “Ou seja, será paga pela tecnologia mesmo não tendo os resultados dos ensaios clínicos finais”. E, em uma segunda fase, caso a vacina se mostre eficaz e segura, será ampliada a compra.

O ministério explica que, na fase inicial, de risco assumido, serão 30,4 milhões de doses da vacina, no valor total de US$ 127 milhões, incluídos os custos de transferência da tecnologia e do processo produtivo da Fiocruz, estimados em U$ 30 milhões. Os dois lotes a serem disponibilizados à Fiocruz, de 15,2 milhões de doses cada, deverão ser entregues em dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

Leia maisGoverno anuncia acordo para produção e acesso à vacina contra covid-19

Ceasa-RN passa a limitar a entrada de pessoas para compras

Ceasa do RN — Foto: Pedro Vitorino

A entrada de pessoas na Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa-RN) será limitada a partir de segunda-feira (29). De acordo com a administração, só será permitida a entrada de uma pessoa por família.

A medida, de acordo com a administração, faz parte do enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Em supermercados e farmácias a entrada de pessoas está limitada a uma por família desde março.

Ainda de acordo com a administração da Ceasa, uma equipe de fiscalização estará na portaria monitorando e orientando sobre a nova medida.

De acordo com o último boletim epidemiológico, o Rio Grande do Norte tem 23.731 casos confirmados e 889 mortes por coronavírus.

G1RN

Prefeitura de Ipanguaçu esconde informações no portal de transparência e impede a população de saber o que tá acontecendo

A lei da transparência que exige a publicidade de todos os atos praticados pelos gestores públicos já existe há alguns anos no Brasil, mas nem todos gostam ou são simpatizantes da lei, como é o caso do prefeito Valderedo Bertoldo, de Ipanguaçu.

O portal da transparência que é uma ferramenta eficaz no combate a corrupção também é uma oportunidade para os cidadãos dos municípios acompanharem o destino e como está sendo empregado os valores oriundos dos impostos pagos pelo povo.

O prefeito Valderedo Bertoldo que responde a diversos processos e tem mais entrada no fórum que os servidores – está pensando até em fazer direito já que gasta milhares de reais com advogados por mês para defende-lo – não está nem aí para o portal de transparência da prefeitura (já que muitos dos processos que responde serem oriundos das consultas ao portal) sendo totalmente irresponsável com a lei por não conceder acesso a população.

O Blog do VT vem denunciar o desrespeito com a população, para que a transparência absoluta seja ofertada e a população tenha total liberdade para consultar as informações dos atos de Valderedo a frente da prefeitura.

ESQUECENDO O COVID-19: Prefeitura de Assú vai torrar 2 milhões em iluminação e esquece a saúde

Em plena pandemia que assola o mundo, deixando milhões de mortos no mundo, e mais de milhares no Brasil. A Prefeitura do Assú, através do super secretário Nuilson Pinto, o Pavão, que é o indicado para estrear o novo grande feito da administração, que é torrar 2 milhões em iluminação pública.

Enquanto a Prefeitura ilumina a cidade e prioriza essa área, o novo corona vírus se alastra pela cidade de forma assustadora, e a população não vê um centavo para os leitos de UTI, equipar melhor as unidades de saúde, com fornecimento regular de EPI e medicamentos, materiais de higiene nas unidades, e ações no combate ao COVID-19.

Parece mentira, mas a atual administração deve estar achando que a iluminação vai impedir a propagação do novo corona vírus. Pois, um tantão de dinheiro desse daria para montar vários leitos de UTI.

A realidade, é que o investimento na iluminação chega a ser absurdo, imoral e até ilegal, pois não vai salvar vidas nesse momento.

O que causa estranheza, é que a cidade já tinha iluminação, então esse investimento poderia ter sido feito em um momento mais adequado, e não no momento em que vivemos, sem UTI na região e o atendimento de saúde precário na cidade.

Momento triste que a cidade do Assú vive, Em que vidas correm risco e famílias estão angustiadas com o crescimento do vírus.

Saque-aniversário já pode ser usado como garantia em empréstimos

O saque-aniversário, modalidade de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), poderá ser usado como pagamento ou garantia de empréstimos. A partir desta sexta-feira (26), os bancos podem operar essa linha de crédito.

Segundo o Ministério da Economia, o trabalhador que estiver com a modalidade de saque-aniversário vigente poderá conceder autorização às instituições com as quais contrate ou pretenda contratar a alienação ou cessão fiduciária do seu saque anual para que acessem as informações cadastrais e financeiras de sua conta vinculada relativas a valores do saque-aniversário.

A totalidade do saldo poderá ser dada em garantia, o que permite ao trabalhador conseguir o máximo de financiamento com base no saque-aniversário a que tem direito. Quanto às taxas de juros, será usado o teto do consignado no serviço público.

Essa modalidade de garantia (cessão ou alienação fiduciária em operações de crédito) foi autorizada pela Resolução 958, de 24 de abril de 2020, do Conselho Curador do FGTS. No dia 27 de maio deste ano, saiu no Diário Oficial da União a Circular nº 909 do Ministério da Economia, que torna pública a versão 1 do Manual de Orientação às Instituições Financeiras pertencentes ao Sistema Financeiro Nacional, produzido pela Caixa Econômica Federal, agente operador do FGTS.

Esse manual estabelece as regras e os procedimentos necessários para que as instituições possam contratar operações (http://www.caixa.gov.br/site/paginas/downloads.aspx, pasta FGTS – Manuais e Cartilhas Operacionais).
Como retirar

Leia maisSaque-aniversário já pode ser usado como garantia em empréstimos

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: