fbpx

Festa de casamento com 100 convidados é interrompida no Rio

Festa de casamento com bateria de escola de samba é interrompida por Guarda  Municipal e PM - Rio - Extra Online

Uma festa de casamento com 100 convidados foi interrompida pela prefeitura do Rio de Janeiro por desrespeitar as regras de distanciamento social estabelecidas pelo município em função da pandemia de covid-19. O evento acontecia na noite de ontem (26) na Ilha do Governador, na zona norte da capital fluminense.

De acordo com comunicado divulgado hoje (27) pela prefeitura, a Guarda Municipal foi acionada para averiguar denúncias de vizinhos.

“Os agentes foram recebidos com hostilidade pelos convidados do casamento, o que gerou um princípio de tumulto entre o público presente e os agentes de segurança pública”, informou o município.

Atualmente, a cidade encontra-se na fase 6A do Plano de Retomada das Atividades Econômicas estabelecido pela prefeitura. De acordo com o município, nesse estágio, não há autorização para festas de casamento. Um decreto do governo estadual também mantém, ao menos até 6 de outubro, a proibição de eventos com público.

Leia maisFesta de casamento com 100 convidados é interrompida no Rio

Em 1 ano na PGR, Aras move uma ação contra Bolsonaro e se alinha ao governo mais de 30 vezes

O procurador-geral da República, Augusto Aras, completou neste sábado (26) um ano à frente da PGR (Procuradoria-Geral da República) com uma gestão marcada pelo alinhamento ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Indicado fora da lista tríplice eleita pelos integrantes do MPF (Ministério Público Federal), Aras fez jus à desconfiança em torno da escolha de seu nome pelo chefe do Executivo e demonstrou sintonia com o Palácio do Planalto em diversos momentos.

O procurador-geral tem mantido boa relação com o presidente da República, o que pavimenta o caminho para ser reconduzido ao cargo daqui um ano. Por outro lado, ele tem se mantido afastado da categoria.

Bolsonaro já chegou a afirmar que Aras “entra fortemente” na disputa por uma vaga ao STF (Supremo Tribunal Federal), caso ele possa indicar um terceiro nome à corte em um eventual segundo mandato no Palácio do Planalto (2023-2026).

Entre manifestações encaminhadas ao STF e medidas adotadas pela própria PGR, a Procuradoria se alinhou ao governo em mais de 30 vezes. Na contramão desse número, em apenas uma oportunidade Aras apresentou uma ação constitucional contra ato do presidente Jair Bolsonaro.

Leia maisEm 1 ano na PGR, Aras move uma ação contra Bolsonaro e se alinha ao governo mais de 30 vezes

Governo espera reforma tributária até terça e Renda Cidadã nesta semana

Fachada do Ministério da Economia

Integrantes do governo trabalham para enviar ao Congresso o texto da reforma tributária até, no máximo, a próxima terça-feira (29). A versão final da proposta foi fechada neste fim de semana e inclui a criação de um imposto digital, de acordo com auxiliares presidenciais. O novo tributo, que se assemelha à antiga CPMF, será proposto como forma de viabilizar a desoneração da folha de pagamentos.

A ideia da equipe econômica é incluir ainda a tributação sobre lucros e dividendos e o aumento da faixa de isenção do imposto de renda.

A proposta foi remetida pela equipe econômica ao Palácio do Planalto na sexta-feira (25) à noite e possuía cerca de cem páginas em sua versão original. Ao longo do fim de semana, ministros e técnicos da Economia e da Casa Civil, além de integrantes da articulação política, trabalharam na revisão do texto da reforma.

A avaliação é que o texto agora está “tecnicamente pronto” e falta apenas o aval político final. Essa decisão será tomada na segunda (28), em reunião do presidente Jair Bolsonaro com líderes da base aliada.

Leia maisGoverno espera reforma tributária até terça e Renda Cidadã nesta semana

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: