fbpx

Wilson Witzel sofre impeachment e perde o cargo de governador do Rio de Janeiro

Por unanimidade, o governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, sofreu impeachment por crimes de responsabilidade, nesta sexta-feira, 30.

Witzel é o primeiro governador do País a ser afastado em definitivo por processo de impeachment desde a redemocratização. O novo chefe do Executivo estadual será Cláudio Castro.

Por sete votos a zero, o Tribunal Especial Misto (TEM) formou maioria pela aprovação do impedimento de Witzel. Os sete membros do colegiado defenderam a condenação do político por crime de responsabilidade.

O ex-governador é o sexto chefe do Executivo do Rio de Janeiro acusado de corrupção.

Com informações Focus Jornal

Gustavo Soares não tem controle e Prefeitura está sem estoque de Coronavac

O prefeito Gustavo e sua vice só conseguem mostrar a competência da gestão nas redes sociais, porque na prática eles passam longe, e infelizmente a prova disso, é que a Prefeitura do Assú está sem estoque de coronavac, mesmo tendo dito que tinha tudo sobre controle.

A desorganização e por priorizarem a velha politicagem, Gustavo e a vice deixam de fazer o que é certo, e só vacinaram completamente 3.751, e existem mais de 7 mil que não receberem a segunda dose, e o pior sem nenhuma previsão.

Uma nova nota técnica foi divulgada pelo Ministério da Saúde, orientando que os municípios devem guardar as vacinas para garantir o esquema vacinal completo, mas pelo visto não serviu de nada para a Prefeitura do Assú.

Então quando começou a ter a dificuldade na entrega, eles deveriam ter se antecipado aos problemas e como forma de prevenção, controlado a aplicação da primeira dose da coronavac e garantido a segunda a quem já está no limite de receber a segunda.

Mas agora a bagunça já corre solta, e pode ter gente que não será vacinada no prazo por incompetência da gestão sob o comando de Gustavo e Fabielle.

Diretoria Geral inicia desenvolvimento do Relatório de Gestão 2020 da ALRN

A Diretoria Geral da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte dará início ao desenvolvimento do Relatório de Gestão 2020 da instituição, na terça-feira, 04 de maio, em reunião virtual realizada na plataforma Zoom. Na oportunidade, a Diretora Administrativa e Financeira da ALRN e o Grupo de Trabalho irão reunir-se com gestores da Casa Legislativa para apresentar o Relatório de Gestão 2019, o qual está disponível em http://intranet.al.rn.leg.br/intranet2/images/docs/Relatorio-de-Gestao-2019.pdf e direcionar o desenvolvimento dos relatórios de gestão 2020 pelas diversas unidades da Casa Legislativa.

“É importante destacar que o Relatório de Gestão, que teve a primeira edição em 2020, apesar da pandemia e seus efeitos nas atividades laborais do Legislativo, tem como objetivo disseminar as boas práticas administrativas da Assembleia, assim como, de modo sucinto, apresentar os programas, os projetos e as ações desenvolvidas pelos setores que compõem a ALRN”, explicou Dulcinéa Brandão, diretora administrativa e financeira, salientando que o período atípico, iniciado em 2020 e que permanece, reforça a importância de disseminar as ações que norteiam gestão da ALRN.

SOBRE O GRUPO DE TRABALHO – As atividades propostas pela diretora administrativa e financeira são necessárias para a elaboração do Relatório de Gestão 2020 e serão realizadas pelo Grupo de Trabalho (GT) instituído pela portaria 007/2021 – DG, publicada em 29/04/2021, no Diário Oficial Eletrônico da Casa, tendo como data limite para finalizar as atividades no dia 03 de agosto deste ano.

A partir da reunião de terça-feira (4), o Grupo de Trabalho dará início a coleta e análise dos levantamentos setoriais, assim como a apuração das informações pertinentes para a constituição do relatório final. De posse dos dados, o grupo irá definir a melhor forma para a apresentação do Relatório de Gestão 2020 para impressão.

Deputada Federal Natália Bonavides pagou uber e assessoria gaúcha com dinheiro público

Ela é a mais nova da bancada do RN na Câmara dos Deputados. Natália Bonavides tem apenas 33 anos e uma carreira política meteórica. Foi eleita vereadora e, sem sequer concluir o mandato, já foi eleita a segunda mais votada do Estado para deputada Federal. Tem 65 propostas de sua autoria apresentadas; participou de 139 votações e fez seis discursos. É vice-líder do PT na Câmara desde o dia 21 de abril.

Na série que o blog Tulio Lemos vem fazendo sobre os gastos dos parlamentares com o dinheiro público, vamos analisar as contas de Natália Bonavides nos quatro primeiros meses de 2021. Ela gastou 81 mil reais.

JANEIRO

No mês de janeiro, Natália gastou 23 mil reais. O maior valor foi destinado à divulgação da atividade parlamentar, com pouco mais de 10 mil reais. O maior valor foi para uma empresa de Natal, a Plano B Marketing, que recebeu 8 mil e 500 reais.

Leia maisDeputada Federal Natália Bonavides pagou uber e assessoria gaúcha com dinheiro público

Prefeita de Carnaubais vai pagar a empresa de São Rafael quase meio milhão

Marineide Diniz perdeu a noção de vez e resolveu abrir o cofre da prefeitura mais uma vez para pagar a empresa F E CEZARIO EIRELI para serviço de limpeza no município.

O contrato celebrado entre a empresa e a prefeitura vao torrar 472.360,23, ou seja, quase meio milhão de reais por três meses, no qual vai custar mensalmente cerca de 157 mil reais (veja documento aqui).

O que se comenta é que a prefeita Marineide e seu esposo Dinarte, estão com os olhos maiores do que a cara e vão fazer de tudo para torrar dinheiro na prefeitura.

A única coisa que o povo de Carnaubais não esperava era esse gasto exorbitante com lixo, mostrando a falta de preocupação e interesse da dupla em fazer uma Carnaubais diferente.

Vereadora Delkiza vistoria Escola Cepa e incomoda gestão de Gustavo Soares

A oposição em Assú tem incomodado a gestão sob o comando do prefeito Gustavo Soares, apenas porque alguns vereadores estão exercendo o cargo que lhe foram dados pelo povo para fiscalizar os desmandos da gestão, agora foi a vez da vereadora Delkiza, que foi sem avisar na Centro Educacional Dr. Pedro Amorim(CEPA), e encontrou pias e bebedouros sujos e muito mato e sujeira pelas áreas livres da escola.

Delkiza fez apenas o que todos os vereadores que são eleitos pelo deveriam fazer, criticar, fiscalizar, cobrar e denunciar nas redes sociais quantas vezes for necessário, para que a gestão faça o que é certo pelo povo, e isso incomodou tanto, que a gestora e aliada do prefeito fez uma carta para “espernear” e tentar calar a voz da vereadora, apenas porque a gestão que ela apoia está maquiando toda a cidade, e não permite que haja criticas.

O que é mais estranho nas fotos que a vereadora tirou do local, é que a Prefeitura do Assú tem ASG’s com contrato direto e também através de tercerizadas que ganham milhões, para atuar em escolas e ainda assim, uma das escolas está parecendo que não passava limpeza há muito tempo.

O pior numa gestão é a falta de capacidade de enxergar as críticas como uma oportunidade de redenção e de crescimento, querendo fazer midiatismo para transformar a atitude correta da vereadora em algo sujo.

É lamentável que queiram calar as vozes de mulheres que estão fazendo seu trabalho porque recebem pra isso, como Lucianny e Delkiza, e mais ainda, que o prefeito e a vice estimulem seus aliados a criticar e tentar desmerecê-las, mas dizem que só se preocupam quando incomoda, então vamos confiar de que as vereadoras vão continuar a cobrar e fiscalizar o que é obrigação da Prefeitura e direito do povo.

PT vai ao Supremo para derrubar teto de gastos

Gleisi Hoffmann afirma que “faltou coragem” a Rodrigo Maia | Política

PT pediu hoje (29) ao Supremo Tribunal Federal para que o teto de gastos públicos seja esquecido pelos próximos 20 anos. O argumento usado é o combate à fome. O caso será julgado por Rosa Weber, que já analisa outras ações que pedem o descumprimento dos limites fiscais.

Outros pedidos da sigla são o aumento do valor do auxílio emergencial pago em 2021; a inclusão de pessoas extremamente pobres no rol de beneficiários; e o fornecimento de kits alimentação a estudantes sem aulas presenciais.

O antagonista

STF anula decisão que determinava volta das aulas presenciais no RN

Aulas seguem suspensas no RN — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes anulou na tarde desta quinta-feira (29) a decisão da Justiça do Rio Grande do Norte que determinava o retorno imediato das aulas presenciais no estado.

A decisão em questão era do juiz Artur Cortez Bonifácio, da 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, e foi publicada no sábado passado (24), atendendo parcialmente um pedido liminar de urgência feito pelo Ministério Público do Estado. Cumprindo a decisão da Justiça do RN, a governadora Fátima Bezerra (PT) publicou nesta quinta um decreto autorizando as aulas presenciais em todas as escolas das redes pública e privada na educação básica no RN.

O pedido de anulação foi protocolado no STF pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN (Sinte/RN). O sindicato já havia informado à Justiça que os profissionais só retornariam ao trabalho presencial após a vacinação em massa da categoria e ameaçou inclusive entrar em greve.

Após a decisão, os profissionais afirmaram de forma unânime que “não dá para voltar a trabalhar presencialmente neste momento, embora desejem, sobretudo porque o trabalho virtual aumentou em duas ou três vezes a carga horária”, afirmou o sindicato.

As aulas presenciais nas escolas públicas do Rio Grande do Norte estão suspensas desde março de 2020 por causa da pandemia.

Em entrevista ao Bom Dia RN na terça-feira (27), o secretário de Educação do RN, Getúlio Marques, afirmou que a decisão da Justiça do RN foi de encontro ao que está sendo feito no estado. Ele disse que o estado tem um acordo firmado para entregar até 12 de maio um plano de retomada para volta às aulas.

“Nosso problema não é a escola, são as condições fora da escola. Vamos defender que a pandemia tem que estar um pouco mais reduzida para que a gente possa fazer esse retorno nas escolas públicas”, afirmou.

G1RN

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: