Temer dividiu propina da Odebrecht com Geddel, diz Funaro

Resultado de imagem para temer

Nos anexos de sua colaboração, já homologada pelo Supremo, corretor afirmou ter buscado R$ 1 milhão em espécie, supostamente pagos pela empreiteira, no escritório do advogado e ex-deputado José Yunes, amigo do presidente

O corretor Lúcio Funaro disse em sua delação premiada que o presidente Michel Temer dividiu com Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), ex-homen forte de seu governo, propina da Odebrecht. Nos anexos de sua colaboração, já homologada pelo Supremo, ele afirmou ter buscado R$ 1 milhão em espécie, supostamente pagos pela empreiteira, no escritório do advogado e ex-deputado José Yunes, amigo de Temer. Relatou também ter mandado a quantia para Geddel, na Bahia.

As declarações de Funaro coadunam com a versão apresentada pelo ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Mello Filho em sua delação. Ele relatou ter negociado com Temer e seus aliados, entre eles o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil), doações de caixa 2 para campanhas em 2014, no total de R$ 10 milhões. Parte desse valor teria sido distribuída por meio de Yunes, apontado como um dos “operadores” do presidente. À Procuradoria-Geral da República (PGR), Yunes já disse ter sido usado como “mula” de Padilha para a entrega de um pacote. As informações são da Agência Estado.

Leia mais

Federais realizam paralisação contra cortes do governo Temer

UFMG

Trabalhadores técnico-administrativos, professores e estudantes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) prometem paralisação nesta quinta-feira (14), às 17h, na Praça Afonso Arinos, região centro-sul de Belo Horizonte, contra cortes orçamentários feitos pelo governo Temer. Manifestações devem ocorrer em todo país.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação da UFMG, Cefet-MG, UFVJM e IFMG (Sindifes), os cortes orçamentários no serviço público prejudicam o atendimento à sociedade, como no caso do Hospital das Clínicas da UFMG, que fechou uma ala inteira de internação por falta de recursos. O grupo vai se manifestar também conta as tentativas de privatização das usinas hidroelétricas mineiras.

O ato também procura conscientizar a sociedade da importância de lutar contra as reformas da previdência e a anulação da reforma trabalhista que retira os direitos dos trabalhadores, enfraquece a justiça trabalhista e os movimentos de reivindicações, diz o sindicato.

Leia mais

Walter Alves solicita a construção de CRAS e CREAS no RN

Preocupado com a oferta de atendimentos em assistência social nos municípios do Rio Grande do Norte, o deputado federal Walter Alves (PMDB-RN) participou, na manhã de hoje (13), de uma audiência com o assessor especial do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Rogério Nardelli. Durante a reunião, o parlamentar solicitou a liberação de recursos para construção de novos centros de referência e compra de equipamentos para as unidades existentes no estado.

Walter Alves reivindicou a construção de unidades de Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), além da compra de veículos e outros equipamentos. “O atendimento de assistência social é fundamental para garantir direitos aos que estão em vulnerabilidade e situação de risco. A existência de CRAS e CREAS é importante. Por isso, fizermos essa reivindicação junto ao MDS”, explica o deputado.

Leia mais

Prefeitos de Touros e São Miguel do Gostoso são alvos do Ministério Público contra nepotismo

Resultado de imagem para prefeitos de touros e são miguel do gostoso

Promotoria de Justiça pede que parentes de gestores públicos sejam exonerados no prazo de cinco dias

Beneficiar parentes em detrimento da utilização de critérios técnicos para o preenchimento de cargos e funções públicas de alta relevância constitui ofensa à eficiência administrativa necessária no serviço público. Esse é o princípio legal que norteia a publicação, nesta quarta-feira (13), de uma recomendação para que os prefeitos de Touros  Francisco de Assis Pinheiro de Andrade, o Assis do Hospital, e José Renato Teixeira de Souza, de São Miguel do Gostoso, exonerem, no prazo de cinco dias, parentes ocupantes de função ou cargo públicos que não tenham sido providos por meio de concurso.

A Promotoria de Justiça da comarca explica que a medida deve atingir pessoas com relação de parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral, ou por afinidade até o terceiro grau. Para evitar a prática do nepotismo cruzado, a recomendação deixa claro que esse grau de parentesco não é apenas em relação aos chefes do executivo dos dois municípios, mas também em relação aos vice-prefeitos, aos secretários municipais, aos procuradores-gerais dos municípios, aos chefes de Gabinete, aos vereadores ou qualquer outro cargo comissionado municipal.

Leia mais

Temer pede a parlamentares e ministros ‘ladainha’ em defesa do governo

O presidente Michel Temer pediu que parlamentares rebatam discursos negativos e defendam o governo repetidamente, numa espécie de “ladainha”, como fazem professores com seus alunos. À espera de ser mais uma vez criminalmente denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Temer ainda disse em café no Palácio do Alvorada que o governo se sustenta no Congresso.

— O Moreira (ministro da Secretaria-Geral) sempre fala em ladainha. Você precisa repetir as coisas, não é? É como o professor que fala para o aluno, escreve na lousa, manda anotar no caderno, depois pede um exercício, e que o sujeito repita o que foi escrito na lousa. No dia seguinte, repete de novo — comparou o presidente, em apelo a 17 deputados e 19 ministros.

— Que vocês incentivem nossos deputados e senadores, onde quer que estejam, para fazer um discurso de rebate — emendou, pedindo que os aliados do governo não fiquem calados e que sigam o exemplo do governo, que, segundo Temer, não se “aquieta” e está em “harmonia absoluta”. As informações são de O Globo.

Leia mais

Polícia Federal prende ex-governador Garotinho durante programa ao vivo de rádio

O ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PR) foi preso pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quarta-feira, por volta das 10h30m, na porta da Rádio Tupi, em São Cristóvão, Zona Norte do Rio, onde apresenta seu programa diário de rádio. A Justiça condenou Garotinho por compra de votos e determinou que ele cumpra prisão domiciliar.

A decisão estabelece ainda o uso de tornozeleira eletrônica, proíbe a utilização de telefones celulares e restringe o contato pessoal a advogados e familiares próximos — mãe, netos, filhos e a mulher, a ex-governadora do Rio Rosinha Garotinho (PR). A medida será cumprida em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, na casa que o ex-governador mantém no bairro da Lapa.

No entendimento da Justiça, o grupo comandado por Garotinho segue cometendo crimes, como ameaça a testemunhas e destruição de provas — há ainda uma denúncia, que está sendo apurada em outro processo, de tentativa de suborno ao juiz Glaucenir de Oliveira, quando ele esteve à frente da “Operação Chequinho”. Essas evidências, segundo a decisão, justificam a necessidade imediata de prisão. As informações são de O Globo.

Leia mais

Vereadores de Assú trabalham sete e ficam cinco meses de folga

Resultado de imagem para walace Assu

Com um total de 5 meses de recesso sem trabalhar, os 15 vereadores do Assú, estão na lista dos agentes políticos mais bem pagos do Rio Grande do Norte. Um vereador recebe salário mensal de R$ 8 mil, mais R$ 2.500 de auxilio paletó, perfazendo R$ 10.500 que custa cada para os cofres públicos, mas insatisfeitos aprovaram o vale alimentação no valor de R$ 1.040 e o prefeito Gustavo Soares que tem o poder de vetar a lei, preferiu não entrar em rota de colisão e a sancionou sem questionar ou criticá-la.

De acordo com o calendário anual do Legislativo, a Câmara Municipal do Assú tem sessões de março a maio e realiza um recesso em junho. Os vereadores voltam a trabalhar em julho e agosto e entram em novo recesso em setembro. Só voltam a trabalhar em outubro e novembro e contam com mais três meses de recesso, de dezembro a fevereiro.

O presidente da Câmara e vereador João Walace da Silva (PR), justifica o aumento do salário dos colegas, alegando que os proventos dos parlamentares não são reajustados desde 2013 e, portanto, estão defasados. A população não gostou das explicações. “Enquanto eles botam o dinheiro no bolso deles, a gente fica a ver navios. Porque? É uma vergonha a população passar pela situação que está passando”, comentou a higienista hospitalar Jacilda Pinto, na entrevista Intertv Cabugi.

Adécio comenta denúncia sobre Arena e diz que sempre foi contra estádio

O deputado estadual José Adécio (DEM) comentou, na sessão desta terça-feira (12), na Assembleia Legislativa, a reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo, veiculada no domingo (10), apontando para desvio de recursos públicos e pouco uso do equipamento. Adécio lembrou que no período em que se discutia o projeto, ele sempre se mostrou contrário à derrubada do estádio Machadão.

“Eu fiquei sozinho na luta. Apareceram vários pais e várias mães desse elefante branco”, afirmou Adécio, justificando que uma reforma no antigo estádio, no valor do que pode ter sido desviado, seria suficiente para Natal sediar jogos da Copa. “Uma obra que nada trouxe para o Rio Grande do Norte. Para que hoje serve a Arena das Dunas?”, questionou o deputado.

No seu discurso, José Adécio reforçou que é engenheiro civil, e que por ter conhecimento no assunto sempre se posicionou contrário ao projeto do novo estádio. “Naquela época eu perdi votos por isso, mas hoje eu vejo que eu estava certo”, disse o parlamentar, afirmando que o poder público gastou, mas a conta ficou para ser paga pelo contribuinte, referindo-se à conta que supera R$ 1,2 bilhão a ser quitada pelo Governo do Rio Grande do Norte.

Governo do RN está construindo três passagens molhadas para beneficiar 150 famílias

A vida do sertanejo na zona rural de Campo Grande vem se modificando graças aos investimentos do Governo do Estado. A Associação dos Camponeses e Camponesas na comunidade Ronaldo Valença recebeu R$ 212 mil para construção de três passagens molhadas.

Um dos benefícios dessas obras é a contratação de mão de obra residente na própria localidade, o que gera uma renda extra para os agricultores. Seu Juan Carlos trabalha na construção da passagem molhada e ressalta a importância do Projeto. “Isso aqui vai ajudar a população, principalmente no período de cheias”.

As três passagens molhadas estão em fase de finalização, tem 4 metros de largura por 50 de comprimento e vai beneficiar 150 famílias. A Associação está implantando junto a comunidade a coleta de lixo para reciclagem.

Os recursos são do Projeto Governo Cidadão através do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial e coordenado pela Secretaria do Trabalho, da Habitação e Assistência Social.

Lula já está em Curitiba para prestar depoimento

Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a Curitiba na noite de terça-feira (12), de carro, para prestar o segundo depoimento ao juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância.

Segundo o ex-ministro Gilberto Carvalho, Lula chegou “bem” e está hospedado na casa de um amigo. Auxiliares do petista divergem sobre o motivo pelo qual o ex-presidente descartou a viagem de avião. Segundo alguns, foi devido ao alto custo de aluguel de um jato particular.

Já o ex-ministro Alexandre Padilha, vice-presidente do PT, disse que foi por uma questão de comodidade. “Foi opção dele para não ter que fixar horário. Outro dia Lula foi ao Rio de carro e gostou. Assim viaja mais discreto”, disse Padilha.

Leia mais

Produtividade do Tribunal de Justiça do RN é a 2ª mais baixa do Brasil

O Tribunal de Justiça do RN (TJRN) tem o segundo pior índice de produtividade do país. O dado é do Relatório Justiça em Números 2017, divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nesta segunda-feira (04), e que traz informações relativas ao desempenho de cada um dos tribunais do país, de 2009 a 2016.

Os índices de produtividade são calculados pela relação entre o volume de casos baixados e o número de magistrados e servidores na jurisdição. Em 2016, o TJRN teve 962 processos baixados pelos magistrados; o segundo menor índice entre os 27 Tribunais dos Estados e Distrito Federal, atrás apenas do tribunal do Ceará, que teve 929 casos. A média nacional é de 1.773 processos.

No que se refere aos indicativos por servidor, o TJRN também apresenta um baixo índice de produtividade e ocupa o 5º lugar. Foram 89 casos no estado, enquanto a média nacional é de 147. À frente do RN estão o TJAC (69), TJPI (74), TJSE (75) e TJDFT (81). 

Leia mais

Beto Rosado e Rogério Marinho gastam mais de R$ 152 mil para divulgar mandatos

Resultado de imagem para beto rosado e marinho

Os deputados do RN Rogério Marinho (PSDB) e Beto Rosado (PP), gastaram juntos um total de R$ 152.350 com despesas de divulgação da atividade parlamentar no exercício de 2017, segundo informações do Portal de Transparência.

De janeiro a até agosto, o deputado de Mossoró, torrou um montante de R$ 66.350,00. Já a gastança do tucano Marinho, foi de R$ 86.000,00. 

Na lista dos três maiores beneficiados dos deputados potiguares, as seguintes empresas:

ARTEC MARKTING POLÍTICO LTDA – R$ 76.000,00

EDMILDO CIRILO DOS SANTOS – R$ 60.000,00

IMPRESSÃO GRÁFICA E EDITORA LTDA – R$ 10.000,00

Justiça Federal manda soltar desembargador aposentado do RN, preso acusado de corrupção

Resultado de imagem para Desembargador aposentado Francisco Barros

Desembargador aposentado Francisco Barros estava preso preventivamente acusado de corrupção passiva, exploração de prestígio, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

A Segunda Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5 concedeu, hoje (12), por unanimidade, habeas corpus para a revogação da prisão preventiva e expedição de alvará de soltura em favor do desembargador federal aposentado Francisco Barros Dias. Por maioria, a Segunda Turma entendeu também que as medidas cautelares diversas à substituição do decreto prisional preventivo são desnecessárias.

O mandado de prisão contra o magistrado foi expedido pelo Juízo da 14ª Vara Federal da Seção Judiciária do Rio Grande do Norte (SJRN), tendo como base as apurações da Operação Alcmeon, deflagrada, no dia 30 de agosto deste ano, em ação conjunta entre a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF). O processo objeto de apreciação da referida Turma investiga os crimes de exploração de prestígio e falsidade ideológica.

A decretação de prisão determinada pela 14ª Vara Federal da SJRN está vinculada a um inquérito que investiga a possível prática do crime de exploração de prestígio de Barros Dias no TRF5, entre os anos de 2015 e 2017, em relação aos julgamentos da Operação Salt, na qual se apura um suposto esquema de sonegação fiscal em Mossoró/RN.

Ordem de prisão por jogo no mercado também contra Joesley

O empresário Joesley Batista, custodiado temporariamente por ordem do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, tem contra si mais um decreto de prisão. Desta vez, preventivo – sem prazo determinado.

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 13, a Operação Acerto de Contas, 2ª fase da Tendão de Aquiles. O empresário Wesley Batista, irmão de Joesley, foi preso. Em nota, a PF informou que foram cumpridos, além dos dois mandados de prisão contra os irmãos delatores, outros dois de busca e apreensão.

As ordens judiciais foram expedidas pela 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo a pedido da PF como decorrência dos fatos investigados desde que teve início o inquérito policial nº 120/2017, conhecido como operação Tendão de Aquiles. A investigação mira o uso indevido de informações privilegiadas em transações no mercado financeiro ocorridas entre abril e 17 maio de 2017, data de divulgação de informações relacionadas a acordo de colaboração premiada firmado por ambos os presos e a Procuradoria-Geral da República.

A 1ª fase da Tendão de Aquiles foi deflagrada em 9 de junho quando foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e quatro mandados de condução coercitiva. As informações são de Fausto Macedo, Julia Affonso, Fabio Serapião e Fabio Fabrini, O Estado de São Paulo.

Leia mais

Presidente Joáo Waláce mente a TV Intertv sobre salários de vereadores do Assú

Presidente da Câmara de Assu, João Walace da Silva, afirma que salários dos vereadores está defasado (Foto: Inter TV Cabugi)

O presidente da Câmara, João Walace da Silva (PR), mentiu a reportagem da Intertv, afiliada da rede Globo ao informar que os vereadores do Assú, ganham salário de R$ 8 mil.

Na realidade, os vereadores recebem salário básico no valor citado e mais R$ 2.500 mensalmente por restituição e indenização, uma espécie de auxílio paletó para cobrir despesas dos edis assuenses.

No final das contas, os vereadores ganham R$ 10,500 por mês, cada um. Veja abaixo documento que comprova recebimento por debaixo dos panos do vereador Stélio Márcio de Sá Leitão, evangélico integrante da Assembléia de Deus.

%d blogueiros gostam disto: