Blairo diz que não quer ser ‘queimado’ e procura presidente do PP

Resultado de imagem para blairo maggi e temer

Em viagem à China com o presidente Michel Temer, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), temendo estar sendo “queimado” pelo próprio partido, procurou o presidente da legenda, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) para saber se ele estava mesmo negociando sua saída da pasta, em negociação que incluiria a troca pelo Ministério da Integração Nacional, ocupada hoje pelo ministro Helder Barbalho, do PMDB.

Segundo nota da coluna do Estadão, O PP propôs a Temer substituir o ministro Antonio Imbassahy , da Secretaria de Governo, por Barbalho. Assim, o PP ficaria com a Integração Nacional e “rifaria” Maggi.

Comemorando diariamente o sucesso de acordos com o governo chinês para exportação de carne e maçã produzidos no Brasil, Blairo , na conversa, disse a Ciro que se houver mesmo essa articulação em curso, é só avisá-lo, que ele toma a iniciativa de sair do governo, “sem problemas”. Ciro jurou que isso nunca passou pela sua cabeça e que o PP está “extremamente “ satisfeito com seu desempenho a frente do Ministério da Agricultura. As informações são de MARIA LIMA, O Globo.

— Se querem fazer alguma troca, que façam com toda tranquilidade, só não fiquem me queimando, fazendo esse tipo de coisa que acho que não é do partido. Mas o partido precisa tomar posição também, querem sempre criar confusão entre nós. Eu não sou empecilho para nada, estou tentando fazer um bom trabalho em nome do partido e em nome do Brasil. Mas se acharem aí na frente que devem fazer alguma substituição, por favor fiquem á vontade, Só me avisem que eu mesmo tomo a decisão de ir embora , sem qualquer tipo de problema — disse Blairo na conversa com Ciro Nogueira.

O presidente do PP tranquilizou Blairo Maggi e sugeriu inclusive que ele conversasse com o próprio Temer, na China, para desfazer o que chamou de “especulações”. E disse que o partido não tinha como se posicionar porque nunca fora procurado para falar sobre o assunto. E garantiu que em momento algum falou sobre isso com Temer ou com qualquer pessoa no governo.

— Pode ter certeza que ninguém no mundo é imexível, como disse o ex-ministro Magri, mas a primeira pessoa que ficaria sabendo, se a gente tivesse tido essa intenção ou qualquer atitude como essa, seria você por lealdade. O partido está extremamente satisfeito com seu trabalho e não vejo motivo para isso. Só quem tem autoridade para falar isso sou eu como presidente do partido e nunca ouvi falar disso. Se tem algum ministério que está indo bem, que tem representado bem o país, é o seu. Não dê bola para isso não que isso é ridículo. Qual o motivo teria? O presidente não está fazendo reforma ministerial, o tempo dirá se temos razão ou não — respondeu Ciro Nogueira.

Na conversa, Ciro disse ainda que nas conversas com Temer sobre o espaço do PP na Esplanada, sempre demonstrou que o partido se sentia “altamente bem contemplados no governo , bem representado”.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: