Com suspeita de ‘fantasmas’ na Câmara de Natal, Ney Lopes demite todos os assessores parlamentares

Ney Lopes Júnior, vereador de Natal (Foto: Elpídio Junior/Câmara Municipal de Natal)

Depois da denúncia da vereadora Eleika Bezerra (PSL) ao Ministério Público Estadual, sobre a possibilidade de haver servidores fantasmas na Câmara Municipal de Natal, o vereador Ney Lopes Júnior que assumiu a presidência da Casa, substituindo o vereador Raniere Barbosa (PDT), afastado pela Justiça devido a suspeitas de envolvimento em esquemas fraudulentos na Secretaria de Serviços Urbanos (Semsur), – determinou nesta terça-feira através de portaria a exoneração de todos os assessores parlamentares – exceto os dos gabinetes dos vereadores.

“Pode ser que haja pessoas recebendo sem trabalhar. A Câmara tem o controle de quem são os servidores. Quem vem e quem não vem (trabalhar), não tem como saber”, diz Ney Lopes para justificar a exoneração em massa. Ele reconheceu que o Poder Legislativo não tem controle de quem vai trabalhar ou não e considerou que esse pode ser um dos motivos do ‘inchaço’ nas contas. Foi constatado um déficit de R$ 2 milhões no orçamento da casa para 2017. “Nós não podemos ter uma casa inchada sem saber quais funcionários estão nela. Serão todos identificadaos”, declarou.

Nem a assessoria de imprensa, nem o próprio vereador Ney Lopes Júnior souberam informar a quantidade de servidores exonerados e o impacto financeiro das demissões. A exoneração coletiva publicada nesta terça-feira (5) não apresentou a lista de servidores demitidos.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: