FHC pede ‘união’ de Doria e Alckmin contra ‘narrativas falsas’

Former JBS chairman Joesley Batista, left, is driven away from his father's house to turn himself in to authorities, in Sao Paulo, Brazil, Sunday, Sept. 10, 2017. A Brazilian Supreme Court justice has ordered the arrest of the former chairman of the world's largest meatpacker JBS, whose testimony implicated Brazil's President Michel Temer in corruption.(AP Photo/Nelson Antoine)

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pediu nesta segunda-feira (11) a união do governador Geraldo Alckmin e do prefeito João Doria para evitar “narrativas falsas” em 2018.

Em almoço do Lide, organização de empresários fundada por Doria, FHC disse que “o novo não são pessoas novas ou jovens, são ideias. Ideias de vanguarda”.

Olhando para os dois tucanos lado a lado, FHC se disse confiante de que ambos “serão capazes” de apaziguar diferenças.

“Unímo-nos. Senão, os riscos estão aí de uma narrativa falsa que possa embalar todos nós”, afirmou o ex-presidente. FHC citou Alckmin três vezes em sua fala de 40 minutos, e não mencionou Doria, salvo nos agradecimentos iniciais. As informações são de THAIS BILENKY, Folha de São Paulo.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: