Para FHC, deixar a base pode ‘complicar mais’

O ex-­presidente Fernando Henrique Cardoso disse ontem que a decisão de seu partido de permanecer na base do governo Michel Temer foi de “cautela” e afirmou que os tucanos estão apoiando uma gestão que “está fazendo reformas”. FHC reconheceu que há “muitas acusações” contra Temer, mas disse que é preciso o carimbo da Justiça contra o presidente para o PSDB repensar sua posição.

Para o ex-­presidente, se a sigla deixar o governo pemedebista, “pode complicar mais do que ajudar”. “Temos responsabilidades e apoiamos um governo que está fazendo reformas”, disse Fernando Henrique ao Valor PRO, serviço de informação em tempo real do Valor, no intervalo de um seminário sobre produtividade e competitividade promovido pelo Instituto FHC, na capital paulista. “Se formos embora pode complicar mais do que ajudar. O que acontece quando um partido sai de repente? Cria mais dificuldades”, disse

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: