Joaquim Barbosa se encontra com deputados do PSB para discutir cenário para 2018

Joaquim Barbosa

Apontado como possível candidato à Presidência da República em 2018, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa se reuniu na tarde de segunda-feira, 11, com deputados federais do PSB para discutir o cenário político-eleitoral. O encontro aconteceu no escritório dele em São Paulo e contou com a presença de oito dos 33 integrantes da bancada na Câmara.

A reunião foi pedida pelos parlamentares, com aval do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. De acordo com relatos dos deputados, nas quase duas horas de conversa, Barbosa admitiu que cogita ser candidato a presidente e prometeu anunciar uma decisão até março do próximo ano, prazo final exigido pela legislação eleitoral para que ele se filie a um partido político para poder participar da disputa. As informações são de  Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo .

Leia maisJoaquim Barbosa se encontra com deputados do PSB para discutir cenário para 2018

Temer nomeia ex-mulher do ministro Gilmar para conselho da Itaipu

Resultado de imagem para temer egilmar

O presidente Michel Temer nomeou nesta terça-feira, 12, novo diretor e conselheiros da Hidrelétrica de Itaipu. Foi designada conselheira da binacional a advogada Samantha Ribeiro Meyer, ex-mulher do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

Em maio, Samantha assinou parecer usado pela defesa do presidente na ação movida pelo PSDB que pediu a cassação da chama Dilma-Temer. O mandato de conselheira poderá ser exercido até maio de 2020. As informações são de  Lorenna Rodrigues, O Estado de S.Paulo.

Leia maisTemer nomeia ex-mulher do ministro Gilmar para conselho da Itaipu

TJ derruba liminar que suspendeu aposentadoria do ex-presidente do TCE Jonas Lopes

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Milton Fernandes de Souza, decidiu nesta segunda-feira derrubar a liminar que havia travado o processo de eleição para preencher a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) deixada pelo ex-presidente Jonas Lopes de Carvalho, bem como ato que suspendia a aposentadoria do ex-conselheiro de R$ 30, 4 mil.

No último dia 6 de dezembro, uma liminar deferida pelo juiz Eduardo Antonio Klausner, da 7ª Vara de Fazenda Pública suspendeu os trâmites para a escolha do auditor Rodrigo Nascimento, indicado pelo governador Luiz Fernando Pezão, após acolher uma ação popular.

Nascimento foi aprovado em sabatina por uma das comissões da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Sua indicação iria ao plenário da Casa na semana passada, porém, foi suspensa. O TCE então entrou com uma ação para reverter a decisão de Klausner.

Temer avalia deixar Nova Previdência para o ano que vem

Reforma da Previdência e os principais pontos

Com dificuldade para obter votos até a próxima semana, Michel Temer e aliados admitem a possibilidade de deixar para fevereiro a votação da reforma da Previdência.

O balanço mais recente feito pelo Planalto apontou um placar estacionado em torno de 270 votos, abaixo dos 308 necessários. A ideia do governo é tentar votar o texto entre os dias 18 e 20, antes do início do recesso parlamentar.

Para tanto, quer iniciar na quinta (14) o debate o em plenário como forma de estimular líderes partidários a sair publicamente em defesa da proposta –ao mesmo tempo, sentir a temperatura do quadro de votos.

Porém, diante do risco de não conseguir levar a estratégia adiante, o Planalto passou a formular o discurso de que a votação pode ficar para fevereiro. “Se não conseguirmos [votar na semana que vem], vou sentir que perdemos uma batalha, mas não perdemos a guerra”, disse o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), que assume na quinta como ministro da articulação política (Secretaria de Governo) com a missão de angariar mais apoio à reforma. As informações são da Folha de São Paulo.

Leia maisTemer avalia deixar Nova Previdência para o ano que vem

Câmara gastará R$ 1,3 milhão com serviços de limpeza

Resultado de imagem para camara dos deputados

A Câmara dos Deputados reservou R$ 1,3 milhão para a prestação de serviços continuados na área de limpeza e conservação e na área de portaria, zeladoria e garagem de blocos funcionais da Casa.

O pedido foi realizado pela Coordenação de Habitação do órgão. O valor atende despesas de 17 de novembro a 31 de dezembro de 2017, segundo o portal Contas Abertas.

Odebrecht anuncia que membros da família não poderão mais presidir grupo

Decisão é divulgada às vésperas da saída de Marcelo Odebrecht da prisão

O presidente do conselho de administração da Odebrecht, Emílio Odebrecht, anunciou nesta segunda-feira aos funcionários que nenhum integrante de sua família poderá ocupar o cargo de presidente da holding que controla as empresas do grupo. O comunicado veio a uma semana da saída de Marcelo Odebrecht, sócio e um dos herdeiros da companhia, da prisão, segundo O Globo.

“A Kieppe, empresa pertencente à família Odebrecht e controladora da Odebrecht S.A., decidiu desde 11/09/2017 que o cargo de diretor presidente da Odebrecht S.A. será exercido por profissional não membro da família Odebrecht, escolhido pelo presidente do Conselho de Administração dentre os diretores eleitos pelo mesmo conselho”, disse Emílio em comunicado enviado hoje.

Com isso, a empreiteira tenta se proteger de intervenções de familiares na administração e também de um eventual retorno do próprio Marcelo, filho de Emílio que irá para a casa cumprir prisão domiciliar na terça-feira da próxima semana, dia 19 de dezembro. Marcelo foi presidente da Odebrecht por cerca de cinco anos e deixou o cargo poucos meses depois de ser preso na operação Lava Jato, em junho de 2015.

Leia maisOdebrecht anuncia que membros da família não poderão mais presidir grupo

Construtoras fazem mobilização a favor da reforma da Previdência

Convencido que sem um sinal de avanço da reforma da Previdência o investimento ficará retraído, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) colocou sua estrutura para pressionar pela aprovação da proposta. As 85 entidades filiadas à entidade passaram o último fim de semana em contato com deputados para pedir a aprovação da proposta.

“Há no campo da infraestrutura uma expectativa dos investidores por esse sinal”, disse o presidente da Comissão de Obras Públicas da CBIC, Carlos Eduardo Lima Jorge. “Eles colocam como condicionante para 2018.”

Ao longo dos próximos dias, a ideia é procurar os indecisos e “ver o que está pegando” e explicar a importância da aprovação, informou o presidente da entidade, José Carlos Martins. “Investimento é confiança”, frisou. As informações são da Agência Estado.

Leia maisConstrutoras fazem mobilização a favor da reforma da Previdência

Temer manda ministros liberar mais verbas para aprovar Previdência

Resultado de imagem para A pedido de Temer, ministros liberam mais verba para emendas na tentativa de aprovar Previdência

Michel Temer colocou nas mãos dos ministros Ricardo Barros (Saúde), Alexandre Baldy (Cidades) e Helder Barbalho (Integração Nacional) uma última cartada para tentar aprovar a reforma da Previdência, segundo a coluna Painel, da Folha de São Paulo.

O presidente pediu que os três façam uma readequação nos orçamentos de suas pastas para abrir um espaço de R$ 3,6 bilhões em recursos a serem negociados com a base aliada na Câmara. Disse ter pressa e avisou que gostaria de ver as mudanças equacionadas até esta terça (12).

Junto e misturado A cota extra de recursos abrirá espaço para emendas que serão pagas no início do ano que vem. O Orçamento de 2018 será votado na mesma semana em que o governo tentará aprovar as novas regras de aposentadoria: a do dia 18.

DEM engorda bancada e desidrata o PSB

Rodrigo Maia no exterior

O DEM deu início ao movimento de engorda de sua bancada na Câmara dos Deputados e consequente desidratação do PSB.

O primeiro a anunciar filiação foi o deputado federal Danilo Forte (CE), que já havia rompido com o PSB e estava sem partido.

Assim como ele, outros seis a oito deputados devem se filiar ao DEM até quinta-feira (14), quando o partido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), e do ministro da Educação, Mendonça Filho (PE), realiza convenção.

Nesta primeira onda migratória devem entrar no DEM os deputados Tereza Cristina (MS), Fabio Garcia (MT) e Adilton Sachetti (MT) -que já deixaram o PSB-, José Reinaldo (MA), Heráclito Fortes (PI) e Marinaldo Rosendo (PE), que ainda integram a bancada da sigla.

Eles vão trocar de partido antes de março, mês da “janela” em que políticos poderão mudar de legenda sem risco, e por isso, há possibilidade de perda do mandato por infidelidade partidária. As informações são da Folha de São Paulo.

Leia maisDEM engorda bancada e desidrata o PSB

Candidato de Temer pode ter 40% do tempo de TV

Resultado de imagem para temer

Caso se concretize a união de partidos governistas em torno de um candidato comum à Presidência, o nome apoiado por Michel Temer terá um importante trunfo em 2018, a maior fatia da propaganda eleitoral na TV e rádio.
A dez meses das eleições, Temer tem o governo reprovado por 71% da população, segundo o Datafolha, mas tenta construir uma candidatura que defenda a sua gestão.

O mais cotado para a missão, por ora, é seu ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), embora ele tenha conseguido apenas 2% das intenções de voto na pesquisa, em seu melhor cenário.

Temer tem hoje como principal sustentáculo ao seu governo os partidos do chamado centrão, siglas médias lideradas por PP, PSD, PR, PTB e PRB.

Na hipótese de elas não migrarem para nenhuma coligação concorrente, o candidato oficial do governo ficará com 39% do tempo total de propaganda na TV e rádio -quase 5 minutos em cada bloco de 12 minutos e 30 segundos. As informações são de  RANIER BRAGON, Folha de São Paulo.

Leia maisCandidato de Temer pode ter 40% do tempo de TV

Para Gilmar Mendes, é esquizofrenia diferenciar Congresso e assembleias

Ministros do Supremo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou nesta segunda-feira (11), em Washington, que os ministros da corte devem a confirmar posição de que as assembleias estaduais não têm poder de suspender medidas cautelares da Justiça contra parlamentares. Faltam os votos de dois ministros, Luís Roberto Barroso e Ricardo Lewandowski, para ser concluída a análise da questão.

Até o momento, cinco dos 11 ministros votaram por restringir os poderes das assembleias: Edson Fachin, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli e Cármen Lúcia.

Outros quatro se manifestaram a favor de estender aos deputados estaduais e distritais as mesmas prerrogativas dos parlamentares federais: Marco Aurélio, Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes e Celso de Mello.

Em reunião em Washington, Gilmar Mendes classificou a posição do STF como esquizofrênica, segundo a Folha de São Paulo.

“Como vocês sabem, fui crítico disso. Inclusive acredito que o tribunal está fazendo uma esquizofrenia, separando a discussão dos parlamentares federais dos parlamentares estaduais. Não me parece que seja uma boa solução.”

Robinson empossa novos secretários

O governador Robinson Faria deu posse, na tarde desta segunda-feira, 11, aos novos secretários da gestão: Vagner Araújo, que assume a Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas); Luiz Eduardo Machado, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), e Estella Dantas, a Secretaria de Relações Institucionais. Em um discurso otimista, o governador ressaltou que está fazendo todos os esforços para equacionar as conseqüências da crise no estado, e que a chegada desses novos nomes contribuirá positivamente com este trabalho.

“Escolhemos pessoas com o perfil de acordo com as nossas metas de governo e com a confiança que o povo depositou em nossa gestão. Já conseguimos avançar em várias áreas, como infraestrutura, recursos hídricos e saneamento. E estamos fazendo de tudo para solucionar aquela que é hoje nossa prioridade: a regularização do pagamento dos servidores públicos”, destacou o governador.

Leia maisRobinson empossa novos secretários

Para Mario Sergio Cortella, mídias sociais favoreceram a imbecilidade

O filósofo Mário Sérgio Cortella

O filósofo Mario Sergio Cortella comenta, em entrevista à DW Brasil, a cultura do ódio que se disseminou pelo país. Para o escritor, na internet todos têm uma opinião, mas poucos têm fundamentos para ancorá-la.

A instantaneidade e conectividade das mídias sociais fomentam um ambiente hostil em que todos têm “alguma opinião sobre algo, mas poucos têm fundamentos refletidos e ponderados para iluminar as opiniões”, diz o filósofo e professor universitário Mario Sergio Cortella, em entrevista à DW Brasil.

Cortella é uma figura influente na sociedade brasileira como palestrante, debatedor e comentarista de rádio. Com mais de um milhão de livros vendidos entre seus 33 títulos lançados, Cortella traduz à linguagem coloquial e adapta à realidade atual do Brasil complexos temas filosóficos, existenciais e políticos como “se você não existisse, que falta faria?” ou “o caos político brasileiro”. Nesta entrevista, ele analisa como a cultura do ódio é alimentada por “analfabetos políticos”.

Leia maisPara Mario Sergio Cortella, mídias sociais favoreceram a imbecilidade

Servidores intensificam protestos contra reforma da Previdência

Temer

Com a expectativa de votação da reforma da Previdência no plenário da Câmara na próxima semana, sindicatos ligados aos servidores públicos intensificaram protestos em todo o País para pressionar deputados e senadores a votarem contra a proposta.

As manifestações são planejadas nos principais aeroportos do País e até mesmo nos apartamentos funcionais em que os parlamentares moram em Brasília.

Na manhã desta segunda-feira (11), por exemplo, integrantes do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário e do MPU (Sindijus) e do Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (SindiReceita) recepcionaram parlamentares que desembarcavam no Aeroporto de Brasília.

Eles eram abordados por servidores, que erguiam faixas e usavam apitos para chamar atenção ao protesto. As informações são da Agência Estado.

Leia maisServidores intensificam protestos contra reforma da Previdência

%d blogueiros gostam disto: