Ministério Público Federal recorre para ampliar pena de Flávio Rocha

Flávio Rocha feriu a honra e acusou publicamente de criminosa uma das autoras da ação trabalhista movida contra sua empresa

O Ministério Público Federal (MPF) apelou da condenação do empresário Flávio Gurgel Rocha, sentenciado em primeira instância ao pagamento de R$ 93.700 pelo crime de injúria contra a procuradora do trabalho Ileana Neiva Mousinho, além de R$ 60 mil a título de ressarcimento dos danos provocados a ela.

O recurso tem o objetivo de aumentar o valor desse ressarcimento e obter a condenação do empresário também por calúnia e coação no curso do processo.

Ileana e mais oito membros do Ministério Público do Trabalho (MPT) moveram uma ação contra a empresa da qual o empresário é vice-presidente – a Guararapes Confecções SA. – e, após tomar conhecimento da ação, ele divulgou postagens caluniosas em suas redes sociais e incentivou um protesto em frente ao local de trabalho da procuradora, prejudicando até mesmo a rotina dos parentes da vítima.

Leia maisMinistério Público Federal recorre para ampliar pena de Flávio Rocha

Cunha repassava propina a Temer desde 2003, diz Funaro à PF

O operador financeiro Lúcio Funaro afirmou, em um novo depoimento à Polícia Federal (PF), que o ex-deputado Eduardo Cunha (MDB-RJ) repassava propina ao presidente Michel Temer desde “2003 ou 2004”. O depoimento do operador, obtido pelo GLOBO, foi tomado no inquérito dos Portos, com o objetivo de obter novas provas de pagamentos ilícitos ao presidente envolvendo o setor portuário.

Funaro acrescentou novos detalhes além das informações prestadas em sua delação premiada, fornecendo uma cifra inédita aos investigadores: o delator identificou que Altair Alves Pinto, apontado como transportador de dinheiro de Eduardo Cunha, retirou ao menos R$ 90 milhões em espécie do seu escritório. “Dentre esses pagamentos o depoente pode afirmar com certeza que alguns destes valores ilícitos tiveram como destino direto o presidente Michel Temer”, disse no depoimento. O Globo

Leia maisCunha repassava propina a Temer desde 2003, diz Funaro à PF

Tulio Lemos vai a Câmara responde perguntas e enterra CPI

O Prefeito Tulio Lemos esteve ontem (24), na Câmara Municipal atendendo requerimento da CEI – Comissão Especial de Inquérito – para responder questões pertinentes ao antigo contrato de limpeza urbana do município, entre a Prefeitura de Macau e a empresa Vale Norte.

Tranquilo e seguro, Tulio Lemos respondeu de prontidão todas as perguntas feitas pelos integrantes da comissão e não se limitou a responder o que teoricamente lhe era pertinente enquanto Prefeito, entrou também no mérito técnico do contrato.

Formada pelos vereadores Emmanuel Clélio, Oscar Paulino e Cláudio Gia, a comissão investigadora transpareceu possuir poucos ou nenhum subsídio legal que viesse a comprometer o Prefeito. Limitou-se a perguntas pouco objetivas e de cunho politiqueiro.

Motivo que causou estranheza, em dado momento o Vereador “Kekel” chegou a perguntar se o Prefeito sabia de cabeça o número da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de determinado escritório de advocacia – fato que causou risos na plateia.

Embora não fosse por lei, obrigado a atender a convocação, Tulio Lemos foi enfático: Vim porque não tenho nada a esconder ou temer, sempre estive e estarei aberto a debater qualquer assunto relacionado a minha gestão, que é limpa e inflexível. Estou aqui.

Em outro momento o Tulio Lemos disse: Estou aqui respondendo as mesmas perguntas que vocês fizeram aos técnicos e responsáveis por este contrato, vocês já foram convencidos antes, estou aqui só por questão política, estão tentando se agarrar no que não existe pra criar algo que nunca existiu. Perda de tempo e insulto ao povo Macauense que por tanto tempo viveu sob os desmandos da corrupção e hoje desfruta de uma gestão honesta mas perseguida, pelos mesmos indivíduos do passado.

Discurso e respostas que, ao que parece convenceram e sacramentaram de vez o fim das investigações, uma vez que a comissão em comum acordo e por unanimidade decidiu dispensar o interrogatório do Chefe de Gabinete que seria feito logo em seguida alegando “já estarem plenamente satisfeitos com as respostas do prefeito.”

Eleitor do PSDB prefere Bolsonaro a Alckmin em pesquisa espontânea do Datafolha

Presidenciáveis participam do segundo debate nas eleições 2018

Entre os eleitores que dizem ter o PSDB como partido de preferência, Jair Bolsonaro, candidato do PSL, lidera as intenções de voto na pesquisa espontânea, à frente do tucano Geraldo Alckmin, segundo revelou a última pesquisa Datafolha, divulgada na quarta (22).

Em todo o país, 22% dos eleitores que afirmaram preferir o PSDB responderam que votariam em Bolsonaro, em outubro, ao serem questionados de forma espontânea sobre o pleito. Do mesmo universo, 14% disseram que escolheriam Alckmin, e 35% declararam não saber em quem votar. 

cenário muda quando os pesquisadores mostram a lista de candidatos. No cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Alckmin fica com 34% das intenções, contra 27% de Bolsonaro. Se Lula, que está preso e virtualmente inelegível, disputar, ele leva 13% dos votos, mas Alckmin lidera com 31% e Bolsonaro tem 24%.
 
O candidato do PSL também leva a melhor em São Paulo, reduto de Alckmin, que governou o estado nos últimos sete anos. Isabel Fleck – Folha de São Paulo

Leia maisEleitor do PSDB prefere Bolsonaro a Alckmin em pesquisa espontânea do Datafolha

TSE nega pedido de Lula para garantir cobertura jornalística na TV

O ministro Sérgio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu na noite desta sexta-feira (24) negar um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para que emissoras de TV “incluam” em suas coberturas jornalísticas a campanha presidencial do petista e sua coligação, intitulada “O Povo Feliz de Novo”.

Lula, que tem Fernando Haddad como vice na chapa, está preso em Curitiba (PR) após ser condenado em segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.

“No caso em exame, ao menos em juízo de cognição sumária, não se extraem dos autos elementos suficientes para configuração da transgressão ao dever de conceder tratamento isonômico aos candidatos a cargo de presidente da República, ante a ausência de quaisquer provas sobre o alegado”, ponderou o ministro Sérgio Banhos.

“Ademais, diante da contraposição de valores constitucionais de inegável relevo, no caso, liberdade jornalística e isonomia entre candidatos, entendo que a matéria apresenta complexidade que exige análise verticalizada a demandar a oitiva das representadas e a manifestação do Ministério Público Eleitoral”, concluiu o ministro.

Banhos ainda pediu que as emissoras de televisão apresentem uma manifestação dentro de dois dias e, posteriormente, vai aguardar uma manifestação do Ministério Público Eleitoral. Rafael Moraes Moura – Coluna do Estadão

Carlos Eduardo Alves promete colocar salários em dia e retomar investimentos no RN

Carlos Eduardo (PDT) gravou programa eleitoral nesta sexta-feira (24), em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

O candidato ao governo do estado pela Coligação 100% RN, Carlos Eduardo (PDT) gravou o seu programa eleitoral na manhã desta sexta-feira (24), em Natal. No material de divulgação, ele destaca as ações de quando foi prefeito da capital potiguar.

Carlos Eduardo deixou a Prefeitura de Natal para se candidatar pela segunda vez ao governo do estado. Ele explicou porque deseja governar o Rio Grande do Norte.

“Eu tenho experiência administrativa para realmente resgatar o Rio Grande do Norte dessa situação em que se encontra. A experiência é muito importante, além do trabalho, da união que queremos para todo o Rio Grande do Norte, para organizar o estado, botar os salários em dia e voltar a investir em segurança, saúde, educação, agricultura, ciência e tecnologia, desenvolver o estado e criar empregos no Rio Grande do Norte”, afirmou o candidato.

Fátima Bezerra (PT) promete ambiente favorável a negócios e ampliação do Proadi no RN

Fátima Bezerra (PT) cumpriu agenda em Mossoró, acompanhada do candidato a vice-presidente, Fernando Haddad, e correligionários (Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca)
Fátima Bezerra (PT) cumpriu agenda em Mossoró, acompanhada do candidato a vice-presidente, Fernando Haddad, e correligionários (Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca)

A candidata pelo PT ao governo do estado, Fátima Bezerra, cumpriu agenda nesta sexta-feira (24) em Mossoró, na região Oeste potiguar. Pela manhã, ela participou de entrevista coletiva com o vice-candidato a Presidência da República, Fernando Haddad (PT).

Em seguida, a candidata saiu em caminhada pelo comércio da cidade e inaugurou o comitê do partido. Ela também falou sobre suas propostas para o desenvolvimento econômico do estado.

“O Rio Grande do Norte é rico em energia renovável, petróleo, gás, minério, turismo, entre outros. Nosso compromisso é um ambiente favorável aos negócios, segurança jurídica, infraestrutura, manter o Proadi (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial) e expandir para as pequenas e médias empresas”, declarou a candidata.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: