Presidenciáveis retomam tom crítico a Bolsonaro

Os candidatos ao Palácio do Planalto nas eleições 2018 passaram a modular as manifestações de solidariedade a Jair Bolsonaro com a preocupação de que o episódio da semana passada, quando o candidato do PSL foi esfaqueado durante uma agenda de campanha, seja usado a seu favor na eleição. Apesar das manifestações de apoio ao deputado federal e o repúdio à violência, os presidenciáveis retomaram o tom crítico em relação às ideias e posturas do adversário.

Na campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) a avaliação é de que a trégua com o candidato do PSL vai acabar, até porque, segundo auxiliares, não há alternativa senão desconstruir o rival. Em evento nesta segunda-feira, 10, na capital paulista, Alckmin fez questão de separar a tática eleitoral da condenação à violência.

“São questões distintas: uma é a solidariedade a quem foi alvo de um atentado vil, covarde. Outra coisa são os destinos da Nação”, disse. “O povo quer um governo que funcione, nós já temos problemas demais, não podemos ter um presidente que seja mais um problema.” Gilberto Amendola, Marianna Holanda, Pedro Venceslau, Ana Assam, Carla Bridi e Daniel Bramatti, O Estado de S.Paulo

Leia maisPresidenciáveis retomam tom crítico a Bolsonaro

Pesquisa Consult aponta Gustavo Costa entre os deputados mais citados

Se a eleição fosse hoje, Gustavo Costa estaria eleito deputado estadual. É o que mostra a pesquisa Consult/Blog do BG divulgada nesta segunda-feira (10). O percentual do levantamento apontou Gustavo entre os 24 parlamentares que ocuparão uma vaga na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte a partir de 2019, com 0,35% das intenções de votos, ficando à frente de deputados que já ocupam um mandato.

A pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 7 de setembro em todas as regiões do estado. Na ocasião, foram feitas 1.700 entrevistas, com margem de erro de 2,3% e índice de confiabilidade de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo RN-08648/2018.

Programa destaca sistema prisional do RN como referência no NE

A modernização do sistema prisional do Rio Grande do Norte, que virou referência para outros estados do Nordeste, foi um dos destaques do programa eleitoral de Robinson Faria (PSD), da Coligação Trabalho e Superação, na televisão na noite desta segunda-feira (10).

O programa exibiu imagens do pronunciamento do deputado cearense Capitão Wagner Souza Gomes na Assembleia Legislativa daquele estado em que, após visita, ele qualifica todos os avanços que o Rio Grande do Norte deu nessa área. 

“Ao tocar na cela [o agente penitenciário], todos os presos de um pavilhão que tinha 20 celas se sentaram de costas, na posição de disciplina, com as mãos na cabeça para oferecer qualquer resistência aos agentes prisionais”, relata o Capitão Wagner.

Leia maisPrograma destaca sistema prisional do RN como referência no NE

Carlos Eduardo Alves e Álvaro Dias são suspeitos de aumentar tarifa do ônibus em troca de recebimento de propina

Carlos Eduardo e Álvaro Dias, investigados pelo MP, em ato de campanha neste final de semana, na região Seridó  (Foto: Assessoria de Carlos Eduardo/Divulgação)

O Ministério Público do Rio Grande do Norte abriu um inquérito civil para investigar a suposta prática de ato de improbidade administrativa que teria sido praticado pelo atual prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB) e pelo ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, atual candidato a governador do estado pelo PDT.

A investigação vai apurar se Carlos Eduardo e Álvaro Dias autorizaram o aumento da tarifa do ônibus de Natal em troca de recebimento de propina em forma de doação eleitoral que seria realizada por um empresário, proprietário de uma empresa de ônibus, para as candidaturas de Carlos Eduardo a governador e de Adjuto Dias, filho de Álvaro Dias, para deputado estadual.

Reprodução de parte do inquérito 116.2018.000456 aberto pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte para apurar suporto pagamento de propina por aumento na tarifa de ônibus de Natal  (Foto: MPRN/Reprodução)

A portaria do dia 28 de agosto determinou a abertura do inquérito civil, mas não foi publicada no Diário Oficial do Estado, porque o promotor substituto Márcio Cardoso Santos, da 44ª Promotoria do Patrimônio Público de Natal, determinou o sigilo da investigação. Porém, o G1 e a Inter TV Cabugi tiveram acesso ao documento em pesquisa pública dentro do próprio site do Ministério Público. G1 RN

Leia maisCarlos Eduardo Alves e Álvaro Dias são suspeitos de aumentar tarifa do ônibus em troca de recebimento de propina

Fátima Bezerra (PT) participa de sabatina com engenheiros e agrônomos

Candidata Fátima Bezerra (PT) participou de sabatina na sede do Crea em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

A candidata ao governo do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) foi sabatinada por engenheiros e agrônomos potiguares no final da manhã desta segunda-feira (10), na sede do Conselho Estadual de Engenharia e Agronomia (Crea), em Natal.

Fátima Bezerra (PT) destacou que seu programa de governo já prevê investimentos para melhorar a infraestrutura em vários retores do estado.

“A recuperação, manutenção e ampliação da questão das estradas, a infraestrutura hídrica, é fundamental. Recuperar os investimentos da Petrobras no nosso estado, implementar o modelo de desenvolvimento com inclusão social e econômica no Rio Grande do Norte, que é esse o nosso desejo, passa naturalmente por investimentos no seguimento de infraestrutura”, disse a candidata.

Bolsonaro cresce 2 pontos após atentado e chega a 24%, diz Datafolha

Jornal Nacional publicou na noite desta segunda-feira, 10, novos números do Datafolha para a disputa pela Presidência da República.

O levantamento, o primeiro divulgado depois do atentado a faca contra o candidato Jair Bolsonaro(PSL), mostra que o deputado federal manteve a liderança na corrida presidencial e chegou a 24% das intenções de voto, um crescimento de 2 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior do instituto, publicada em 22 de agosto.

As intenções de voto em Bolsonaro variaram dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O presidenciável foi esfaqueado no abdome em um ato de campanha em Juiz de Fora (MG) na última quinta-feira, 6, e está internado na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.  João Pedroso de Campos – Revista Veja

Leia maisBolsonaro cresce 2 pontos após atentado e chega a 24%, diz Datafolha

Quadrilha ataca presídio de segurança máxima e 92 escapam na Paraíba

ctv-kmj-paraiba

O que seria uma ação para dar fuga a um pequeno grupo de presos acabou elevando para 92 o número de fugitivos da penitenciária de segurança máxima Romeu Gonçalves Abrantes, o PB1, localizada em João Pessoa (PB). A informação foi divulgada pela Polícia Militar, durante uma coletiva realizada na manhã desta segunda-feira, 10.

Até as 11h32, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que 41 detentos já haviam sido recapturados, após ações na Paraíba e nas divisas com Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte. O secretário do órgão, tenente-coronel Sérgio Fonseca, afirmou que os bandidos invadiram a prisão com metralhadoras ponto 40, ponto 50 e fuzis 762, além de pistolas 9 milímetros. Pela manhã, o órgão havia divulgado que 105 presos fugiram, mas depois de uma recontagem, o número foi corrigido para 92.

A quadrilha tinha como objetivo libertar quatro homens que foram presos no mês passado, suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubos a bancos e carros-fortes. Eles foram presos em Lucena, na Região Metropolitana de João Pessoa, após atacarem uma equipe que fazia transporte de valores na BR-230, próximo a cidade de Cruz do Espírito Santo (PB). Jéssica Otoboni e Raniery Soares (especial para O Estado), O Estado de S.Paulo

Leia maisQuadrilha ataca presídio de segurança máxima e 92 escapam na Paraíba

Juiz põe Kassab no banco dos réus e bloqueia R$ 21 milhões

O juiz José Gomes Jardim Neto, da 9ª Vara da Fazenda Pública da Capital, abriu ação de improbidade contra o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilberto Kassab (PSD), e determinou o bloqueio de R$ 21 milhões. Ele é investigado por suposto repasse do valor da Odebrecht via caixa 2 entre 2008 e 2014.

Na ação, a Promotoria requereu a indisponibilidade de R$ 85 milhões, equivalentes a três vezes o valor supostamente pago ao ex-prefeito de São Paulo (2006-2012). No entanto, o juiz deferiu parcialmente a medida cautelar.

“Todavia, já havendo acordo nos autos para pagamento pela construtora Odebrecht no valor das supostas doações irregulares ao réu, entendo ser excessivo o pedido de indisponibilidade no montante de três vezes esse valor (R$ 85.006.704,00) em seu patrimônio, parecendo a este magistrado ser suficiente que o valor do bloqueio atinja o mesmo valor declarado
como entregue como “caixa 2″, ou seja, R$ 21.251.676,00”, anotou.

Leia maisJuiz põe Kassab no banco dos réus e bloqueia R$ 21 milhões

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: