Justiça decreta indisponibilidade de R$ 6 milhões de bens de Robinson Faria

O juiz Francisco Seráphico Coutinho, da 6ª Vara da Fazenda Pública de Natal, deferiu pedido do Ministério Público Estadual e decretou a indisponibilidade dos bens do ex-governador Robinson Faria, no valor de R$ 6.379.571,08, com objetivo de assegurar o ressarcimento integral do dano apontado em Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa promovida pelo MP.

Segundo o Ministério Público, Robinson Faria praticou atos de improbidade administrativa no período de 2005 a 2017, quando foi exerceu os cargos de deputado estadual, vice-governador e governador do Estado do Rio Grande do Norte. Entre as práticas imputadas pelo MP estão a inserção fraudulenta de pessoas na folha de pagamento da Assembleia Legislativa, no período de 2006 a 2015.

O ex-governador também é acusado de “utilizar os cofres públicos para remunerar pessoas à sua exclusiva disposição, seja em atividades eminentemente particulares, seja na prestação de serviços de cunho eleitoral”, bem como “patrocinar a velha e antidemocrática política de manutenção de ‘curral eleitoral’, por meio da compra ‘parcelada’ de apoios políticos”.

Leia maisJustiça decreta indisponibilidade de R$ 6 milhões de bens de Robinson Faria

Gustavo Soares é o pior prefeito do Vale em investimento de saúde

Prefeito do Assú investiu menos em Saúde do que os seus colega do Vale do Açu

O prefeito e médico Gustavo Soares, irmão líder da governadora Fátima Bezerra, do PT, o deputado do PR George Soares, não desmentiu ou contestou dados revelados pelo Conselho Federal de Medicina que divulgou levantamento de estudo apontado o Assú, como o município que tem um prefeito que menos investiu em saúde no ano de 2017 entre as cidades do Vale do Açu.

O deputado do PR George Soares, uma espécie de baba ou ama seca do irmão prefeito, também preferiu ficar em silêncio com relação a revelação do estudo do Conselho Federal de Medicina sobre os investimentos realizados pelas prefeituras dos mais de 5 mil municípios do país que deixou o Doutor Gustavo numa situação delicada sobre a sua competência e interesse na saúde pública, como divulga blogs pagos do Assu e das emissoras de rádio com contrato milionário como a Princesa FM.

O prefeito Gustavo Soares, investiu na saúde apenas R$ 280,62 por cada habitante em 2017, uma miséria comparado com o que investe Guamaré com R$ 2.298,86.

O prefeito de Carnaubais Thiago Meira investiu R$ 403, 80 

O prefeito de Ipanguaçu Valderedo Bertoldo investiu R$ 346,90

O prefeito de Itajá Alaor Pessoa investiu R$ 347,46.

 O pior lugar no Vale do Açu ficou com o prefeito do Assu Gustavo Soares

Barragem se rompe e casas são atingidas em Brumadinho (MG)

Barragem rompe e casas são atingidas em Brumadinho, na Grande BH

Uma barragem da mineradora Vale se rompeu na manhã desta sexta-feira (25) em Brumadinho, cidade da Grande Belo Horizonte. O rompimento foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, que enviou equipes para o local. A defesa civil também foi acionada.

Segundo a empresária mineira Natália Farina, 30, a região atingida tem em torno de 1.000 moradores. Ela, que estava trabalhando no centro de Brumadinho no momento do incidente, disse que não houve alerta antes do rompimento, e que a lama continua descendo, enquanto a população busca abrigo em partes altas da cidade.

A Vale também informou que acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens.

De acordo com a site da companhia, a Barragem VI – córrego do Feijão foi construída em 1991. 

Localizado nas imediações da área atingida pelo rompimento da barragem, o Instituto Inhotim foi esvaziado nesta sexta (25).

Segundo o governo de Minas Gerais, uma força-tarefa do estado já está no local do rompimento, para acompanhar e tomar as primeiras medidas. Folha de São Paulo

Agente de saúde do Assu tem achatamento salarial na administração de Gustavo Soares

O prefeito do Assú Gustavo Soares que já completou mais de dois anos de administração e não tem cumprindo as promessas públicas aos servidores da Prefeitura Municipal durante todo esse tempo e continua enganando a população de modo geral, também prejudica os agentes comunitários de saúde -, com sua política mesquinha e de desvalorização do funcionalismo.

Atualmente, os agentes de saúde que realizam a função estão no prejuízo salarial de mais de 30% em virtude da falta de pagamento dos direitos dos planos de carreira, espalhando com isso, um grande prejuízo a toda categoria que no passado, servia de referência nas conquistas pelos seus direitos.

Caos começa tomar conta da saúde do RN no governo de Fátima Bezerra

Pacientes aguardam cirurgias eletivas nos corredores de hospitais do RN — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

A Inter TV Cabugi mostrou hoje o caos que a saúde pública do RN, ainda está no governo do PT de Fátima Bezerra, com acompanhantes de pacientes dormindo em um papelão no chão, no corredor do Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim.

Tem paciente que passa o dia na cadeira de rodas e na hora de dormir, também vai para o chão, segundo a Inter TV Cabugi.

Na maior unidade de saúde do estado, o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. Mais de 100 pacientes aguardam no corredor por uma cirurgia ortopédica.

Além dos pacientes que estão nos corredores dos hospitais aqui do Rio Grande do Norte, há uma fila ainda maior de gente esperando em casa por uma cirurgia, sem nenhuma previsão. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, são pelo menos 6 mil pessoas.

O  secretário adjunto de Saúde, culpa o governo anterior por uma dívida de aproximadamente R$ 20 milhões com a rede credenciada, que faz as cirurgias eletivas – que são encaminhadas pelos hospitais públicos que atendem urgências e emergências.

Juiz indisponibiliza bens da prefeita de Mossoró e ex-governadora do RN

Rosalba Ciarlini, ex-governadora do RN e atual prefeita de Mossoró — Foto: Ricardo Araújo/G1

O juiz Eduardo Pinheiro, convocado pelo Tribunal de Justiça do RN, deferiu pedido do Ministério Público Estadual e decretou a indisponibilidade dos bens, de forma solidária, da ex-governadora e atual prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini; do ex-secretário estadual de Saúde Pública, Domício Arruda; da Associação Marca e de outras 23 pessoas físicas ou jurídicas que são partes no processo.

A indisponibilidade inclui bens imóveis, veículos automotores, aeronaves, embarcações aquáticas e ativos financeiros, até o montante de R$ 11.827.563,84, valor apontado pelo Corpo Técnico do TCE/RN, conforme Informação n.º 326/2013-DAD, da Diretoria de Controle Externo da Corte de Contas.

O MP Estadual moveu recurso de Agravo de Instrumento junto ao TJRN contra decisão da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal que indeferiu pedido de indisponibilidade de bens dos demandados em Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa em tramitação naquela unidade.

Segundo o Ministério Público, os demandados são responsáveis por desvios de dinheiro público no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte, mediante a realização de termo de parceria com a Associação Marca para administração do Hospital da Mulher Parteira Maria Correia.

Leia maisJuiz indisponibiliza bens da prefeita de Mossoró e ex-governadora do RN

Nuilson, o Pavão, ameaçou romper para exigir direção de hospital para Líduina

Resultado de imagem para marly gabinete
Nuilson emprega a esposa legítima dele no gabinete do líder do governo na Assembléia George Soares, mas quer lugar especial para Liduina.

O super secretário Nuilson Pinto, o Pavão, que ganha R$ 7 mil mensal como manda chuva na cidade dos poetas, quase abandona o projeto de disputar a Prefeitura do Assú, no lugar do atual prefeito Gustavo Soares, que jogou a tolha e teme sofrer derrota feia nas eleições de 2020, após abandonar o governo, morando em Natal e cuidando dos seus negócios de saúde privada em Mossoró.

Resultado de imagem para nuilson e liduina

Pavão falou grosso e ameaçou romper com o deputado do PR George Soares para que como líder da governadora Fátima Bezerra, do PT, na Assembléia, obrigasse literalmente, o Governo do RN, a nomear sua amiga muito especial,a enfermeira Líduina Melo, para a direção geral do hospital regional Dr Nelson Inácio em Assú. A governadora do PT hoje cedeu aos caprichos políticos do deputado para evitar um provável rompimento até da senadora Zenaide Maia, irmã do deputado federal João Maia (PR).

A esposa legítima Marly Medeiros, de Nuilson Pinto, o Pavão, ganha quase R$ 15 mil reais por mês, no gabinete do deputado do PR e líder do governo do RN, George Soares.

Hoje, Líduina Melo, amiga especial dele, o Pavão, conseguiu também um lugar bem especial do jeito que desejava e sonhava igual a Marly.

Funai compra mesas e poltronas por R$ 685 mil na reta final da gestão Temer

Evangelização de índios por índios

Na fase final do governo de Michel Temer, a Funai (Fundação Nacional do Índio) autorizou a compra de móveis de escritório no valor total de R$ 685 mil.

O contrato, que faz parte de pente-fino realizado pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, detalha a aquisição, por exemplo, de quatro mesas pelo custo de R$ 19,7 mil cada uma e quatro poltronas no valor de R$ 3.100 a unidade.

A compra para a sede da entidade, localizada em zona nobre da capital federal, foi assinada em novembro, a menos de dois meses do fim da gestão.

O responsável pela aquisição foi exonerado no início deste ano, após a mudança de administração. Como a compra foi efetuada, não há como o novo governo cancelá-la.

Ao todo, foram adquiridas 408 cadeiras, sendo as mais baratas por R$ 1.100, e 14 mesas, com o menor valor por R$ 10,3 mil.
Gustavo Uribe Folha de São Paulo

Leia maisFunai compra mesas e poltronas por R$ 685 mil na reta final da gestão Temer

Líduina vai ampliar birô eleitoral municipal da saúde no hospital do Assú

A imagem pode conter: 2 pessoas, selfie

Apesar de exercer o atual cargo comissionado de diretora geral do Pronto Socorro Municipal – PSM, da Prefeitura do Assu, Líduina Melo, amiga especial muito chegada e cabo eleitoral do super secretário Nuilson Pinto, o Pavão, que faz o curso de Medicina na UNP, faculdade privada em Natal, não foi motivo de impedimento para a nomeação pela governador Fátima Bezerra que alega querer moralizar e melhorar o atendimento de saúde nos hospitais do interior.

O PSM/Assu, funciona dentro do hospital regional que agora ficará no comando e controle da cabo eleitoral Línduina Melo, mas comenta-se que a enfermeira que inclusive já chamou os petista de mortos de fome, chega para ampliar o birô eleitoral municipal que já existia para estadual da Saúde, a serviço político do deputado George Soares e do super secretário, réu em processos de improbidade, Nuilson, o Pavão afilhado e da patota de Ronaldo Soares que roubou os cofres municipais.

Para obrigar o deputado do PR George Soares, a ameaçar romper com a governadora Fátima Bezerra para ser indicada para chefiar o hospital do Assu, Líduina Melo, assumiu o compromisso de abandonar o curso de Medicina por cargo de diretora geral e ajudar o Pavão a concretizar seu sonho e do velho cacique Ronaldo Soares, de derrotar o ex-prefeito Ivan Júnior.

Governadora do PT aceita chantagem e nomeia Líduina para direção de hospital do Assú

A governadora do RN Fátima Bezerra, do PT, aceitou a chantagem do deputado estadual do PR George Soares para ele não entregar o cargo de líder do governo na Assembléia, nomeando para a direção geral do Hospital regional do Assú, Linduina Maria Dantas e Melo, amiga especial do super secretário Nuilson Pinto, o Pavão, apontado como candidato a prefeito da cidade nas eleições de 2020, como revelou o Blog do VT.

Fátima, a governadora do PT começou a ceder logo que aceitou o veto para a direção do hospital do Assú, do deputado do PR George Soares, contra a indicação da advogada Liana Fonseca, irmã do petroleiro e petista João Nogueira, mas com a resistência da sua assessora pessoal Inês Almeida, inicialmente, a chefe do Executivo do RN, não atendeu a oligarquia Soares.

No entanto, George Soares ameaçou cortar o contrato milionário da empresa do lixo ANCHIETA & FONSECA LTDA, do cunhado do petista e presidente do diretório do PT em Assú, Volclene Bezerra,com a Prefeitura do Assú que ja faturou no governo do irmão do parlamentar e prefeito Gustavo Soares, mais de R$ 15 milhões até agora, e corria o risco de perder para o presidente do diretório do MDB do Assú Helder Alves, marido da vice-prefeita Sandra Alves.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: