Nelter Queiroz pleiteia diversas melhorias para rodovias que cruzam o Seridó, Vale do Açú, Médio Oeste e Mato Grande

A segurança de motoristas e a melhoria da qualidade estrutural das rodovias estaduais e federais do Rio Grande do Norte faz parte da atuação do deputado estadual Nelter Queiroz (MDB). Neste sentido, o parlamentar vem empenhando esforços constantes durante sua atuação parlamentar, tanto na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte quanto em instituições competentes a exemplo do Departamento de Estradas de Rodagens do RN (DER/RN) e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Neste sentido, Nelter Queiroz voltou a cobrar que o DER/RN realize a recuperação asfáltica da RN-118 entre Jucurutu e São Rafael até a BR-304. Ainda sobre a RN-118, o deputado também cobrou a instalação de lombadas no trecho urbano da rodovia em São Rafael, bem como a instalação de guarda-corpo no trecho conhecido como “curva da saboaria”. A recuperação da RN-288, entre Caicó e Jardim de Piranhas e da RN-087, entre Florânia e Tenente Laurentino Cruz também foram pleitos cobrados por Queiroz ao Departamento.

Se tratando de rodovias federais, durante audiência com o superintendente regional do DNIT no RN, general Daniel de Almeida Dantas, na última terça-feira (16), o deputado Nelter Queiroz reiterou algumas cobranças antigas, a exemplo da iluminação da ponte Felipe Guerra, localizada na BR-304 em Assú. Ainda em seus pleitos constaram: urgência na recuperação do trecho da BR-226 entre os municípios de Florânia, Jucurutu, Triunfo Potiguar e Campo Grande; instalação de lombadas na BR-226 em Triunfo Potiguar; e entendimento entre DNIT e DER/RN sobre a administração de trecho da BR-226 entre os municípios de Currais Novos, São Vicente e Florânia, que apesar de ser uma rodovia federal é administrado pelo Governo do Estado.

Leia maisNelter Queiroz pleiteia diversas melhorias para rodovias que cruzam o Seridó, Vale do Açú, Médio Oeste e Mato Grande

Projeto de Benes Leocádio poderá ampliar fontes do Fundo de segurança pública

O Projeto de Lei 2763/19 amplia as fontes de recursos que abastecem o Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) e permite a transferência direta de valores para políticas municipais do setor. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

De autoria do deputado Benes Leocádio (PRB-RN), a proposta altera a Lei 13.756/18, que instituiu o FNSP. Atualmente, as principais fontes do fundo são as dotações orçamentárias, parte da arrecadação das loterias e doações de pessoas físicas e jurídicas. Os recursos arrecadados destinam-se à União e aos estados.

O projeto prevê como novas fontes os valores arrecadados com os acordos de leniência celebrados com empresas que causam prejuízos aos cofres públicos, 10% da arrecadação de taxas e multas aplicadas pelas agências que regulam o setor de transporte, e 2% do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust).
Pela proposta, 80% do arrecadado com as novas fontes serão repassados, a título de transferência obrigatória, para os fundos estaduais (40%) e municipais (40%) de segurança pública. Os 20% restantes ficarão com a União.

O repasse aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios dependerá da existência de fundos locais com gestão e movimentação financeira por meio de conta bancária específica, aberta pelo Ministério da Justiça e da Segurança Pública.

Leia maisProjeto de Benes Leocádio poderá ampliar fontes do Fundo de segurança pública

Caiçara do Norte: MPRN recomenda implantação de transporte sanitário

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) emitiu recomendação ao município de Caiçara do Norte orientado a implantação, por meio de portaria própria, do serviço de transporte sanitário para o município. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (18).

A instituição alega que foi noticiado à Promotoria de Justiça da comarca de São Bento do Norte que o município alvo da recomendação não está disponibilizando o transporte, de forma regular, às pessoas que fazem tratamento médico em Natal/RN.

O MPRN orienta que o serviço de transporte sanitário deve ser prestado a partir de requerimento prévio contendo a descrição da data e horário do atendimento, do destino e de eventual necessidade de acompanhante, sendo necessário também a apresentação de documentos comprobatórios, quando houver. Os horários de saída dos veículos que farão o transporte de pacientes deverão estar em local visível a toda a população para evitar atrasos e outros transtornos.

O município de Caiçara do Norte deverá prestar informações sobre as medidas tomadas para o cumprimento da recomendação no prazo de 30 dias. Caso contrário, o MPRN alerta que tomará as medidas judiciais cabíveis.

Policiais Civis do RN aprovam paralisação para quarta-feira e cobram diálogo com Governo

Os Policiais Civis do Rio Grande do Norte decidiram por uma paralisação de 24 horas na próxima quarta-feira, 24. A decisão ocorreu na manhã desta sexta-feira, 19, após Assembleia Geral da categoria. Os policiais irão se concentrar em frente à Governadoria, no Centro Administrativo, ao invés de irem para as delegacias. Apenas as delegacias de Plantão estarão em funcionamento.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do Rio Grande do Norte (SINPOL-RN), Nilton Arruda, os Policiais Civis cobram diálogo com Governo do Estado e andamento da pauta de reivindicações. “Nós temos uma pauta e já protocolamos três ofícios solicitando reunião com a governadora Fátima Bezerra e, até agora, não tivemos resposta”, explica.

Além disso, a categoria quer que o Governo do RN implante as promoções e progressões dos Policias Civis que estão em atraso. “Para se ter uma ideia, alguns processos estão com mais de dois anos aguardando implantação”, justifica Edilza Faustino, vice-presidente do Sindicato.

Leia maisPoliciais Civis do RN aprovam paralisação para quarta-feira e cobram diálogo com Governo

Polícia Federal suspende investigações com dados do Coaf sem autorização judicial

A Polícia Federal suspendeu todas as investigações em tramitação que tenham sido determinada sem autorização judicial sobre dados compartilhados pelos órgãos de fiscalização e controle. A medida acontece após decisão proferida pelo ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal.

A indicação, conforme circular desta quinta-feira (18/7), é que as autoridades policiais devem identificar todas as investigações que possam ser enquadradas na decisão e submetê-las ao Poder Judiciário para o prosseguimento da investigação. “Principalmente em razão de investigações policiais em que estejam sendo realizadas diligências cuja interrupção possa causar dano irreparável (interceptações telefônicas, ações controladas, dentre outras)”, afirma o delegado Bráulio Cézar Da Silva Galloni, que assina a circular.

A notificação foi enviada a diretores, superintendentes regionais e chefes de delegacias. De acordo com o jornal Correio Braziliense, a determinação aconteceu antes de a instituição ser notificada pelo Supremo.

Leia maisPolícia Federal suspende investigações com dados do Coaf sem autorização judicial

DESLUMBRADO COM O PODER: George Soares mandou sogro determinar reajuste de permissionários na Ceasa


O deputado George Soares desde que assumiu a liderança do governo de Fátima, anda deslumbrado com o que o poder pode fazer. Na segunda, andou dizendo nos quatros cantos do Estado, que quem tem força no governo é ele.
Muito dessa goga arrotada por ele, foi porque tinha conseguido junto com a Governadora a exoneração do Tenente Madeiro do comando do NORE em Assu, no entanto, depois da nota de repúdio confeccionada pela Associação de Oficiais da PM, a Governadora recuou de sua decisão e manteve o Tenente no comando, o que não agradou a George, que tomou essa atitude com uma verdadeira desmoralização.

O deputado nessa onda de embriagado pelo poder, antes da desmoralização, cantou de galo e para demonstração de poder determinou ao diretor da Ceasa, Flavio Morais, o reajuste aos permissionários – segundo alguns-, todavia, na manhã desta quarta – feira, 17, permissionários iniciaram protesto em frente à Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte – CEASA em Natal. Vários carros e caminhões que realizam entrega de mercadorias ficaram estacionados do lado de fora da Ceasa e ocupavam uma das pistas.

A manifestação afetou diretamente a população que busca produtos nos supermercados de Natal, pois com o bloqueio, a saída das mercadorias não aconteceu, e vários estabelecimentos estão com dificuldade para garantir o abastecimento com produtos normalmente adquiridos junto aos comerciantes da Ceasa, principalmente frutas e verduras.

Para quem não sabe, o sogro do deputado George Soares, Flávio Morais, é o atual diretor da Ceasa, atuando como um representante do Deputado, fazendo o que ele manda, e desta forma, determinou a mando do deputado, achando que seria uma forma de arrecadar mais dinheiro, o reajuste que segundo os permissionários, varia entre 40% e 130%, em clara demonstração de poder e força, já que não gera nenhum benefício, mas apenas prejuízo.

Leia maisDESLUMBRADO COM O PODER: George Soares mandou sogro determinar reajuste de permissionários na Ceasa

Fora do MDB, Hermano diz sonhar em ser prefeito de Natal e quer apoio de Carlos Eduardo

Liberado do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), o deputado estadual Hermano Morais revelou sonhar em ser prefeito de Natal. Possível candidato em 2020, o parlamentar disse que quer ter o apoio do ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT) para viabilizar sua candidatura, ainda incerta.

“Eu tenho vontade de servir mais o povo de Natal. Tenho um sonho de um dia poder governar a cidade onde nasci e se essa oportunidade surgir eu vou colocar meu nome à disposição no tempo certo”, declarou em entrevista ao programa “Hora Extra da Notícia”, da rádio 91.9 FM.

“Se puder ter o apoio do ex-prefeito Carlos Eduardo, que tem uma inegável liderança no nosso município, eu tenho certeza que será muito importante”, completou Hermano, que já tentou uma vez ser prefeito da cidade, em 2012, mas foi derrotado pelo próprio Carlos Eduardo.

Entre os partidos que têm lhe procurado para conversas preliminares estão o PDT, Cidadania, PPS, PSDB, PCdoB, PSB e PL. No entanto, ele disse que prefere aguardar o término do processo de desfiliação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) para avançar nas negociações.

*Portal Agora RN

Grupo terrorista brasileiro tem plano para executar Bolsonaro, diz Veja

O grupo terrorista brasileiro Sociedade Secreta Silvestre (SSS), que se apresenta como braço brasileiro dos Individualistas que Tendem ao Selvagem (ITS), possuem planos para assassinar o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). A Revista Veja publicou em seu portal uma entrevista com um dos líderes do SSS, que admite a pretensão.

Identificado por “Anhangá”, o terrorista concedeu a entrevista à Veja por meio da deep web, parte irrastreável da Internet para preservar sua identidade. De acordo com a revista, Anhangá garante que o plano para matar Bolsonaro é real e começou a ser elaborado desde o instante em que o presidente foi eleito. Era para ter sido executado no dia da posse, mas o forte esquema de segurança montado pela polícia e pelo Exército acabou fazendo com que o grupo adiasse a ação.

“Vistoriamos a área antes. Mas ainda estava imprevisível. Não tínhamos certeza de como funcionaria”, afirma o terrorista. Dias antes da posse, a SSS colocou uma bomba em frente a uma igreja católica distante 50 quilômetros do Palácio do Planalto. O artefato não explodiu por uma falha do detonador. No mesmo dia, a SSS postou um vídeo na internet reivindicando o ataque e revelando detalhes da bomba que só quem a construiu poderia conhecer.

Nessa postagem, o grupo também anunciou que o próximo alvo seria o presidente eleito, o que levou as autoridades a sugerir o cancelamento do desfile em carro aberto. “Facilmente poderíamos nos misturar e executar este ataque, mas o risco era enorme (…) então seria suicida. Não queríamos isso.” Na ação seriam usados explosivos e armas. “A finalidade máxima seriam disparos contra Bolsonaro ou sua família, seus filhos, sua esposa”, disse o terrorista à Veja.

Leia maisGrupo terrorista brasileiro tem plano para executar Bolsonaro, diz Veja

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: