fbpx

Energia é cortada no Conselho Tutelar de Assú por irresponsabilidade e incompetência do prefeito Gustavo Soares

O prefeito da cidade de Assú, Gustavo Soares, comete mais um ato inédito na administração pública, que talvez, pode até ultrapassar o maior vigarista do município, que é o seu pai, Ronaldo Soares, no que diz respeito a irresponsabilidade.

Mais uma vez, a cidade do Assú sofre na pele, as consequências de ter um gestor ausente, que pela falta de vontade se torna incompetente e irresponsável, ao permitir que a energia do local onde funciona o Conselho Tutelar seja cortada pela falta de pagamento.

A vereadora Lucianny denunciou nas redes sociais, mostrando o total despreparo da gestão que prega cuidado e amor com o povo, ficando claro que tudo na teoria é muito lindo, mas na prática, é um desastre total.

CPI da Covid é protocolada na Assembleia Legislativa do RN

Dez deputados estaduais assinaram e protocolaram nesta quinta-feira (27) a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar supostas irregularidades nos contratos no período da pandemia da Covid-19 no Rio Grande do Norte. A CPI é uma comissão temporária, destinada a investigar fato certo e determinado, que tem fundamento no art. 43 da Constituição Estadual. Assinaram a CPI os deputados Gustavo Carvalho (PSDB), José Dias (PSDB), Kelps Lima (SDD), Cristiane Dantas (SDD), Getúlio Rêgo (DEM), Tomba Farias (PSDB), Coronel Azevedo (PSC), Subtenente Eliabe (SDD), Nelter Queiroz (MDB) e Galeno Torquato (PSD).

De acordo com o Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, ao presidente cabe a análise inicial do requerimento para verificação dos requisitos:

1) fato certo e determinado bem detalhado, referente a um acontecimento relevante para a vida pública, econômica e social, mas excluídos os fatos relacionados ao Governo Federal e aos Municípios em situação de intervenção;
2) quantidade mínima de assinaturas: 8 deputados;
3) prazo certo e não superior a 120 dias;

Após a análise dos fatos, o presidente deverá despachar:

a) mandando para publicação (se presentes os requisitos);
b) ou devolvendo ao deputado autor do requerimento por não ter descrito fato relevante, certo e determinado.

Se aprovado, o requerimento vai para Mesa Diretora fixar a quantidade de membros. Os integrantes da CPI serão nomeados por resolução, ouvidos os líderes e suas indicações. O presidente da CPI deverá ser eleito, a quem caberá a indicação do relator. Se o presidente for da maioria, deverá indicar o relator pela minoria, e vice-versa.

Os encaminhamentos da CPI da Covid serão divulgados através dos canais oficiais da Assembleia como o site al.rn.leg.br e nas redes sociais @assembleiarn e na Tv Assembleia RN, 10.3.

Comissão aprova projeto instituindo programa voltado para alunos com epilepsia

A Comissão de Administração, Serviços Públicos, Trabalho e Segurança Pública, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, aprova, por unanimidade, em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (27) Projeto de Lei Ordinária, de iniciativa do deputado Galeno Torquato (PSD), que Institui o Programa Estadual de Identificação e Acompanhamento Educacional dos Alunos com Epilepsia, na rede de Ensino do Estado.

O Projeto tem por objetivo garantir o necessário enfrentamento dos problemas resultantes de algumas limitações impostas aos alunos com epilepsia, das desigualdades educacionais e pedagógicas, para garantia dos direitos de cidadania e para a inclusão e promoção social e educacional desses alunos.

“A epilepsia pode ocorrer como resultado de um distúrbio genético ou de uma lesão cerebral adquirida, como traumatismo ou acidente vascular cerebral. Durante uma convulsão, a pessoa tem comportamentos, sintomas e sensações anormais, às vezes incluindo perda de consciência. Assim, a epilepsia é uma doença neurológica caracterizada por descargas elétricas anormais e excessivas no cérebro que são recorrentes e geram as crises epiléticas”, justifica o deputado Galeno.

A Comissão também aprovou, com emendas, Projeto de Lei 45/2021 de autoria da deputada Isolda Dantas (PT) que dispõe sobre a Garantia de Espaços Públicos Destinados à Instalação e Funcionamento de Circos, Trupes, Associações Artísticas Itinerantes Garantindo o Acesso de Seus Integrantes às Redes de Saúde, Educação e Segurança, no Estado.

Participaram da reunião os deputados Kleber Rodrigues (PL), Subtenente Eliabe (SDD) e Jacó Jácome (PSD).

Prefeito Valderedo perde eleição para presidente da câmara e mostra enfraquecimento do grupo  

Desde que o prefeito de Ipanguaçu, Valderedo Bertoldo, foi alvo do MP e pode está prestes a perder o mandato, tem andado meio desorientado e perdendo apoio de todos os lados, já que seus desmandos estão sendo investigados, e tudo isso está enfraquecendo seu grupo.

A maior prova disso, é que ontem ocorreu a eleição para presidente da câmara municipal de vereadores de Ipanguaçu, e o seu candidato que era o vereador Jefferson Charles perdeu para a chapa do vereador oposicionista José Ubiratan de Alcântara Júnior.

A chapa foi articulada pelo vereador Ray das Pedrinhas que conseguiu “tomar” a câmara das mãos dos aliados e ditadores do prefeito, devolvendo – a ao povo de Ipanguaçu, mesmo sendo pelo critério de desempate, já mostra que ele não detém a maioria nem na Câmara.

Como se não bastasse ser alvo do MP por abuso de poder, recentemente a prefeitura foi alvo novamente por desvio de verbas públicas, mostra que Valderedo gera tanta dúvida da sua “idoneidade”, que até os vereadores estão em dúvida se confiam ou não num vereador aliado do prefeito.

Agora, a chapa esquentou e se comenta na cidade que a câmara vai abrir investigação e pode pedir impeachment do prefeito, como forma de acelerar possível eleição suplementar no município.

URBANA: Salário de 19 mil reais para motorista, 20 mil para segurança, 7 mil de hora extra e técnico com 32 mil reais por mês

Os números da Urbana são sempre muito elevados. A empresa acumula dívidas superiores a 300 milhões de reais; contratou três empresas sem licitação, para pagar mais de 300 mil reais por dia para limpar Natal; e paga salários totalmente fora da realidade do mercado. Um motorista, por exemplo, ganha quase 20 mil reais por mês. Um segurança da empresa passa desse valor mensal. Técnicos com salários superiores a 30 mil reais por mês. Essa é a realidade da Urbana atualmente.

Um grupo de servidores recebe salário muito alto por fazer parte do setor de homologação. É uma espécie de departamento que cuida da documentação para que seja efetuado o pagamento às empresas terceirizadas. Alguns funcionários estão há décadas nessa função, com gratificações generosas incorporadas. Outros recebem jetons para participar de reuniões que não estão acontecendo por causa da Pandemia. Uns recebem quase 7 mil reais somente de horas extras.

O blog Tulio Lemos teve acesso a uma série de contracheques de servidores da Urbana. São documentos públicos, pois esses trabalhadores recebem dinheiro público. Não queremos acusar ninguém de receber algo ilegalmente. Há casos de incorporação de gratificações que podem ser absolutamente legais. Outros, de adicional por tempo de serviço que também podem ser amparados por lei. Algumas vantagens que também podem ser legais. Afinal, há servidores com mais de 30 anos de serviço na empresa.

A Urbana passa por um processo de limpeza e transparência. Não são somente os contratos sem licitação com as empresas terceirizadas que serão investigados. A Marquise, MB e Zelo estão no olho do furacão financeiro. Nós também vamos falar sobre cada uma delas oportunamente.

Agora, vamos aos salários. Os contracheques apresentados são do mês de abril; o blog prefere omitir os nomes dos servidores para preservar a segurança dos mesmos. Caso algum órgão queira o documento integral, temos em nosso arquivo.

MOTORISTA COM SALÁRIO DE QUASE 20 MIL REAIS

O motorista desse contracheque recebe quase 20 mil reais de salário bruto. Um pouco mais de 7 mil reais de gratificação incorporada, que é o mesmo valor do salário base, o que duplica o salário inicial, mais o auxílio alimentação e adicional por tempo de serviço.

17 MIL REAIS POR MÊS

O caso desse motorista é semelhante ao anterior, só que o valor um pouco mais baixo. A gratificação incorporada é igual ao salário base, o que dobra o valor. Com adicional por tempo de serviço e mais o auxílio alimentação, o salário passa de 17 mil reais por mês.

15 MIL REAIS DE SALÁRIO COMO MOTORISTA

Esse caso mostra que o valor do salário base é menor que o anterior, mas é o mesmo da gratificação que foi incorporada. Adicionado ao tempo de serviço, passa de 15 mil reais de salário bruto na função de motorista.

Leia maisURBANA: Salário de 19 mil reais para motorista, 20 mil para segurança, 7 mil de hora extra e técnico com 32 mil reais por mês

Operação Mamma Mia desarticula grupos criminosos dedicados ao tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e evasão de divisas em 8 estados 

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (27/5) a Operação Mamma Mia, com o objetivo de desarticular grupos criminosos dedicados ao tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Policiais federais cumpriram 74 mandados judiciais nos estados do Rio Grande do Norte, Amazonas, Minas Gerais, Paraíba, Acre, Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo. Entre os mandados, há 10 de prisão preventiva e 42 de busca e apreensão, expedidos pela 8ª Vara da Justiça Federal de Mossoró/RN. Com o apoio da Receita Federal, aproximadamente 170 policiais federais foram mobilizados para dar cumprimento à decisão judicial.

A Justiça Federal determinou, também, o sequestro de bens de 57 pessoas físicas e jurídicas investigadas, observando o limite de R$ 192 milhões, montante que teria sido auferido pelos investigados com as atividades criminosas. O valor total de bens sequestrado será apurado no decorrer do dia.

As investigações tiveram início em julho de 2020, quando a Polícia Federal recebeu informações indicando que uma pizzaria na cidade de Mossoró teria realizado transações financeiras suspeitas com diversas empresas espalhadas no Brasil.

Com a prisão de um dos líderes de uma facção criminosa potiguar, foi possível compreender o sofisticado esquema de ocultação e transporte de valores, utilizado para dar aparência lícita aos recursos obtidos com tráfico internacional de drogas, além de fomentar outras ações violentas no Estado, entre elas a prática de homicídios e o resgate de presos em penitenciárias no Rio Grande do Norte.

Leia maisOperação Mamma Mia desarticula grupos criminosos dedicados ao tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e evasão de divisas em 8 estados 

Caciques partidários estão irritados com TSE após liberação de Tabata

Tabata Amaral anuncia que entrará na Justiça Eleitoral para sair do PDT sem  perder o mandato - Jornal O Globo

A decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de dar aval para a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) mudar de legenda sem perder o mandato irritou caciques partidários, que enxergam na decisão uma tentativa de esvaziamento de seu poder.

“A decisão é incoerente e decreta agora a ‘infidelidade partidária’. É hora de o Legislativo atuar com força”, disse ao Estadão o presidente do PDT, Carlos Lupi. Presidente do PSB, Carlos Siqueira afirmou que “esse tipo de decisão deveria caber ao mundo da política”. “Não tem nada mais importante para um sistema político que partidos fiéis a seus programas”.

O mundo da política se dissociou do mundo real e os partidos viraram máquinas de enriquecimento de seus dirigentes e manutenção de seus projetos de poder.

Operação do MPRN apura desvios de recursos públicos em Caiçara do Norte

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta quinta-feira (27) a operação Raposa. O objetivo é apurar um suposto esquema de desvios de recursos públicos na Câmara Municipal de Caiçara do Norte. Um vereador e o controlador da Câmara foram presos temporariamente e afastados dos respectivos cargos por força de decisão judicial. A Casa Legislativa foi alvo de mandado de busca e apreensão.

O vereador Janailton Francisco Ferreira e o controlador da Câmara Municipal, Clenilson da Silva Costa, são apontados como chefes de um suposto esquema que usa conta de “laranjas” para possível recebimento de recursos públicos desviados dos cofres do Poder Legislativo Municipal, conduta que sinaliza para a ocorrência de ocultação e lavagem de ativos. Além disso, os dois também são investigados, até o momento, pelos crimes de peculato, falsificação de documento público e por associação criminosa.

A operação Raposa contou com o apoio da Polícia Militar. Foram cumpridos dois mandados de prisão temporária e cinco mandados de busca e apreensão, todos em Caiçara do Norte. Após serem presos, o vereador Janailton Francisco Ferreira e o controlador da Câmara Municipal, Clenilson da Silva Costa, foram informados que estão afastados dos seus cargos. A Câmara Municipal foi um dos alvos dos mandados de busca e apreensão.

Ao todo, 6 promotores de Justiça, 18 servidores do MPRN e 24 policiais militares participaram da ação nesta quinta-feira. No pedido para prisão de Janailton Ferreira, o MPRN destacou que o vereador “exerce grande influência no Município de Caiçara do Norte, logo, caso permaneça em liberdade, poderá agir de modo a ocultar/destruir eventuais provas ou até mesmo embaraçar as investigações”.

O MPRN levantou que o suposto esquema de fraudes usava indevidamente a estrutura da Câmara Municipal para o desvio de verbas públicas provenientes de contratos da Casa Legislativa. As contas dos laranjas eram usadas para escamoteamento e operacionalização dos ilícitos. Há indícios de que os chefes do esquema possivelmente falsificavam contratos, inclusive com a falsificação de assinaturas em documentos públicos.

O material apreendido na operação será analisado pelo MPRN para apurar se há envolvimento e mais pessoas no esquema. As prisões temporárias de Janailton Francisco Ferreira e de Clenilson da Silva Costa são de 5 dias, podendo ser prorrogadas por igual período, caso não haja decretações de prisões preventivas.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: