fbpx

DOIS LADOS DA MOEDA: Marido de vice Fabielle é exonerado como retaliação por ela não apoiar Lula Soares mas também por ele não dar expediente

Hamaildson, marido da vice Fabielle Bezerra, é exonerado do cargo numa ordem clara do “coroné” e deputado George, já que ela não apoia o candidato imposto por ele no grupo, que é Lula Soares.

Mas a exoneração também tem um outro lado além do “exercício do coronelismo” já que todos sabem que o marido da vice fazia tudo, menos dar expediente ou executar qualquer atividade que justificasse o salário no gabinete do deputado George Soares.

Por isso, a exoneração que já era prevista desde junho de 2022, foi finalmente efetivada, e agora, as pessoas já fazem até piadas, porque como o marido da vice não dava um prego numa barra de sabão, como pode achar ruim a exoneração? Afinal muita gente tira onda nos grupos dizendo que o escritório dele era em Assú na 24 de junho.

O Blog do VT deixa claro que a ordem de exonerar não é apenas por ele não dar expediente, já que desde que foi nomeado que ele não trabalha, só que agora tem a retaliação pelo fato da vice Fabielle não querer Lula como o chapa da cabeça nas próximas eleições, então a atitude do “coroné” e deputado George, agora também se soma ao fato dele ser perseguidor, e tentar a todo custo, amedrontar quem não obedece suas ordens.

MPRN leva ao STF ocupação de ruas em Natal por manifestantes contra Lula

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) informou ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes que o prefeito de Natal (RN), Álvaro Costa Dias (PSDB-RN) está descumprindo as ordens de desbloquear as vias da cidade onde ocorrem manifestações contra a derrota do presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2022.

De acordo com o MP, a recomendação do STF foi encaminhada no dia 10 de novembro  para o gabinete governadora do RN, Fátima Bezerra, e para o prefeito da capital potiguar.

O MPRN afirma que os manifestantes ocupam a Avenida Hermes da Fonseca desde que foi divulgado o resultado do segundo turno das eleições presidenciais, concentrados à frente do 16º Batalhão de Infantaria Motorizada do Exército.

“A despeito da advertência contida na recomendação sobre a resposta que as autoridades destinatárias deveriam fornecer ao Ministério Público Estadual, até o momento, apenas a autoridade estadual prestou informações a respeito do seu cumprimento“, diz trecho do ofício enviado ao STF. “Com efeito, no dia 15 de novembro de 2022, as manifestações se avolumaram à frente do 16º Batalhão de Infantaria Motorizada do Exército sem que os órgãos municipais de fiscalização tenham garantido a desobstrução das vias.”

Com informações de O Antagonista

Enem 2022: simulado de física apresenta questões sobre calorimetria

O professor Taveira preparou um simulado com 10 questões de física para que os candidatos possam testar conhecimentos na preparação para prova de Ciências da Natureza do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Em videoaula exclusiva para o De Boa no Enem, o professor falou como a calorimetria pode ser abordada na prova. Assista aqui antes de responder o simulado!

Ubaldo Fernandes enaltece anúncio de instalação de unidade da Deprov em Mossoró

Em pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (17), o deputado Ubaldo Fernandes (PSDB) destacou o anúncio feito pelo Governo do Estado que informa a instalação de uma unidade da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov) no município de Mossoró. De acordo com o parlamentar, a ação atende a um pleito encaminhado por seu mandato a partir da reivindicação de vereadores mossoroenses.

“Falo aqui sobre as conquistas que nosso mandato tem articulado junto ao Governo do Estado. A violência é algo complexo em todo País, mas temos que reconhecer o esforço do Governo pela melhoria da estrutura da segurança pública no RN. Exemplo disso é o anúncio de que, ainda esse mês, será instalada em Mossoró essa delegacia para combate ao crime de roubo de veículos”, enalteceu ele.

Na ocasião, o parlamentar destacou também a convocação de 400 agentes para compor o quadro da Polícia Civil no Estado. “Sabemos da defasagem no efetivo de policiais e essas medidas do Governo do Estado precisam ser reconhecidas”, concluiu Ubaldo.

Ministro da Defesa de Lula será civil, diz Aloizio Mercadante

O coordenador dos grupos técnicos da equipe de transição, Aloizio Mercadante, afirmou nesta sexta-feira (18) que o ministro da Defesa da terceira gestão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será civil, e não militar.

“O presidente já disse isso publicamente, que o ministro da Defesa será um civil. Foi no governo dele e será [novamente]”, afirmou Mercadante no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede da equipe de transição, em Brasília.

Leia maisMinistro da Defesa de Lula será civil, diz Aloizio Mercadante

Alckmin diz que não há razão para estresse do mercado com a PEC do estouro

O vice-presidente da República eleito, Geraldo Alckmin (PSB), disse nesta quinta-feira (17) que não vê motivos para o mercado financeiro estar reagindo mal à proposta de emenda à Constituição (PEC) do estouro, que o governo eleito vai propor ao Congresso Nacional para liberar despesas fora do teto de gastos. Segundo ele, a medida é necessária pois o orçamento previsto para o ano que vem é “inexequível”.

“A reação do mercado é momentânea. Isso vai ser esclarecido e superado. Não há razão para estresse. Vejo com otimismo. O governo tem compromisso com a responsabilidade fiscal, mas isso não pode ser argumento para não atender ao social. As coisas não são incompatíveis”, afirmou.

“O Orçamento do ano que vem é inexequível, não tem dinheiro para pagar o Bolsa Família. Como faz o Casa Verde e Amarela, o Minha Casa Minha Vida, se não tem recurso para obras? Não tem recurso para o Farmácia Popular, para o tratamento do câncer. Existe a questão emergencial, que é atender aos mais necessitados. A outra é o Brasil crescer”, acrescentou Alckmin.

Leia maisAlckmin diz que não há razão para estresse do mercado com a PEC do estouro

MPRN leva ao STF ocupação de ruas em Natal por manifestantes contra Lula

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) informou ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes que o prefeito de Natal (RN), Álvaro Costa Dias (PSDB-RN) está descumprindo as ordens de desbloquear as vias da cidade onde ocorrem manifestações contra a derrota do presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2022.

De acordo com o MP, a recomendação do STF foi encaminhada no dia 10 de novembro  para o gabinete governadora do RN, Fátima Bezerra, e para o prefeito da capital potiguar.

O MPRN afirma que os manifestantes ocupam a Avenida Hermes da Fonseca desde que foi divulgado o resultado do segundo turno das eleições presidenciais, concentrados à frente do 16º Batalhão de Infantaria Motorizada do Exército.

“A despeito da advertência contida na recomendação sobre a resposta que as autoridades destinatárias deveriam fornecer ao Ministério Público Estadual, até o momento, apenas a autoridade estadual prestou informações a respeito do seu cumprimento“, diz trecho do ofício enviado ao STF. “Com efeito, no dia 15 de novembro de 2022, as manifestações se avolumaram à frente do 16º Batalhão de Infantaria Motorizada do Exército sem que os órgãos municipais de fiscalização tenham garantido a desobstrução das vias.”

Com informações de O Antagonista

Fonte: Portal Grande Ponto

Crusoé: “Me dá um dinheiro aí”

Crusoé: “Me dá um dinheiro aí”

A reportagem de capa da nova edição da Crusoé mostra por que a PEC da Gastança e o discurso raivoso de Lula prenunciam tempos difíceis na economia. Leia um trecho:

“Durante as eleições, tanto Lula quanto Jair Bolsonaro prometeram manter em 600 reais o benefício pago pelo principal programa de transferência de renda existente no país – aquele que hoje atende por dois nomes, Bolsa Família e Auxílio Brasil. Esse é o tipo de compromisso de campanha a cujo cumprimento nem mesmo Scrooge, o personagem mesquinho criado por Charles Dickens, ousaria se opor. E de fato, depois da vitória de Lula em 30 de outubro, não se ouviu uma voz sequer, na política ou na economia, sugerindo que os recursos não previstos no orçamento de 2023, mas necessários à satisfação da promessa, deveriam ser negados ao futuro governo.”

Leia maisCrusoé: “Me dá um dinheiro aí”

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: