fbpx

Secretária de Educação divulga resultados do RN Aprende 2017

A Secretária de Educação do RN, Cláudia Santa Rosa, se reuniu ontem com técnicos de todos os setores da Secretaria para conhecer os resultados do Sistema Integrado de Monitoramento e Avaliação Institucional (SIMAIS). A especialista  do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd), da Universidade Federal de Juiz de Fora, Josileide Toledo, apresentou os resultados da proficiência da língua portuguesa e matemática.

Em matemática a média dos alunos, que realizaram a prova em 19 de dezembro, avançou em comparação a edição anterior da avaliação, subindo 28 pontos, partindo de 212,0 para 240,1 pontos.

Embora os resultados obtidos ainda não correspondam ao desempenho mais adequado para essa etapa do ensino, há motivos para comemoração pelo avanço na escala de proficiência. “O resultado obtido já demonstra que os alunos desenvolveram habilidades e competências das ações adotadas pela SEEC com a avaliação realizada em 2016”

Em relação à última edição da avaliação aplicada em 2016, o crescimento médio na disciplina de Língua Portuguesa foi de16 pontos.

Para a titular da pasta, professora Cláudia Santa Rosa, o resultado pode melhorar ainda mais.  “Ficamos satisfeitos em ver através desses resultados que o desempenho dos nossos estudantes tem crescido. Ainda queremos resultados melhores, mas é nesse sentido que temos trabalhados para combater a evasão, o abandono e promover ainda mais a aprendizagem. É preciso a união de todos pela educação”, destacou Santa Rosa.

Ao todo, 274 escolas da rede estadual de ensino aplicaram as provas com os alunos da 3ª série do ensino médio. Os resultados da avaliação mostram que o crescimento médio subiu. 261 escolas elevaram seu nível em Matemática e 270 subiram de nível em Língua Portuguesa. Das escolas que compõem a 1ª DIREC, por exemplo, apenas duas decaíram o nível em Matemática.

“O resultado chamou atenção, principalmente quando falamos sobre Matemática, pois a escala de avaliação é maior, a área mais crítica e, mesmo assim, o crescimento médio subiu mais nessa disciplina”, declarou Afonso Gomes, da Subcoordenadoria de Avaliação Educacional.

A partir da coleta de dados da avaliação será possível traçar um panorama dos conhecimentos obtidos pelos alunos durante sua trajetória no ensino público. ”A partir dos resultados obtidos iremos direcionar as ações da secretaria com o intuito de promover a ampliação das competências dos estudantes da rede”, comentou a Secretaria Adjunta, Mônica Guimarães.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: