fbpx

Sem vice do PP na chapa, Fábio Dantas pode fazer aliança com o PT para o Senado

fabio-m

Com a provável aliança do casal Rosalba e Carlos Augusto com os senadores José Agripino e Garibaldi Alves Filho, para indicar o filho Kadu Ciarlini como nome de Mossoró e companheiro na chapa encabeçada pelo prefeito de Natal e pré-candidato a governador pelo PDT, Carlos Eduardo Alves – o atual vice-governador e pré-candidato ao governo do Estado, Fábio Dantas, que está filiação marcada para o próximo dia  17 -, começa a pensar no seu plano “B” para o pleito eleitoral.

Sem poder contar com PP de Mossoró na chapa para governador, Fábio Dantas sonha em ser candidato ao Senado da República, na chapa encabeçada pela senadora Fátima Bezerra (PT), apesar da resistência do Partido dos Trabalhadores em fazer coligação na chapa proporcional com o PSB.

É que para fazer a aliança, o PSB exigiria a coligação para deputado federal e estadual, pavimentando, assim, as reeleições de Rafael Motta, para federal, além de Cristiane Dantas, Ricardo Motta, Tomba Farias e Larissa Rosado, para estadual, segundo análise do jornalista Alexandre Cavalcanti, na sua coluna Pinga Fogo, no portal Nominuto.

Apesar da união PT/PSB fortalecer a candidatura de Fátima Bezerra ao governo do Estado, por somar lideranças políticas expressivas, além de tempo de Rádio e TV, esbarra na ambição de seus correligionários candidatos a cargos proporcionais, especialmente do deputado estadual Fernando Mineiro(PT), que quer ser deputado federal e não aceita concorrer com Rafael Motta.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: